Tag Archives: Supers

Super delinquentes britânicos ganham remake

Dave Foley (NewsRadio) é o primeiro nome reconhecível na versão americana de Misfits. No original britânico, um grupo de delinquentes juvenis ganha superpoderes enquanto estão realizando serviços comunitários e precisam lidar com as consequências.

Imagem atual pode não ser condizente com esta!
© NBC

Estão programados 13 episódios, com os dois primeiros intitulados como pilotos e previstos para este ano ainda. O roteiro está nas mãos de Diane Ruggiero, uma das roteiristas de Veronica Mars, e atualmente responsável por iZombie.

Distribuição pelo serviço Freeform, focado no mercado adolescente, e atualmente produzindo séries da Marvel como New Warriors e Cloak & Dagger.

________________________________ ◊ Opinião ◊ ________________________________

Ah, NewsRadio, uma das melhores comédias na TV durante os anos 90. Assistíamos aos episódios novos e às reprises o tempo todo. Excelente personagens, roteiros, interpretações, participações especiais (o James Caan estava ótimo). Acho que parei um pouco antes do Phil Hartman ser assassinado pela esposa – bizarro terem continuado o programa sem ele.

Misfits UK estava, e talvez ainda esteja, disponível no Netflix. Resolvi assistir há alguns anos, motivado por boas resenhas, mas só aguentei o primeiro episódio. Esses ingleses sabem como escrever adolescentes delinquentes: irritantes, chatos, insuportáveis, e o pior de tudo, cheios de si. Não aguentei prosseguir sem um único personagem para torcer.

Tive um problema semelhante em Attack the Block, onde, novamente, todos os adolescentes são um monte de lixo – mas felizmente a invasão alienígena e suas reações a ela me distraíram o suficiente para continuar assistindo, e acabei apreciando o filme.

Por alguns instantes achei que o Foley seria um dos protagonistas, e iriam mudar o molde do original – mas o elenco está entupido de jovens atores desconhecidos para compor o grupo de misfits. E também não faria sentido colocar um protagonista cinquentão no Freeform, onde todo mundo precisa aparentar 15 anos.

Olha só o quanto escrevi sobre uma mera escalação de elenco secundário ainda não confirmada. Compensei sexta-feira?

Fonte: Bleeding Cool

Tagged

Pantera Negra integra uma trilogia

O diretor Ryan Coogler e o ator Michael B. Jordan vão se reunir pela terceira vez em Pantera Negra, um dos próximos filmes da Marvel. Enquanto Coogler permanece na mesma função, Jordan desta vez será um dos vilões, se opondo ao herói interpretado por Chadwick Boseman e visto anteriormente em Capitão América 3. Confira o primeiro trailer:


© Marvel

Reaparecem na trama Martin Freeman e Andy Serkis, veteranos de O Hobbit e do Capitão América. Se juntam a eles Lupita Nyong’o, Angela Bassett, e Forest Whitaker. Lançamento em fevereiro do ano que vem, com o Pantera enfrentando um golpe de estado enquanto tenta se estabelecer no trono de Wakanda.

________________________________ ◊ Opinião ◊ ________________________________

Rapaz, parece ótimo o treco. Me lembrou aqueles clássicos de aventura dos anos 80, como Tudo Por Uma Esmeralda ou a franquia Allan Quatermain, mas desta vez com um protagonista negro. Adoro o contraste de alta tecnologia e a selva africana, com todas suas possibilidades para complicações morais e práticas: por que não usam seu equipamento para apoiar nações vizinhas, por que ninguém descobriu essa tecnologia também e por aí vai. Espero que enfiem alguns dinossauros em Wakanda também, mas na Marvel acho que apena a Terra Selvagem tem os bichos.

Assisti Creed: Nascido para Lutar nos cinemas e achei magnífico, tanto as lutas quantos os personagens, momentos dramáticos e os vários relacionamentos familiares. Obviamente os combates em Pantera Negra precisam ser mais acrobáticos e absurdos, mas se repetir com a mesma habilidade os outros aspectos que listei, será um ótimo filme.

Esse fiquei com vontade de ir nos cinemas.

Fonte: Marvel no Youtube

Tagged

Os 7 melhores trailers da E3 2017

Dezenas de trailers de jogos inéditos ou com novidades sobre títulos já anunciados foram divulgados durante a E3 2017, realizada este mês. Confira abaixo alguns dos vídeos que se destacaram:

________________________________ ◊ Opinião ◊ ________________________________

E como eu estava de férias na semana passada, perdi a chance de rechear o período com o jogo mais interessante do dia; mas fica aí em cima o resumo de minhas preferências.

