Tag Archives: Crime

América vai refilmar filme indonésio de ação

Joe Carnahan vai dirigir e Frank Grillo protagonizar o remake americano de Operação Invasão, popular filme indonésio lançado em 2011. A trama se passa quase inteiramente dentro de um prédio, sob controle de um chefe do tráfico de drogas enfrentando uma equipe da Swat.

32787203372_b712616935_z
© Celluloid Dreams

Carnahan tem em seu currículo o filme de sobrevivência A Perseguição e outro remake, Esquadrão Classe A, além de longas menos populares. Grillo é conhecido pelo público como o vilão Crossbones, de Capitão América 2 e 3.

________________________________ ◊ Opinião ◊ ________________________________

E provavelmente devem estar lidando com uma onda de críticas por racismo (Grillo é caucasiano-americano, enquanto o protagonista original é um artista marcial indonésio), por emburrecer um filme excelente, por arruinar um filme de ação estrangeiro, por serem condescendente com o público americano, etc.

Eu assisti esse filme no Netflix, acho que três ou quatro anos após seu lançamento, ouvindo durante esse intervalo todo elogios sem fim. Não achei tudo isso – talvez pela expectativa exagerada, talvez porque o filme é muito mais modesto que seus fãs.

Gostei das cenas de luta nos corredores, com suas cuidadosas coreografias cheias de facões para todo lado. Mas as lutas individuais contra o vilão mais talentoso (era mais de um? Já não consigo diferenciar) são apenas cansativas. O roteiro é quase um detalhe sem importância, personagens de alto escalão agindo de modo bizarro, com motivações sem sentido. Parece que pegaram a luta no corredor de Old Boy e esticaram por algumas horas.

Gosto do Carnahan, especialmente dos dois títulos mencionados acima, e parcialmente do Narc. Mas depois de tantos anos sem fazer nada de destaque, e após ter saído ou sido demitido do novo Desejo de Matar, ele resolve pegar algo bem peculiar e controverso, no mal sentido. Quanto ao Grillo, o sujeito tem uma carreira gigantesca, mas não o reconheceria se esbarrasse com ele na rua. Talvez o confundisse com o Jon Bernthal, da segunda temporada do Demolidor.

Fonte: Coming Soon

Tagged

Lucifer Jones volta à vaga de livro do mês

A editora Phoenix Pick está distribuindo este mês o e-book grátis Adventures: The Chronicles of Lucifer Jones Vol I, de Mike Resnick. A publicação é uma coletânea das aventuras de um falso padre na África, tentando enriquecer através de golpes e fundar sua própria igreja. Ao longo do caminho encontra outros golpistas ainda piores, personagens bizarros e até situações sobrenaturais.

Colagem horrível, mas bem exata
© Phoenix Pick

Para baixar uma cópia gratuita basta ir até a página http://www.phoenixpick.com/botm/Resnick.htm, clicar na imagem “Add to cart”, baixar o preço para zero dólares, preencher um pequeno formulário e escolher um formato de arquivo. A oferta fica disponível até o final do mês.

Na mesma página é possível comprar os quatro livros de Lúcifer Jones em um pacote pelo preço reduzido de US$ 3,99, e/ou outro pacote com quatro outros livros de Mike Resnick por também US$ 3,99.

________________________________ ◊ Opinião ◊ ________________________________

Se há um livro gratuito que posso recomendar com confiança absoluta é Adventures: The Chronicles of Lúcifer Jones Vol I. O treco é ridiculamente engraçado e inteligente, cheio de personalidades estranhas e situações marcantes. Diversão garantida.

A coisa fica um pouco repetitiva lá pelo Volume III, mas dá uma revitalizada no Volume IV, para encerrar.

