Tag Archives: Sci-fi

Novo livro de Philip K. Dick questiona a realidade

A Suma de Letras vai lançar no início de junho O Tempo Desconjuntado, livro de Philip K. Dick inédito no Brasil. O protagonista Ragle Gumm vive em uma realidade alternativa nos Estados Unidos da América no ano de 1959, em que rádios não existem e Marilyn Monroe é uma desconhecida. A medida que objetos ao seu redor começam a ser substituídos por pedaços de papel com uma descrição do que eles eram, Ragle passa a questionar sua sanidade.

42155637342_e9bceac002_z
© Suma de Letras

São 272 páginas em formato 14,40 x 21,60 cm, com capa dura e preço sugerido de R$ 49,90.

________________________________ ◊ Opinião ◊ ________________________________

Bem que achei a capa e o preço estranhos – é o único livro do K. Dick da Suma de Letras, que talvez seja um selo da Companhia de Letras em vez de uma editora propriamente dita. Acho que a Aleph é atualmente a principal distribuidora do autor no Brasil, e quase todos os volumes possuem capas semelhantes, com hachuras (exceção sendo a belíssima edição de 50 anos de Androides Sonham com Ovelhas Elétricas?).

Estou lendo Ubik, do mesmo autor, e notei alguns elementos em comum: a substituição de pedaços de realidade e o questionamento da própria sanidade. Mas em Ubik os objetos vão regredindo no tempo, trocados por equivalentes de décadas anteriores; e a loucura é encarada com muito mais naturalidade pelos personagens, acostumados a lidar com ataques psíquicos e coisas semelhantes.

Outra história do autor com estrutura parecida, porém bem mais curta, é We Can Remember It for You Wholesale, adaptada para os cinemas no longa de ação O Vingador do Futuro. Neste caso, são as memórias do protagonista que vão sendo desmontadas, encontrando camadas e mais camadas abaixo delas, piorando a situação o tempo todo. É melhor que o filme.

Fonte: Pré-vendas da Saraiva

Advertisements
Tagged

Novo anime continua batalha contra Godzilla

O filme animado Godzilla: City on the Edge of Battle ganhou um novo cartaz às vésperas de ser lançado no Japão, nesta sexta-feira (18). A arte apresenta os personagens sobreviventes do primeiro filme da trilogia, e as irmãs gêmeas Maina e Miana, apenas vislumbradas em uma cena pós-créditos. A franquia é distribuída mundialmente pelo Netflix, com Godzilla: Planet of the Monsters já disponível para assinantes.

40371204590_8e2817ab60_z
© TOHO Animation

A trama se passa em um futuro distante, em que a humanidade resolve voltar à Terra após tê-la abandonada nas patas de monstros gigantes durante milhares de anos. Encontram um planeta transformado pela presença de Godzilla, que modificou toda a flora e fauna à sua imagem.

________________________________ ◊ Opinião ◊ ________________________________

Assisti ao primeiro filme no início do ano. Começa bem devagar, apresentando lentamente o cenário que mencionei acima, em seguida todos os personagens, e depois exageradamente as motivações do raivoso protagonista. Depois que finalmente encontram o monstrengo a coisa começa a andar rápido, e daí é só aproveitar o combate estratégico se desenrolando quase perfeitamente.

A reviravolta também é muito satisfatória.

Recomendo para interessados em Godzilla, mas se acostumar ao estilo anime feito em computação gráfica pode demorar um pouco.

Fonte: Anime News Network

Tagged

Predador 4 tem problemas

Os estúdios Fox divulgaram hoje o primeiro trailer de The Predator, quarto filme da franquia sobre alienígenas que caçam troféus em outros planetas, incluindo a Terra. O filme é dirigido por Shane Black (Dois Caras Legais), que também trabalhou no roteiro com Fred Dekker (Deu a Louca nos Monstros).


© 20th Century Fox

Estão no elenco Yvonne Strahovski, Olivia Munn, Thomas Jane, Jake Busey e Edward James Olmos. Lançamento previsto para setembro deste ano, nos EUA.