The Last Night tem um belo trailer, mas resta saber se merece o destaque que está recebendo (incluindo os holofotes do Xbox e da militância feminista). Jogo um bocado de RPGs com visual de 8 bits, e não consigo imaginá-los sendo tão dramáticos quanto esse.

The Evil Within 2 e Call of Cthulhu me deixaram com mais vontade de jogar Secret World Legends, que será lançado somente na próxima semana.

Wolfenstein e Detroit vem carregados de conteúdo político e meio que se complementam. No primeiro os inimigos são nazistas, no segundo os humanos são todos nazistas. Ótima mensagem!

Marvel’s Spider-Man é um deslumbre. Mas se reparar bem, dá a impressão que você está assistindo um cinematic e precisa apertar alguns botões de vez em quando para manter o filme rolando. Quanta liberdade de movimento você realmente tem? Me parece que apenas o movimento anterior ao primeiro combate, nas vigas, ficou ao gosto do freguês, no resto do tempo, é apenas um espectador.

Anthem é um simulador de Homem de Ferro + dinossauros no futuro. Visual caprichado, mas como jogo não se destaca de outros títulos de tiro futurista, me vindo à cabeça Halo e Crysis. Talvez a capacidade de voar seja o suficiente? Apesar de Tribes ter feito isso há um bom tempo? Faltou aquele toque especial da BioWare… talvez no próximo trailer.

Fonte: Basicamente canais dos produtores e distribuidores dos jogos no Youtube

Tagged , ,

Aranhaverso da Sony ganha protagonista

Venom, inimigo do Homem-Aranha nos quadrinhos, vai retornar aos cinemas interpretado por Tom Hardy. O anúncio foi realizado pelos estúdios Sony, que está planejando criar um universo cinematográfico aproveitando personagens secundários das revistas do herói. A iniciativa deve chegar aos cinemas em outubro do ano que vem, com direção de Ruben Fleischer (Zumbilândia).

O Gollum da Marvel Comics
© Marvel

Outros projetos que estão sendo elaborados incluem o Sexteto Sinistro, um grupo organizado de inimigos do Homem-Aranha, e uma parceria entre a Gata Negra e Silver Sable, que já enfrentaram e se aliaram ao personagem em várias ocasiões, geralmente sozinhas.

________________________________ ◊ Opinião ◊ ________________________________

Que tal um projeto que não faz sentido algum? Assinam uma parceria com a Disney para enfiar o Homem-Aranha no universo cinematográfico da Marvel, efetivamente prendendo o personagem em um compromisso gigantesco, mas resolvem continuar fazendo filmes sem ele.

Ok, faz algum sentido – querem imitar o modelo da Marvel aproveitando os poucos direitos que possuem, que pelo jeito inclui todo mundo que já apareceu em uma HQ do cabeça de teia. No quesito popularidade o Venom é um ótimo lugar para começar, provavelmente sendo o mais reconhecível oponente desse herói.

Mas colocá-lo sozinho em um filme significa que vão mudar radicalmente o personagem, desde sua origem como gosma alienígena apaixonada pelo Homem-Aranha, ao seu papel de stalker da identidade secreta dele. Pelo jeito vão manter apenas o visual, que é basicamente o que importa aos fãs desse vilão.

Gostei mais da ideia da Silver Sable e a Gata Negra, mas o que diabos elas fariam em um filme solo também?

Fonte: Blastr

Tagged

S.H.I.E.L.D. sobrevive à temporada de cortes

Agentes da S.H.I.E.L.D. vai ganhar uma quinta temporada, anuncia o canal de televisão americano ABC. Em meio a vários cancelamentos que vão abrir espaço para a nova programação deste ano, a série baseada na agência secreta da Marvel Comics exibe seu episódio final esta semana, e volta no segundo semestre. Todo o elenco atual deve permanecer, a menos que haja alguma reviravolta.

Parece que o misticismo não foi bem aceito
© ABC

Clark Gregg protagoniza como o agente Phil Coulson, introduzido no universo cinematográfico da Marvel no primeiro Homem de Ferro, e removido em Os Vingadores. As primeiras três temporadas estão disponíveis no serviço de streaming de vídeo Netflix.