E parece que a Phoenix Pick vai conseguir tirar mais um pouco de dinheiro de mim, com o pacote secundário de livros. São quatro publicações do Mike Resnick que não tenho, por um preço ótimo. E esse autor é muito bom, já li vários livros dele e não tenho nenhuma reclamação séria a fazer. Estou inclusive na metade de Oracle, outro que comprei em pacote da PP, segundo de uma trilogia – tão diferente do primeiro que me tirou um pouco do rumo.

Fonte: Phoenix Pick Newsletter

Tagged ,

Se você reconhecer essas referências, está velho

Chuck Hank and the San Diego Twins é uma comédia de ação sobre dois irmãos e seu melhor amigo em uma luta por vingança contra um grupo de criminosos organizados. O filme é repleto de referências a videogames dos anos 80 e o único nome conhecido em toda a produção é David Arquette (Malditas Aranhas, franquia Pânico).


© Coatwolf Productions

________________________________ ◊ Opinião ◊ ________________________________

Tive que pesquisar para ter certeza que esse trailer pertence a um filme de verdade e não um projeto independente, que serviria como cartão de visitas de cineasta procurando financiamento. Ainda não encontrei essa certeza, mas a maioria dos envolvidos já trabalhou em um filme antes, no mesmo estilo comédia de ação, então é provável que estejam repetindo a dose.

Parece uma (nova) versão live-action de Double Dragon. Principalmente com esse desfecho.

Fonte: Slash Film

Tagged ,

Policial combina dois visuais antiquados

Riz Ahmed (Rogue One: Uma História Star Wars) é o protagonista do filme policial noir porém contemporâneo City of Tiny Lights, produção britânica dirigida por Pete Travis (Dredd). Ahmed é um detetive particular em Londres, que descobre uma conspiração político-religiosa enquanto investigando o desaparecimento de uma pessoa. Também está no elenco Billie Piper (Doctor Who).


© Icon Film Distribution

Lançamento previsto para abril deste ano, no Reino Unido.

________________________________ ◊ Opinião ◊ ________________________________

Filme policial, personagens exóticos, visual maluco (noir com neon), a premissa toda me agradou muito. Mas confesso que não entendi nem metade do que está acontecendo, com esses sotaques carregados se atropelando um atrás do outro, e novos personagens aparecendo o tempo todo sem explicação. Aposto que assistindo o treco propriamente dito você acaba se acostumando com as vozes, e tem tempo para interpretar melhor o que está sendo dito. Ou acompanha pelas legendas mesmo.

Curiosamente, a resenha em destaque no IMDb.com é justamente de um espectador americano reclamando que o som ambiente e o sotaque dos personagens deixaram a experiência toda quase incompreensível.

Por falar em filmes policiais, consegui terminar neste final de semana Era Uma Vez na América, filme de mafiosos judeus dirigido por Sergio Leone, conhecido por seus ótimos westerns – o Netflix tem a versão de 4 horas. Robert de Niro protagoniza, com James Woods como seu melhor amigo. Só lembrava que deveriam ser judeus quando algum rabino passava caminhando no fundo das cenas, mas fora isso o longa é muito bom. E sem sotaques herméticos.

Fonte: Slash Film

Tagged

John Wick está em forma

John Wick: Um Novo Dia Para Matar ganhou seu segundo trailer, desta vez incluindo mais cenas de ação e menos trama. Keanu Reeves retorna como o protagonista, um assassino aposentado que é forçado a trabalhar contra sua vontade, enfrentando um variado grupo de colegas de profissão. Lançamento em fevereiro de 2017.


© Summit Entertaiment

Também retornam para essa continuação Ian McShane, John Leguizamo, Lance Reddick e Bridget Moynahan, a falecida esposa de Wick, provavelmente em flashbacks novamente. Entram para a franquia Laurence Fishburne, Peter Serafinowicz, Common e Ruby Rose.

Chad Stahelski, um dos diretores do primeiro longa assume a função sozinho dessa vez, enquanto o roteirista Derek Kolstad continua solo na função.