________________________________ ◊ Opinião ◊ ________________________________

A princípio achei que fosse alguma piada de mal gosto, tamanho os problemas de áudio, edição, interpretação, trama, excesso de humor, etc. Mas parece que é mesmo um teaser oficial do novo The Predator, um “recomeço” para a franquia (apesar do Jake Busey no elenco ser uma referência ao Predador 2).

Não poderiam ter me desapontado mais se tivessem colocado o predador andando de Harley Davidson e fazendo uma selfie.

Espero que corrijam logo essa horrenda primeira impressão com um trailer de verdade, sem o ator mirim, e mostrando o Thomas Jane fazendo alguma coisa. Mas que bela porcaria.

Fonte: IMDb

Tagged

Segundo volume de Akira em junho

A editora JBC colocou em pré-venda o segundo volume do mangá Akira, de Katsuhiro Otomo. São mais de 300 páginas sobre adolescentes com poderes psíquicos em um futuro cyberpunk. O preço sugerido é de R$ 69,90, e a previsão de entrega é 20 de junho.

Esse braço não vai longe… ou será diferente aqui?
© JBC

O mangá inteiro vai ser lançado em seis volumes semestrais, com número de páginas semelhante e em tamanho 17,8 x 25,6 cm.

________________________________ ◊ Opinião ◊ ________________________________

Quem gostou do longa animado, e isso inclui praticamente qualquer fã de anime, ficção científica ou filmes de ação, precisa ler essa versão impressa. As diferenças são inacreditáveis, e a qualidade de ambos produtos só se explica graças ao absoluto controle criativo do Otomo sobre os dois.

O preço assusta, mas é um baita de um livro, enorme, firme, com boa qualidade de impressão. E quem preferir aguardar um pouco acaba encontrando um pequeno desconto – o volume 1, por exemplo, caiu para 52 reais. Estou adquirindo da mesma editora o manga Blame!, e as edições também são ótimas, ainda que bem menores e mais baratas.

Comprar mangás impressos é como ir aos cinemas – custa uma fortuna, e vale a pena somente quando o produto é um deslumbre visual. Ou seja, histórias de ação, principalmente as de época ou futuristas. Nunca entendi ir ao cinema assistir uma comédia!

Maneirando na testosterona um pouco, um mangá fora desses moldes me vem à mente quando pensando em uma futura coleção. Hakumei to Mikochi, sobre a vida cotidiana de duas duendes minúsculas. Não apenas a história é ótima (adoro “slice of life”), como as ilustrações são fora de série, e quase não há ação. É apenas uma obra de arte.

Fonte: Editora JBC

Tagged

Um e-book grátis sobre o apocalipse energético

A editora Phoenix Pick está distribuindo este mês o livro Energized, de Edward M. Lerner. A história se passa em um futuro próximo, em que a maioria dos campos de petróleo foi irradiada, se tornando inúteis. Em meio a uma guerra comercial liderada pelos proprietários das poucas fontes de combustível restante, os EUA capturam um asteroide na órbita terrestre e começam um projeto gigantesco de coleta de energia solar no espaço.

41896553211_79a100a1d2_z
© Phoenix Pick

O livro está disponível para download na página http://www.phoenixpick.com/botm/Lerner.htm. Ali também está à venda um pacote de quatro livros do autor, pelo preço reduzido de US$ 7,99, ou a sua produção mais recente, a não ficção Trope-ing the Light Fantastic, uma análise de clichês da ficção científica, também por US$ 7,99.

________________________________ ◊ Opinião ◊ ________________________________

Eis dois elementos extremamente transformadores, em escala global, quanto a produção energética: o fim do petróleo e energia solar realmente funcionando. Estou ouvindo falar de ambos há décadas, mas nunca me ocorreu uma história que combinasse-os.

Parece divertidíssimo, imagine todos as maneiras que o mundo seria modificado por apenas uma dessas coisas, juntá-las, então, uma loucura. Espero que a necessidade de incluir uma trama de suspense, intriga, espionagem, etc, não atrapalhe demais.

Fonte: Newsletter da Phoenix Pick

Tagged

Vizinha paranoica é novo papel de Christina Ricci

Christina Ricci (A Família Addams) é a protagonista de Distorted, ficção científica situada em um futuro próximo. Ela acaba de se mudar com o esposo para um novo prédio equipado com a tecnologia mais moderna possível, mas começa a suspeitar que o objetivo dos aparatos não é apenas garantir conforto e segurança. Lançamento previsto para este ano.


