Tag Archives: Supers

Incríveis retornam após 14 anos

Os estúdios Disney divulgaram o primeiro teaser de Os Incríveis 2, sequência da animação lançada pela Pixar em 2004. O novo filme deve ser lançado em junho do ano que vem, com a maioria do elenco original e Brad Bird novamente dirigindo e encarregado do roteiro.


© Disney

A continuação retoma a trama imediatamente após o primeiro, com a família Pêra enfrentando o vilão Escavador, recém emergido do subsolo. Estão no filme Samuel L. Jackson, Holly Hunter, Craig T. Nelson, Sarah Vowell e John Ratzenberger, com o novato Huck Milner substituindo o dublador do personagem Flecha Pêra, atualmente velho demais para o papel.

________________________________ ◊ Opinião ◊ ________________________________

Esse conflito também foi retratado em The Incredibles: Rise of the Underminer, um dos primeiros jogos de computador que joguei com meu filho, talvez o único cooperativo na mesma máquina até hoje. Na época ele era tão minúsculo que dava para dividir o mesmo teclado.

É ótimo ver uma continuação de Os Incríveis, provavelmente o melhor filme da Pixar e um dos melhores sobre super-heróis – acho sensacional como continuam fazendo versões do Quarteto Fantástico uma pior que a outra, enquanto essa animação acerta na mosca uma família de heróis.

Mas ela estar colada na primeira é um tanto esquisito. Não vão ter que reapresentar todos os personagens para as gerações que nasceram desde então? Deixar esse filme tão atrelado ao primeiro não arrisca alienar justamente essa juventude, cujos pais imploram que saia de casa de vez em quando e leve esses R$ 50 com você e não volte até as 18h? Ou acreditam que os recentemente adultos irão por conta assistir a esse filme, movidos pela nostalgia? Não me imagino indo ver um filme da Pixar sem crianças junto como justificativa, e atualmente não há nenhuma por perto.

Após 14 anos, provavelmente possuem uma estratégia de mercado para lidar com isso.

Fonte: Coming Soon

Advertisements
Tagged

Novo Brandon Sanderson disponível no Brasil

A editora Aleph está publicando esta semana Tormenta de Fogo, segundo livro da série Executores, de Brandon Sanderson. São 376 páginas pelo preço sugerido de R$ 49,90 (impresso) ou R$ 34,90 (digital). A trama é contemporânea, mas repleta de pessoas com superpoderes similares aos de histórias em quadrinhos.

Será essa nova ameaça pior que o Coração de Aço? Não parece.
© Aleph

A diferença entre essa franquia e outras publicações do gênero, é que só existem supervilões no mundo. O próprio poder torna a pessoa maligna, e quanto maior sua habilidade, mais vilanesca ela é. Os Executores são um grupo de humanos comuns que se organizam para tentar matar o máximo possível desses super-humanos, que dominam completamente o planeta – todos eles têm um ponto fraco, e cabe a essa resistência tentar descobri-los.

________________________________ ◊ Opinião ◊ ________________________________

Essa franquia só tem um aspecto negativo dos grandes, para meu gosto pessoal: o protagonista adolescente. Normalmente livros voltados ao público Young Adult (jovem adulto) são eliminados automaticamente da minha lista, mas sempre abro uma exceção para o genial Brandon Sanderson. Não que ele fuja dos clichês típicos: adolescente sabe tudo que precisa crescer aprendendo com os próprios erros, interesse romântico eclipsando a ameaça principal, personagens mais velhos monologando lições de vida. Está tudo lá, mas o sujeito sabe escrever um livro divertido, e com as melhores cenas de luta de qualquer publicação de fantasia ou ficção científica.

O Larry Correia constrói ótimas batalhas em sua franquia de caçadores de monstros ou de realidade alternativa com magia, mas não consegue descrever ação tão bem quanto Sanderson.