________________________________ ◊ Opinião ◊ ________________________________

Excelente material! Parece que a qualidade da ação se manteve e talvez tenha até melhorado. Vemos que o Wick retoma rapidamente sua fúria vingativa, sem enrolação demais e o grupo de oponentes está um pouco mais ameaçador do que da última vez. Espero que o chefe final tenha recebido um “upgrade” também.

Mas espero que as referências à trilogia Matrix fiquem apenas no material utilizado pelos trailers: o diálogo entre Reeves e Fishburne no primeiro, e a multidão imobilizada dessa vez. Prefiro que o humor da franquia se contenha aos diálogos ácidos entre esses criminosos, e não a uma metalinguagem fora de lugar no meio desse “realismo” todo.

Fonte: Coming Soon

Tagged

Sherlock Holmes retoma suas atividades em janeiro

O seriado britânico Sherlock lança sua quarta temporada no dia 1º de janeiro de 2017, com o retorno de Benedict Cumberbatch e Martin Freeman aos papeis de Sherlock Holmes e Dr. John Watson, respectivamente. O programa, responsável por projetar internacionalmente a carreira de seus protagonistas, é uma adaptação moderna dos clássicos contos escritos por Arthur Conan Doyle no final do século XIX e início do século XX.


© BBC

No Brasil os episódios estão disponíveis pelo serviço de streaming de vídeo Netflix, incluindo o especial de natal, também considerado parte desta nova temporada, apesar de ter sido lançado um ano antes.

________________________________ ◊ Opinião ◊ ________________________________

Já assisti toda essa série (são 12 episódios, espalhados ao longo de seis anos) e tenho apenas elogios a fazer sobre ela. Nunca cheguei a assistir um episódio inteiro pela segunda vez, mas repeti vários trechos em cada temporada. São cheios de revelações e momentos chocantes de puro entretenimento, além de um visual chamativo.

Tentei fazer meu filho se interessar pelos livros originais, mas meses após entregar minha coleção em suas mãos, encontrei apenas Um Estudo em Vermelho marcado lá pela página 30, coberto de poeira. Talvez devesse ter tentado uma das coletâneas de contos, ao invés do peculiar primeiro livro. Até comprei uma obra completa para Kindle em promoção, mas o moleque não fisgou a versão digital ou a analógica. Uma pena!

Fonte: Deadline

Tagged

Colaboração Affleck-Lehane chega em breve

O novo drama policial de Ben Affleck, A Lei da Noite, ganhou seu segundo trailer. O filme chega aos cinemas em janeiro do ano que vem, trazendo criminosos em guerra durante o período em que o comércio de álcool estava banido nos EUA.


© Warner Bros

Além de protagonizar, Affleck também escreveu o roteiro e dirigiu o longa. Acompanham ele no elenco Scott Eastwood, Elle Fanning, Zoe Saldana, Sienna Miller, Anthony Michael Hall, Brendan Gleeson e Chris Cooper.

A produção adapta o livro Os Filhos da Noite, de Denis Lehane, lançado no Brasil pela editora Companhia das Letras.

________________________________ ◊ Opinião ◊ ________________________________

Trailer parecido demais com o primeiro, com alguns momentos dramáticos que ficaram meio cômicos, de tão deslocados no meio da ação. Admito que postei isso aqui apenas para limpar o palato, após tanto escrever sobre ficção científica.

Mas amanhã ela volta, e justamente em meu gênero predileto: cyberpunk.

Mwahahahaha.

Fonte: Criminal Element

Tagged

Um novo Capone para os anos 10

O mafioso americano Al Capone deve ser o próximo papel de Tom Hardy (O Regresso, A Origem), em longa escrito e dirigido por Josh Trank (Poder Sem Limites, Quarteto Fantástico) com o título Fonzo. O foco do filme deve ser nos anos finais do criminoso, já preso e sofrendo de problemas mentais. O resto do elenco e uma data de lançamento devem ser anunciados nos próximos meses.

