Category Archives: TV

Prelúdio de obra-prima dos anos 70 a caminho

O serviço de streaming de vídeo Netflix vai distribuir com exclusividade a série Ratched, que deve começar a ser filmada no ano que vem. Com 18 episódios divididos em duas temporadas, o programa é um prelúdio ao clássico Um Estranho no Ninho, de 1975, e vai mostrar a carreira profissional da enfermeira Ratched, “vilã” do longa protagonizado por Jack Nicholson.


© United Artists

Sarah Paulson (História de Horror Americana) vai interpretar a enfermeira jovem, papel originalmente de Louise Fletcher. A série é uma criação de Ryan Murphy (também História de Horror Americana), que estaria trabalhando nela há anos, de acordo com o material de divulgação.

________________________________ ◊ Opinião ◊ ________________________________

Que trailer curiosamente positivo. E o destaque que dão para o Nicholson, com tantos personagens interessantes para serem explorados – seria ele tão popular assim nos anos 70? A Ratched mal aparece, e praticamente rouba o filme.

Um pouco tempo depois de assistir o treco, lá pelos anos 90, encontrei o livro na Biblioteca Pública do Paraná, enquanto procurava coisas aleatórias nas prateleiras de literatura norte-americana (lembra quando era difícil conseguir um livro?). Li na mesma semana, e pelo menos um aspecto dele é bem nítido ainda em minha memória – o protagonista não é o personagem do Nicholson, mas sim o índio mudo. Pelo menos a história é contada do ponto de vista dele! O sujeito ainda é importante para o desfecho da história na versão cinematográfica, mas foi um choque. Imagine se tentasse algo assim hoje em dia.

Vão precisar de muita sutileza para não transformar essa série em uma bobagem, e pelas produções do Murphy, isso não parece ser o seu ponto forte. Ao invés de uma profissional fria moldada pelo horrível ambiente de trabalho, provavelmente vai ser uma psicopata de berço.

Fonte: Slash Film

Advertisements
Tagged

Jogo de conspirações e monstros vai virar série

A Funcom está divulgando que seu jogo The Secret World vai ser adaptado como uma série de TV. O programa terá um grupo de agentes infiltrados protagonizando, envolvidos na guerra entre sociedades secretas e o mundo sobrenatural. Os direitos já haviam sido vendidos há alguns anos, mas a novidade é que a produtora Infinitum Nihil, do ator Johnny Depp, assinou uma parceria para participar no desenvolvimento.

36633006922_7f11d0a9b4_c
© Funcom

Detalhes sobre elenco ainda não foram divulgados, mas o roteirista do episódio piloto é James V. Hart, responsável por Hook – A Volta do Capitão Gancho, Drácula de Bram Stoker, e criador da série de piratas Crossbones.

O MMORPG foi relançado este ano com o título Secret World Legends e agora está disponível gratuitamente.

________________________________ ◊ Opinião ◊ ________________________________

Vender direitos de adaptação não é exatamente uma notícia – tenho evitado divulgar isso porque normalmente não dão em nada ou demoram cinco anos para terem resultado. Mas quando você consegue não apenas dinheiro mas também um “Nome” para atrelar ao seu projeto, é sinal que ele está prestes a dar o grande passo: pré-produção.

Continuo jogando SWL nos finais de semana, ao invés de me dedicar a memorizar Starfinder ou descobrir uma boa receita para berinjelas. Ainda estou no conteúdo velho do jogo, por algum motivo completando todas as malditas quests opcionais, e motivado singularmente em ver os mapas inéditos para mim, que parei de comprar atualizações na metade do caminho. Já estão abertos, basta terminar de destruir todas as múmias do Egito, ir para o leste europeu enfrentar vampiros e lobisomens, e daí sim, finalmente visitar Tóquio.

Malditas múmias.