Dessa franquia só li o primeiro, Coração de Aço, onde o vilão é basicamente o Super-homem, além de ter o poder de transformar qualquer coisa em metal (acho que seres vivos eram a única exceção). Que livro tenso! O contraste entre os executores e os super-humanos! Que vida miserável que levam…

E pior que não deixa de ser mais realista que um gibi da Marvel/DC – se pessoas aleatórias começassem a ganhar poderes, será que teríamos esse equilíbrio entre heróis e criminosos, ou a maioria iria simplesmente fazer o que desse vontade, sem precisar temer as consequências? Hancock, com Will Smith, explora um pouco isso, antes de virar uma bobagem. Por enquanto é o mais perto que os cinemas chegarão desse conceito, com a popularidade dos filmes de super-herói que seguem a fórmula tradicional à risca.

Fonte: Pré-vendas da Saraiva

Tagged

Violência e novos oponentes em O Justiceiro

The Punisher chega ao Netflix no dia 17 de novembro, em sua própria série, após dividir espaço com o Demolidor no ano passado. Jon Bernthal interpreta novamente o personagem, ao lado de Deborah Ann Woll, como Karen Page. O resto do elenco é inédito.


© Netflix

Steve Lightfoot, um dos roteiristas da série Hannibal, é o criador e roteirista dos 13 episódios de Punisher, disponíveis exclusivamente para assinantes do serviço de streaming de vídeo.

________________________________ ◊ Opinião ◊ ________________________________

Já falei de super-heróis e de crime, agora um super-herói criminoso. E ainda nem é sexta-feira!

Acho que esse é o melhor trailer da semana, com uma bela mistura de cenas de ação, flashbacks, personagens inéditos, perseguições de carro, tiroteios e um número bizarro de close-ups no elenco (a maioria de lado – será que esse tipo de tomada tem um nome específico?).

Frank Castle está estranhamente emotivo nos primeiros minutos, algo obviamente incluído para preencher linguiça nos 13 episódios da produção, e que, com sorte, logo será corrigido. Assim que o amigo hacker (cadê o Microchip?) lhe der um alvo, tudo deve se encaixar.

Do universo de super-heróis da Marvel o Justiceiro provavelmente é o meu personagem predileto, apesar de estar tão distante dos colegas fantasiados que praticamente habita um universo paralelo. Mas aposto que muita gente ficou decepcionada em não vê-lo nos Defensores.

Fonte: Netflix no Youtube

Tagged

Pantera Negra traz duelo entre felinos muito semelhantes

Pantera Negra ganhou um novo trailer, mais focado na trama: após o herói se aliar e enfrentar os vingadores, retorna para seu país e precisa lidar com um golpe de estado. Chadwick Boseman reprisa o papel, ganhando a companhia de Michael B. Jordan, Lupita Nyong’o, Danai Gurira, Angela Bassett e Forest Whitaker. Também retornam ao universo Marvel, após pontas em filmes anteriores, Martin Freeman e Andy Serkis.


© Disney

Ryan Coogler (Creed: Nascido para Lutar) é o diretor e um dos roteiristas, empregando seu parceiro de outros filmes, Jordan, como o vilão. Lançamento previsto para fevereiro.

________________________________ ◊ Opinião ◊ ________________________________

Wakanda ficou ótima. A ideia de uma civilização ultra-avançada escondida na África remete a velhos romances de aventura (não exatamente da minha época por algumas décadas, mas costumo ler os clássicos de vez em quando), deixando a experiência nostálgica, saudosista.

Por outro lado está parecendo o primeiro filme do Thor, tanto em visual quanto em trama, com algumas pequenas diferenças óbvias.

E o vilão usar um uniforme quase idêntico ao do Pantera Negra ficou decepcionante. Não é como se eles tivessem algum poder bizarro que deixaria a luta interessante, como em Homem Formiga. Na verdade, um ponto fraco do personagem está justamente em suas habilidades entediantes, em comparação aos absurdos já apresentados em outros filmes, como Doutor Estranho, ou o novo Thor.