Sujeito domina esse filme – mais chamativo que ele só o urso
© 20th Century Fox

________________________________ ◊ Opinião ◊ ________________________________

Parece bizarro, principalmente para pessoas da minha idade e além, mas precisei voltar ao parágrafo principal e incluir uma breve explicação de quem seria Al Capone. Acredito que poucas pessoas com vinte anos ou menos conheçam a icônica figura, considerando a escassez de filmes sobre ele em anos recentes. De razoável alcance, pelo menos, acho que apenas a série dramática Boardwalk Empire o retratou nesta década.

Para vocês novatos, e para os veteranos saudosos, preciso recomendar Os Intocáveis, de Brian De Palma. Apesar de protagonizado pelo policial que prendeu Capone, as poucas cenas do Robert De Niro são memoráveis. Aliás, o filme inteiro é recheado de cenas reconhecíveis, plagiadas ou satirizadas por vários outros produtos.

Fonte: Deadline

Tagged

Agente secreto & ladrão de carteiras

Idris Elba interpreta um agente secreto dos EUA no filme Bastille Day/The Take, produção britânica e francesa sobre um roubo mascarado de terrorismo. Após ser injustamente culpado de um atentado a bomba, um ladrão de rua (Richard Madden, de Guerra dos Tronos) é recrutado por Elba para ajudá-lo a desvendar quem é o verdadeiro responsável pela explosão, e qual a sua motivação. Lançamento em novembro, nos EUA.


© Focus Features

O filme parece estar disponível desde o primeiro semestre na Europa, mas só está chegando em nosso continente agora.

________________________________ ◊ Opinião ◊ ________________________________

Será que esse filme teve algo a ver com os boatos sobre o Elba interpretando uma nova versão do James Bond? Parece combinar razoavelmente com a época.

Ia argumentar que ele está um pouco idoso demais para encabeçar uma franquia de ação, mas o sujeito tem apenas 44 anos. Acho que ele apenas interpreta como se tivesse 60, ou tão cansado quanto um idoso com ainda mais anos. Em Luther, sua obra prima, por exemplo, seu protagonista parece exausto o tempo todo.

Sabendo disso faz muito mais sentido ter conseguido o papel de machão principal na adaptação d’A Torre Negra, do Stephen King, uma franquia de sete livros. Pode continuar investindo na carreira de ator de ação por várias décadas ainda.

Fonte: Slash Film

Tagged

Assassino com cachorro de estimação retorna

Keanu Reeves volta ao papel de um assassino aposentado e relutante em John Wick: Chapter 2, com seu personagem indo para águas internacionais. No primeiro longa, traduzido para De Volta ao Jogo por aqui, o protagonista chacina um grupo de mafiosos após o filho do líder deles roubar seu carro e matar seu cachorro. Lançamento em fevereiro de 2017.


© Lionsgate

Retornam também Ian McShane, John Leguizamo, Lance Redick e Bridget Moynahan, a falecida esposa de Wick, provavelmente em flashbacks mais uma vez. Entram na franquia Peter Stormare, Common e Laurence Fishburne. O diretor Chad Stahelski e o roteirista Derek Kolstad também voltam à função.

________________________________ ◊ Opinião ◊ ________________________________

É, eu sei, reunião de Neo e Morpheus, todo mundo falando disso, hilário, até o trailer brinca com a situação. Hahaha.

O primeiro filme é um magnífico thriller de ação, recheado de ótimas cenas de tiroteio e pancadaria, com personagens coadjuvantes famosos demais para o modesto orçamento que tinham. Assisti pelo Netflix e recomendo para todo mundo que gosta de violência não completamente idiota. Até a morte do cachorro, ridícula e apelativa, exclusivamente voltada para atender as sensibilidades atuais, faz algum sentido e traz um pouco de novidade para a coisa toda.

Não quiseram traduzir para João Pavio, vão inventar o que para o título agora? De Volta ao Jogo 2? Definitivamente de Volta ao Jogo? Dentro do Jogo?

Fonte: Bleeding Cool

Tagged