Fonte: Funcom

Site oficial: https://secretworldlegends.com/

Steam: http://store.steampowered.com/app/215280/Secret_World_Legends/

Tagged ,

Advogada se destaca em novo Law & Order

A nova empreitada da franquia televisiva Law & Order, intitulada True Crime, ganhou um trailer. O vídeo apresenta o elenco e revela o estilo visual do programa, mais cinematográfico que as produções anteriores. Serão oito episódios, com previsão de lançamento este ano ainda, no canal americano NBC.


© Wolf Films

Edie Falco (Sopranos) é o nome mais conhecido no elenco e uma das protagonistas, a advogada responsável por defender os irmãos Menendez, acusados de matar os próprios pais.

________________________________ ◊ Opinião ◊ ________________________________

Claro que isso pode ser apenas efeito desse trailer, com estilo de cinema, e a série na verdade é bem mais estática, cheia de close-ups para esconder o cenário minúsculo e diálogos com duas câmeras pulando entre um grupo de personagens. Funcionou muito bem por décadas para Law & Order.

Mas provavelmente estão gastando em equipamento e locação tudo que economizaram com elenco, então teremos iluminação criativa, ângulos complicados e belos cenários. É uma boa oportunidade para inovar no estilo e continuar usufruindo do nome da franquia, afinal de contas.

Publicaram alguns comerciais de TV, mas são basicamente esse trailer mais recortado. Até o momento parece que a Edie Falco vai carregar o programa nas costas, e esses vídeos confirmaram essa impressão ainda mais. Talvez tenham exagerado um pouco na economia.

Fonte: IMDb

Tagged

Comédia policial na Guerra Fria

A Amazon lança esta semana sua nova série exclusiva, Comrade Detective. É uma comédia de ação que se passa na Romênia durante os anos 80, mas com uma dublagem americana malfeita. Entre as vozes estão Channing Tatum, Joseph Gordon-Levitt, Chloë Sevigny e Daniel Craig.


© Amazon Video

Um grande nome na área de dublagem americana também participa: John DiMaggio, a voz de Bender em Futurama e Jake em A Hora da Aventura.

________________________________ ◊ Opinião ◊ ________________________________

Tirar sarro do comunismo nos Estados Unidos é seguro hoje em dia, já que a esquerda americana odeia a Rússia. Mas experimentem falar mal do socialismo!

Pelo trailer achei que o nome do Tatum estaria entre os criadores, mas é “meramente” um produtor executivo. Pelo jeito os desconhecidos responsáveis pela série, Gatewood e Tanaka, mostraram o conceito para o ator e ele adorou, a ponto de investir no treco e ajudar na divulgação. É engraçado, mas o suficiente para seis episódios de 40 minutos?

Acho que tenho acesso a esses vídeos da Amazon – assinei quando abriram para o Brasil por algum preço promocional, mas não consigo descobrir se ainda estou pagando. Tentei encontrar o treco e cancelar, só que não achei nada na minha conta. Pior que eles têm um material decente, mas simplesmente nunca me lembro de assistir.

Vou tentar assistir a esse Comrade Detective e ver se a mesma piada carrega um episódio inteiro.

Fonte: IMDb

Tagged

Star Trek brinca com seus escudos espaciais

A nova série Star Trek: Discovery foi uma das franquias contempladas com trailer inédito na San Diego Comic Con, este final de semana. Alguns personagens ganham mais tempo de cena, como o vilão Harry Mudd (Rainn Wilson) e o capitão Lorca (Jason Isaacs). Outro destaque fica para o uso criativo da tecnologia de escudo, sempre presente nas batalhas entre naves espaciais.


© CBS

Discovery é protagonizada por Sonequa Martin-Green, de The Walking Dead, uma humana com algum tipo de ligação com Sarek, pai do Sr. Spock da série original. O programa será lançado nos EUA pelo canal CBS e também será distribuído pelo serviço de streaming de vídeo Netflix.

________________________________ ◊ Opinião ◊ ________________________________

Os klingons reptilianos continuam a incomodar o público clássico, mas acho que dá para inventar alguma justificativa – podem ser uma variação do klingon típico, do mesmo jeito que humanos tem vários fenótipos e genótipos diferentes. Por que todos os membros de raças alienígenas são idênticos, enquanto os humanos são uma mistureba? Que preconceito contra outras espécies inteligentes!