Vão precisar de uma trama muito boa, cheia de reviravoltas, como em Capitão América 2, ou de muito humor, fórmula de Guardiões da Galáxia.

Ou inventar algo completamente novo. Será?

Fonte: IMDb

Tagged

Ator e atriz de Corpo Fechado são contratados para sequência

Glass, o terceiro filme da trilogia que inclui Corpo Fechado e Fragmentado, aumentou o elenco com mais veteranos da primeira produção. Spencer Treat Clark interpreta novamente o filho de David Dunn (Bruce Willis) e Charlayne Woodard retorna como mãe de Elijah Price (Samuel L. Jackson). Lançamento em janeiro de 2019.

A ideia faz sentido, mas esse resultado...
© Universal Pictures

Corpo Fechado foi lançado em 2000, e trazia Willis descobrindo possuir superpoderes após passar quase a vida toda como um pacato segurança de estádio. Fragmentado é de 2016, e colocava Anya Taylor-Joy como uma vítima de sequestro de James McAvoy, cujos poderes são consequências de possuir 10 personalidades diferentes.

O novo filme vai colocar o super-herói e o supervilão se enfrentando, mas o título é uma referência ao personagem de Jackson, o Mr. Glass de Corpo Fechado. Trata-se de um vilão intelectual que cometia atrocidades em busca de uma pessoa capaz de sobreviver a elas.

________________________________ ◊ Opinião ◊ ________________________________

Lembrava da mãe de Elijah (esse é o nome da personagem, pode conferir os créditos de Corpo Fechado) como a senhora idosa na última cena do filme. Mas Woodard na verdade interpreta a mesma personagem tanto no flashback sobre o nascimento e infância do Mr. Glass, quanto no desfecho, estando apenas maquiada para aparentar uma idade muito mais avançada.

Acho um ótimo sinal essa dedicação em trazer o elenco secundário de volta após quase duas décadas. Seria ainda melhor se colocassem a Robin Wright, esposa de Willis no primeiro filme, no mesmo papel, mas sua ausência providência conveniente carga dramática à família Dunn.

E por incrível que pareça, ainda não assisti Fragmentado, somente uma tonelada de trechos. Será que preciso assinar mais um serviço de streaming para expandir meu catálogo?

Fonte: Slash Film

Tagged

O novo herói descamisado Hellboy

A primeira peça de divulgação do próximo filme de Hellboy foi publicada pelo criador do personagem, Mike Mignola. David Harbour, o novo protagonista, aparece caracterizado com a pele vermelha típica, chifres raspados e armamentos. O longa deve ser lançado no ano que vem, e traz o diabólico herói enfrentando Nimue, a Rainha de Sangue, interpretada por Milla Jojovich.

“Hmpf.” – Hellboy
© Lionsgate

Também está no elenco Ian McShane, novo intérprete do Professor Broom, mentor de Hellboy. Demais companheiros clássicos do herói não foram anunciados ainda, ou não estarão presentes.

Este terceiro filme da franquia é um reboot, dirigido por Neil Marshall (vários episódios de séries de TV, e o longa Centurião, com o Michael Fassbender). Estão listados como roteiristas Andrew Cosby (criador da série Eureka) e o próprio Mignola.

________________________________ ◊ Opinião ◊ ________________________________

Li/tenho algumas poucas e boas revistas do Hellboy, e apesar de ele ter seus momentos de arrogância, não é bem a primeira impressão que costuma causar. Então colocarem o Harbour fazendo essa cara meio babaca foi uma decisão muito peculiar.

Deve ser parte da estratégia de separação dos filmes anteriores. Já que não podem variar muito do visual, mudam a personalidade e se livram dos coadjuvantes. E entupiram de gente de televisão, tanto no elenco, quanto na direção e roteiro. Estranho.

Fiquei com vontade de assistir ao primeiro filme de novo. O segundo vi apenas uma vez e não me causou uma boa impressão. Talvez valha uma nova tentativa.