© Minds Eye International

John Cusack é o outro nome conhecido no elenco.

________________________________ ◊ Opinião ◊ ________________________________

Imagino que vários dos atores e atrizes listados sejam populares no Canadá, aonde a produção foi filmada. O diretor e roteirista possuem somente bombas ou obscuridades no elenco, então deixei-os de fora para não desanimar quem gostou do trailer.

A Ricci consegue fazer milagres com qualquer material, e está ótima no vídeo. Cusack aplica a típica mão pesada de anos recentes, exagerando no papel de maluco por conspirações. Mas pelo que deu para ver, ele provavelmente é o amigo imaginário da protagonista, ou seu alter ego quando a situação fica complicada. Acho que se escancarassem esse fato já de cara o filme seria mais interessante, e se destacaria perante tantos outros semelhantes.

Em breve no seu serviço de streaming predileto, eu imagino.

Fonte: IMDb

Tagged

Arma alienígena ajuda jovem em futuro depressivo

Confira o trailer de Kin, ficção científica sobre um adolescente lidando com as dificuldades de um futuro próximo em declínio econômico. Ele conta apenas com o apoio de sua família e uma arma possivelmente alienígena. Lançamento em agosto deste ano, nos EUA.


© Lionsgate

Estão no elenco Dennis Quaid, James Franco e Zoë Kravitz. A direção e roteiro são de Jonathan e Josh Baker, possivelmente irmãos.

________________________________ ◊ Opinião ◊ ________________________________

Achei que seria um enorme drama social com elementos de ficção científica, mas parece mais uma ficção científica com alguns elementos sociais. Pelo menos é a impressão do trailer, se esbaldando no rifle “alienígena” e no grupo de soldados com suas armaduras energizadas.

Fiquei na vontade quanto ao cenário. Fora o brinquedo do protagonista, não parece muito avançado – é uma distopia completa, um futuro próximo, ou apenas um presente pessimista? Queria ver mais do mundo e menos dos efeitos especiais.

Aparentemente Kin é uma versão longa-metragem do curta “Bag Man”, também da dupla Baker (se não forem gêmeos, são a mesma pessoa), lançado em 2014. É um daqueles raros casos em que um projeto independente convence produtores a investirem em uma versão comercial, inclusive bancando um elenco razoável. E demorou apenas quatro anos para ficar pronto!

Fonte: IMDb

Tagged

Suspense explora a fragilidade da realidade aumentada

Clive Owen retorna à ficção científica em Anon, filme do Netflix com lançamento previsto para 4 de maio. Ele interpreta um detetive policial cuja visão de realidade aumentada é modificada o tempo todo, fazendo-o questionar tudo que enxerga e faz. Amanda Seyfried é a possível culpada, uma hacker anônima capaz de se esconder de qualquer sistema de rastreamento futurista.


© Netflix

A direção e roteiro ficam por conta de Andrew Niccol, igualmente responsável por Gattaca – Experiência Genética e O Senhor das Armas.

Exclusivo para assinantes do serviço de streaming de vídeo.

________________________________ ◊ Opinião ◊ ________________________________

E por retorna à ficção científica estou me referindo a Filhos da Esperança, de 2006, não à sua participação em Valerian e a Cidade dos Mil Planetas (que não assisti ainda – será tão ruim mesmo?).

Gostei do trailer, talvez porque adoro realidade aumentada e o trabalho do protagonista, muito convincente aqui, com o tanto de coisas que precisa imaginar e reagir. A Seyfried é extremamente competente, mas não incluíram nada de destaque dela no vídeo, acabou parecendo o elo mais fraco do elenco famoso (resumido a esses dois).

Fora isso é praticamente um remake da trama principal da primeira temporada de Ghost in the Shell. Faltou apenas a logotipo do Smiling Man na cara da Seyfried.

Fonte: IMDb

Tagged

Nave humana multi-premiada chega ao Brasil

A editora Aleph vai lançar na semana que vem o livro Justiça Ancilar, de Ann Leckie. A obra de ficção científica angariou o prêmio Hugo e o Nebula após ser lançada em 2013, nos EUA. A edição nacional tem 384 páginas e preço sugerido de R$ 49,90.