Se for uma mera reinterpretação criativa, então merecem os xingamentos mesmo.

Há alguns meses boatos diziam que a Soneca era uma humana criada por vulcanos, o que é um conceito magnífico, além de explicar seu nome masculino. Agora o rumor é que ela é meia-irmã do Spock, o que joga seu valor como personagem original pela janela. Mas pelo menos continua fazendo coisas que parecem divertidas, ao utilizar o escudo da nave de modo bem maluco e sofrer bullying do Mudd (não reconheci o Rainn até ele se apresentar).

Não parece que vai chacoalhar o universo de fãs ou recrutar muitos novatos para a franquia, mas ao menos é material inédito de Star Trek. Estou com mais vontade de me arriscar em Discovery do que em conferir as antiguidades no Netflix que nunca assisti, com suas 30 ou mais temporadas combinadas.

Fonte: Canal do Netflix no Youtube

Tagged

Ducktales é repleto de personagens extrovertidos

Mais um trecho do episódio piloto de Ducktales foi divulgado pela Disney, durante seu evento de mídia este mês. O programa terá uma hora de duração e será repetido durante todo o dia 12 de agosto, no canal Disney XD. A temporada normal começa no final de setembro.


© Disney

Ducktales é um reboot completo da franquia, começando com o primeiro encontro entre o Tio Patinhas e os três sobrinhos do Pato Donald, antes de saírem pelo mundo caçando tesouros. A personalidade da maioria dos personagens foi preservada, com exceção das patas e de um dos sobrinhos. David Tennant, de Doctor Who, é o novo dublador do pato mais rico do mundo.

________________________________ ◊ Opinião ◊ ________________________________

Que tal terminar a semana com um clipe de Ducktales? Pode parecer bizarro ver isso aqui, mas estou achando essas prévias divertidas e muitas vezes engraçadas. É quase uma pena não ter crianças na faixa etária adequada para assistir essa série – poderia acompanhar com eles e fazer comentários inúteis sobre as diferenças entre a nova e a original.

Não tinha visto ainda o quão agressivas ficaram a empregada doméstica e sua sobrinha. É uma mudança e tanto do perfil frágil que possuíam antes, e pelo jeito, criada exclusivamente para agradar a opinião pública que exige personagens femininas tão alfas quanto as masculinas. Ao invés de quatro personagens brigando pela liderança da cena, temos seis. E ninguém calmo, ponderado ou introvertido para servir de contraste aos estouradinhos patos da família McDuck.

Vão precisar inventar personagens novos com perfis mais pacatos, ou suavizar outros co-protagonistas. Talvez seja essa a função dos dois sobrinhos que ainda não se destacaram. Olhando bem para a sociedade moderna, pior que faz sentido.

Fonte: Coming Soon

Tagged

Doctor Who faz substituição no elenco

O canal inglês BBC anunciou neste domingo que a atriz Jodie Whitaker será a próxima protagonista de Doctor Who. O seriado de ficção científica traz como personagem principal um alienígena chamado Doctor, cuja espécie é capaz de se transformar em outra pessoa após sofrer um ferimento mortal.


© BBC

Whitaker deve ser introduzida no episódio especial de Natal, quando irá substituir o ator atual, Peter Capaldi, e se tornar a 13ª encarnação do personagem, com mais de cinco décadas de história.

________________________________ ◊ Opinião ◊ ________________________________

Apesar de a série ter uma repercussão razoável nas Américas, os protagonistas sempre são desconhecidos para nós, mesmo que tenham uma carreira sólida na Europa. Olhando a ficha da Whitaker, o que melhor representa ela por aqui é Ataque ao Prédio, filme sobre uma invasão alienígena do ponto de vista de delinquentes juvenis, protagonizado pelo agora mundialmente famoso John Boyega.

Ela interpreta o personagem trabalhador de classe média, vítima tanto dos maloqueiros quanto dos alienígenas, e está no filme para que o público mediano tenha alguém com quem se identificar. Não é o melhor papel possível, mas tem um tempo de câmera generoso.