Fonte: Syfy Wire

Tagged ,

Comédia psíquica e mafiosa ganha anime

O manga de comédia Hinamatsuri vai ganhar uma adaptação animada no ano que vem, informa a empresa de mídia Kadokawa. Os protagonistas são a dupla Nitta e Hina, o primeiro um promissor membro da máfia japonesa e a segunda uma alienígena ou viajante do tempo com poderes paranormais.

36415907333_ff59705369_o
© Kadokawa

Nitta é obrigado a hospedar Hina em seu apartamento, passando a sofrer todo tipo de bullying. Em troca, utiliza o fenômeno psíquico para progredir em sua carreira na Yakuza.

________________________________ ◊ Opinião ◊ ________________________________

Inicialmente fico feliz com a novidade – Hinamatsuri é um dos mangás mais hilários que li em anos recentes, repleto de humor absurdo e constrangedor, e com um elenco de apoio que rivaliza com os personagens principais (alguns diriam que a Hitomi supera-os!).

Mas pensando melhor nas possibilidades, é melhor ter cautela. Entre os últimos animes de comédia adaptados de mangá que assisti, apenas Gekkan Shoujo Nozaki-kun conseguiu manter um nível de humor semelhante ao original. Os demais exageram nos sotaques irritantes, inventam efeitos sonoros desnecessários, erram no timing das piadas.

Himouto! Umaru-chan, por exemplo, foi decepcionante, tendo suavizado um pouco a mão pesada nos últimos episódios apenas. Dagashi Kashi, entretanto, ficou tão irritante que não fui além dos primeiros. Mas os mangás são ótimos.

Fonte: Anime News Network

Tagged ,

Jogo de conspirações e monstros vai virar série

A Funcom está divulgando que seu jogo The Secret World vai ser adaptado como uma série de TV. O programa terá um grupo de agentes infiltrados protagonizando, envolvidos na guerra entre sociedades secretas e o mundo sobrenatural. Os direitos já haviam sido vendidos há alguns anos, mas a novidade é que a produtora Infinitum Nihil, do ator Johnny Depp, assinou uma parceria para participar no desenvolvimento.

36633006922_7f11d0a9b4_c
© Funcom

Detalhes sobre elenco ainda não foram divulgados, mas o roteirista do episódio piloto é James V. Hart, responsável por Hook – A Volta do Capitão Gancho, Drácula de Bram Stoker, e criador da série de piratas Crossbones.

O MMORPG foi relançado este ano com o título Secret World Legends e agora está disponível gratuitamente.

________________________________ ◊ Opinião ◊ ________________________________

Vender direitos de adaptação não é exatamente uma notícia – tenho evitado divulgar isso porque normalmente não dão em nada ou demoram cinco anos para terem resultado. Mas quando você consegue não apenas dinheiro mas também um “Nome” para atrelar ao seu projeto, é sinal que ele está prestes a dar o grande passo: pré-produção.

Continuo jogando SWL nos finais de semana, ao invés de me dedicar a memorizar Starfinder ou descobrir uma boa receita para berinjelas. Ainda estou no conteúdo velho do jogo, por algum motivo completando todas as malditas quests opcionais, e motivado singularmente em ver os mapas inéditos para mim, que parei de comprar atualizações na metade do caminho. Já estão abertos, basta terminar de destruir todas as múmias do Egito, ir para o leste europeu enfrentar vampiros e lobisomens, e daí sim, finalmente visitar Tóquio.

Malditas múmias.

Fonte: Funcom

Site oficial: https://secretworldlegends.com/

Steam: http://store.steampowered.com/app/215280/Secret_World_Legends/

Tagged ,

Super delinquentes britânicos ganham remake

Dave Foley (NewsRadio) é o primeiro nome reconhecível na versão americana de Misfits. No original britânico, um grupo de delinquentes juvenis ganha superpoderes enquanto estão realizando serviços comunitários e precisam lidar com as consequências.