________________________________ ◊ Opinião ◊ ________________________________

E seguindo o padrão, devemos ter acesso à quarta temporada logo após sua conclusão nos EUA. Pelo menos isso permite ao telespectador repetir a típica experiência do Netflix, assistir uma tonelada de programas de uma vez só.

Enquanto assisto aos filmes da Marvel pela necessidade fútil de acompanhar todo o material que distribuem, os serializados são uma experiência mais agradável. Agentes da S.H.I.E.L.D. tem melhorado de qualidade com o tempo, sobrevivendo mesmo ao teste da terceira temporada. Parece-me que a quarta teve uma queda de audiência, mas assim que passaram do Motoqueiro Fantasma para a inteligência artificial Aida, ao menos as críticas melhoraram suas avaliações.

Descobriremos em breve, acredito.

Fonte: Deadline

Tagged

Sexta parceria Marvel/Netflix ganha trailer

A Netflix divulgou o primeiro trailer oficial de Os Defensores, sua próxima série de super-heróis em parceria com a Marvel Entertainment. Os protagonistas serão o Demolidor, Jessica Jones, Luke Cage e o Punho de Ferro, todos já com seus próprios seriados disponíveis no serviço de streaming de vídeo.


© Netflix

Os heróis também são acompanhados por seus coprotagonistas, mas a vilã será inteiramente inédita: Alexandra, interpretada por Sigourney Weaver. A personagem aparentemente foi inventada para o programa, não tendo aparecido antes nos quadrinhos.

Todos episódios ficam disponíveis para assinantes a partir do dia 18 de agosto.

________________________________ ◊ Opinião ◊ ________________________________

Estou completamente atualizado nessa parceria Marvel/Netflix, e obviamente vou assistir boa parte desses Defensores em sua estreia. O trailer é um monte de mais do mesmo, mas pelo menos a série é mais curta que as outras, e parece ter investido a maioria do orçamento em uma boa vilã.

Não tenho o hábito de fazer listas, mas segue uma com minhas preferências, em ordem:

Jessica Jones
Demolidor 2ª temporada
Demolidor 1ª temporada
Luke Cage & Punho de Ferro

Analisando superficialmente, parece que a qualidade do vilão é totalmente responsável pelas minhas preferências. JJ e DD tiveram os melhores, enquanto LC tinha os piores (exceção o Cottonmouth) e PF reciclou os mais fraquinhos do Demolidor (mas os Meachum foram ótimos).

O drama dos protagonistas e as cenas de ação, tão exigidos pelo público, são bem secundários para as minhas preferências, parece.

Fonte: Netflix

Tagged

Overwatch pode ser considerado um sucesso

A Blizzard comemorou recentemente a marca de 30 milhões de jogadores em Overwatch, seu jogo de tiro em primeira pessoa completamente online. O resultado foi obtido em apenas um ano desde o lançamento comercial, alçando o título ao mesmo patamar de sucesso das outras franquias já estabelecidas da empresa: Diablo, Warcraft e Starcraft.


© Blizzard

Em Overwatch duas equipes de seis jogadores se enfrentam em mapas temáticos, podendo escolher entre uma gama de 24 personagens diferentes. Cada um tem seus pontos distintos, bem como personalidades chamativas.

Entre os títulos da Blizzard, ele atualmente perde em número de usuários para Hearthstone, que reúne 70 milhões de jogadores – mas, ao contrário de Overwatch, este é gratuito.

________________________________ ◊ Opinião ◊ ________________________________

Acompanho a Blizzard desde o primeiro Diablo, tendo experimentado um pouco de Warcraft e Starcraft, além de alguns meses em World of Warcraft. Não pulei na onda de Hearthstone já que parecia melhor em plataformas móveis e meu celular não foi contemplado na criação de um aplicativo; e Overwatch evitei porque jogos de tiro não são minha praia. Em suma, fiquei de fora dos maiores sucessos da empresa nos últimos três anos.

Pesquisando sobre Overwatch fiquei até espantado em descobrir que é um FPS. Acreditava que era em terceira pessoa, dado o fascínio dos jogadores por seus personagens, achei que ficavam admirando-os o tempo todo.

Bom para a Blizzard, obviamente. Mas espero que não desistam de expandir Diablo, dado o retorno muito mais modesto que providencia.