O que está acontecendo aqui?
© Aleph

Na trama, a inteligência artificial Breq, responsável por controlar milhares de corpos humanos confiscados, foi quase destruída, ficando isolada em apenas um corpo. Agora parte em busca de uma arma indetectável que será a peça chave em sua vingança contra o império Radch.

________________________________ ◊ Opinião ◊ ________________________________

Li o treco quando foi lançado originalmente – acompanhava a carreira da escritora, que tinha alguns contos de fantasia muito bons, em um cenário que parecia um xintoísmo ocidental. Esse livro, no entanto, não podia ser mais distante.

Primeiro a linha narrativa confusa, que pula de períodos diferentes da vida de Breq o tempo todo, com sutileza demais, ou seja, é fácil se perder. Daí temos o comportamento bizarro do protagonista, provavelmente justificável por sua natureza incomum e trauma de ser cortado de um coletivo. Mas o pior de tudo é mesmo a pistola mágica. Acho que a autora gasta mais tempo na busca pela arma indetectável do que na execução do plano de vingança, que, ao menos, tem uma reviravolta boa, ainda que meio previsível.

O livro recebeu tremendo apoio da esquerda americana ao surfar a onda da popularização do conceito de transgênero: Breq não consegue diferenciar homens e mulheres, para ele/ela todos seres humanos são iguais. Não faz muito sentido para uma IA avançada, mas foi inovador tanto em conceito quanto em linguagem – apesar de ajudar na confusão narrativa acima mencionada.

A maluquice toda me parece mais fácil de ser realizada em inglês do que em português, e fico curioso em ver como ficou essa tradução. Mas foi muita mão de obra ler o primeiro, e não consigo me imaginar lendo-o novamente, ou uma de suas duas continuações.

Fonte: Pré-vendas da Saraiva

Tagged

30 mil dólares para psiônicos no espaço

Poderes psiônicos devem ser introduzidos no RPG de mesa Starfinder ainda este ano, com previsão inicial de lançamento do Psionics Guide em novembro. A informação foi confirmada pela editora Dreamscarred Press, que está criando o manual compatível, e graças ao financiamento de mais de 30 mil dólares por meio do Kickstarter, também um livro de monstros e outro de naves espaciais.

Minha raça predileta, os fungos espaciais atstreidi
© Dreamscarred Press

O Psionics Guide apresentará classes, raças, equipamentos e regras para utilização de poderes mentais clássicos, como telepatia e telecinesia, utilizando um sistema de pontos. A campanha de financiamento garantiu principalmente a aquisição de arte original, além de conteúdo extra para o livro principal e os outros dois manuais.

O material já está sendo escrito, com parte dele disponível para teste aberto em arquivos no Google Docs: Signal Confirmed e Encryption Decoded.

________________________________ ◊ Opinião ◊ ________________________________

A campanha foi recordista de participantes, com 738 gastando dinheiro no projeto, mas conseguiu pouco mais da metade do Ultimate Psionics, adaptação dos poderes para Pathfinder. Em 2012 arrecadaram 56 mil dólares de 479 pessoas. Mas analisando os tipos de opções extras oferecidas, provavelmente ficaram no prejuízo – é muita coisa impressa, livros e outros produtos avulsos, como cartões de poderes, tela para GM… os gastos com frete devem ter sido monumentais, sem falar na mão de obra, a menos que torrem mais dinheiro ainda contratando gente para cuidar da logística. Demoraram um ano e dois meses para publicar a versão em .pdf, e acho que estão até hoje terminando de fazer todas as tranqueiras prometidas.

Desta vez aprenderam a lição, se comprometendo apenas com conteúdo para o Psionics Guide e um pouco para o Psionic Bestiary (nem falam quantos monstros a mais). E acho que cometeram um erro com o livro de naves aos 30 mil, podiam ter colocado uma quinta classe para celebrar essa marca, em vez de se arriscar com um terceiro manual. Aposto que teria mais impacto e daria menos trabalho.

Espero que consigam manter o prazo de apenas 7 meses, mas prefiro não criar expectativas. Estou apostando mais em um “primeiro semestre de 2019”, prevendo obstáculos no trajeto.

Fonte: Kickstarter

Tagged ,