Imagem atual pode não ser condizente com esta!
© NBC

Estão programados 13 episódios, com os dois primeiros intitulados como pilotos e previstos para este ano ainda. O roteiro está nas mãos de Diane Ruggiero, uma das roteiristas de Veronica Mars, e atualmente responsável por iZombie.

Distribuição pelo serviço Freeform, focado no mercado adolescente, e atualmente produzindo séries da Marvel como New Warriors e Cloak & Dagger.

________________________________ ◊ Opinião ◊ ________________________________

Ah, NewsRadio, uma das melhores comédias na TV durante os anos 90. Assistíamos aos episódios novos e às reprises o tempo todo. Excelente personagens, roteiros, interpretações, participações especiais (o James Caan estava ótimo). Acho que parei um pouco antes do Phil Hartman ser assassinado pela esposa – bizarro terem continuado o programa sem ele.

Misfits UK estava, e talvez ainda esteja, disponível no Netflix. Resolvi assistir há alguns anos, motivado por boas resenhas, mas só aguentei o primeiro episódio. Esses ingleses sabem como escrever adolescentes delinquentes: irritantes, chatos, insuportáveis, e o pior de tudo, cheios de si. Não aguentei prosseguir sem um único personagem para torcer.

Tive um problema semelhante em Attack the Block, onde, novamente, todos os adolescentes são um monte de lixo – mas felizmente a invasão alienígena e suas reações a ela me distraíram o suficiente para continuar assistindo, e acabei apreciando o filme.

Por alguns instantes achei que o Foley seria um dos protagonistas, e iriam mudar o molde do original – mas o elenco está entupido de jovens atores desconhecidos para compor o grupo de misfits. E também não faria sentido colocar um protagonista cinquentão no Freeform, onde todo mundo precisa aparentar 15 anos.

Olha só o quanto escrevi sobre uma mera escalação de elenco secundário ainda não confirmada. Compensei sexta-feira?

Fonte: Bleeding Cool

Tagged

Pantera Negra integra uma trilogia

O diretor Ryan Coogler e o ator Michael B. Jordan vão se reunir pela terceira vez em Pantera Negra, um dos próximos filmes da Marvel. Enquanto Coogler permanece na mesma função, Jordan desta vez será um dos vilões, se opondo ao herói interpretado por Chadwick Boseman e visto anteriormente em Capitão América 3. Confira o primeiro trailer:


© Marvel

Reaparecem na trama Martin Freeman e Andy Serkis, veteranos de O Hobbit e do Capitão América. Se juntam a eles Lupita Nyong’o, Angela Bassett, e Forest Whitaker. Lançamento em fevereiro do ano que vem, com o Pantera enfrentando um golpe de estado enquanto tenta se estabelecer no trono de Wakanda.

________________________________ ◊ Opinião ◊ ________________________________

Rapaz, parece ótimo o treco. Me lembrou aqueles clássicos de aventura dos anos 80, como Tudo Por Uma Esmeralda ou a franquia Allan Quatermain, mas desta vez com um protagonista negro. Adoro o contraste de alta tecnologia e a selva africana, com todas suas possibilidades para complicações morais e práticas: por que não usam seu equipamento para apoiar nações vizinhas, por que ninguém descobriu essa tecnologia também e por aí vai. Espero que enfiem alguns dinossauros em Wakanda também, mas na Marvel acho que apena a Terra Selvagem tem os bichos.

Assisti Creed: Nascido para Lutar nos cinemas e achei magnífico, tanto as lutas quantos os personagens, momentos dramáticos e os vários relacionamentos familiares. Obviamente os combates em Pantera Negra precisam ser mais acrobáticos e absurdos, mas se repetir com a mesma habilidade os outros aspectos que listei, será um ótimo filme.

Esse fiquei com vontade de ir nos cinemas.

Fonte: Marvel no Youtube

Tagged