Fonte: MMORPG.com

Site oficial: https://playoverwatch.com/

Tagged ,

Shyamalan anuncia sua primeira continuação/crossover

O elenco de Corpo Fechado e Fragmentado se reunirão em um filme em 2019, anunciou o diretor de ambos, M. Night Shyamalan. Bruce Willis e Samuel L. Jackson reprisarão os papéis de David Dunn e Elijah Price após 19 anos, contracenando com as múltiplas personalidades interpretadas por James McAvoy e a jovem Anya Taylor-Joy. O título do novo longa será Glass.


© Buena Vista


© Universal Pictures

Corpo Fechado é uma homenagem a quadrinhos de super-herói, imaginados de forma realista. Willis é o relutante protagonista invulnerável, enquanto Jackson ocupa a função do vilão Sr. Vidro (Mr. Glass no original), que ajuda-o a assumir seu papel no mundo.

________________________________ ◊ Opinião ◊ ________________________________

Acho que o desempenho recente de Manoj Shyamalan confirma aquela velha teoria, que sucesso e dinheiro demais só fazem mal ao talento. Depois que começou a colecionar centenas de milhões de dólares em toda bilheteria, deram a ele um upgrade para filmes com um orçamento que já começava absurdo, e o resultado foi praticamente uma década de fiascos – se analisar bem, há quase uma curva “quantidade de dinheiro x qualidade do longa”.

Daí ele resolve voltar aos filmes de suspense com um orçamento baixo para moderado, e todo mundo passa a adorá-lo novamente. Ou é culpa do sucesso exagerado anterior, ou ele simplesmente é bom somente em um gênero de filme. O que não é nada terrível, contanto que renda boas obras.

Corpo Fechado é o meu predileto de sua filmografia, e ainda não vi Fragmentado (exceto pelos trechos finais no Youtube, após esse anúncio). Minhas expectativas são enormes.

Fonte: Slash Film

Tagged ,

Adolescentes são novo alvo da Marvel

Cloak & Dagger é uma das próximas séries da Marvel a chegar na televisão, de pelo menos três planejadas. O programa está sendo desenvolvido no canal Freeform, voltado para o público adolescente e adulto jovem. Os protagonistas são o casal Manto e Adaga, criados na década de 80.


© Freeform

Os 10 episódios de uma hora serão lançados no ano que vem.

________________________________ ◊ Opinião ◊ ________________________________

O programa não parecia tão ruim assim, somente pesado no drama, até os efeitos especiais darem as caras e ficarem completamente deslocados. Me lembrou muito do episódio final da primeira temporada de Demolidor, quando o uniforme ridículo destruiu boa parte da credibilidade do show.

O cristal de luz na mão da atriz parece ter sido reaproveitado dos antigos filmes do Super-homem, e o rapaz esvoaçante em cima do telhado parece estar posando para uma sessão de fotos, na frente de um ventilador.

E ainda nem mostraram os vilões.

Fonte: Blastr

Tagged

Piadas dominam Thor 3

Thor: Ragnarok ganhou seu primeiro trailer, dando ênfase no elenco novo e ao retorno do Hulk aos filmes do universo Marvel. A direção desta vez é de Taika Waititi, das comédias O que Fazemos nas Sombras e Flight of the Conchords. Cate Blanchett entra para a franquia como a vilã Hela, acompanhada por Karl Urban, Sam Neill, Jeff Goldblum e Tessa Thompson. Lançamento em novembro deste ano.


© Marvel Films

Reprisam seus papéis Chris Hemsworth, Tom Hiddleston, Benedict Cumberbatch, Idris Elba, Jaimie Alexander, Anthony Hopkins e Mark Ruffalo, além dos outros colegas asgardianos de Thor.

________________________________ ◊ Opinião ◊ ________________________________

Parece que a Disney/Marvel resolveu escancarar e transformar seus filmes em comédias de ação. Não dá para negar que rendem bons trailers, e nas duas tentativas mais óbvias anteriores, ótimos filmes: Guardiões da Galáxia e Homem-Formiga.

O próprio Hemsworth tem se destacado nos papéis mais cômicos que tem feito em anos recentes, como o novo Caça-Fantasmas. Ainda não vi, mas na época as resenhas geralmente elogiavam as idiotices que fazia em cena.

Eu achei que ia reclamar de novo do excesso de filmes de super-herói, mas acabei me divertindo com o trailer, então encerro aqui com otimismo. Que raro.

Fonte: Deadline

Tagged