Quanto ao trailer acima, gostei da interpretação silenciosa da atriz, passou presença, entusiasmo, mas também tranquilidade, ou mesmo confiança. A Tardis ficou tão mal encaixada atrás do muro que parecem ter editado o vídeo no mesmo dia em que foi divulgado. Tosqueira.

E que tal, fiz o post inteiro sem comentar o fato de uma mulher ser o novo Doctor. O personagem é tão esquisito e cheio de cacoetes (além de pacifista), que provavelmente não fará muita diferença. E deve dar aquele pico de audiência, pelo menos na primeira temporada. Bem que podiam liberar no Netflix de novo.

Fonte: io9

Tagged ,

Castlevania mostra potencial do formato

Castlevania deve ganhar uma segunda temporada com o dobro de episódios, já no ano que vem. Os quatro iniciais foram publicados no serviço de streaming Netflix na semana passada, com Richard Armitage (O Hobbit) dublando o protagonista Trevor Belmont.

Pelo trailer achei que fosse um lixão – me surpreendi!
© Shankar Animation

A animação é baseada no jogo Castlevania III: Dracula’s Curse, de 1990, trazendo o famoso vampiro ameaçando destruir a Valáquia (atualmente parte da Romênia) em busca de vingança pela morte de sua esposa. O último Belmont vivo acaba se unindo a alguns aliados improváveis para impedir o avanço de um exército de monstros pela Europa.

________________________________ ◊ Opinião ◊ ________________________________

Castlevania 3 sempre foi o meu jogo. Costumávamos alugar o cartucho ocasionalmente (algo que não faz muito sentido considerando a necessidade de salvar seu progresso, mas naquela década era totalmente aceitável) e eu simplesmente adorava o formato, trama, e o melhor de tudo, os personagens extras.

Quando a Sypha Belnades aparece no desenho animado (spoilers!) sorri de orelha a orelha. Finalmente algo que aproveita nostalgia, mas também consegue trazer qualidade própria. Fiquei até o último minuto esperando o Grant Danasty dar as caras, mas aceito que sua presença fique reservada para a próxima temporada.

A animação é boa, com destaque para a luta no último episódio. Os monstros não se movimentam muito bem, exceto pelo ciclope, e a paleta de cores podia ser um pouco mais ampla que marrom e vermelho, mas em geral, a qualidade técnica é positiva.

Os diálogos do Warren Ellis beiram o anacronismo, mas acho que não ultrapassam a barreira da credibilidade. O Trevor é um pouco descolado demais, mas quando fica sério é convincente; e o sotaque da Sypha ficou um charme.

Mas nem todo mundo ficou tão bom. As motivações do vilão humano são fraquinhas (provavelmente refletem demais a opinião do autor quanto à organização que ele representa – ninguém nela presta?), e o seu desfecho, anticlimático, deslocado. Espero que reapareça na próxima temporada, de alguma maneira.

Quero ver se conseguem encaixar o bumerangue e… o relógio que congela o tempo já existia nesse jogo?

Fonte: Coming Soon

Tagged

Super delinquentes britânicos ganham remake

Dave Foley (NewsRadio) é o primeiro nome reconhecível na versão americana de Misfits. No original britânico, um grupo de delinquentes juvenis ganha superpoderes enquanto estão realizando serviços comunitários e precisam lidar com as consequências.

Imagem atual pode não ser condizente com esta!
© NBC

Estão programados 13 episódios, com os dois primeiros intitulados como pilotos e previstos para este ano ainda. O roteiro está nas mãos de Diane Ruggiero, uma das roteiristas de Veronica Mars, e atualmente responsável por iZombie.

Distribuição pelo serviço Freeform, focado no mercado adolescente, e atualmente produzindo séries da Marvel como New Warriors e Cloak & Dagger.

________________________________ ◊ Opinião ◊ ________________________________

Ah, NewsRadio, uma das melhores comédias na TV durante os anos 90. Assistíamos aos episódios novos e às reprises o tempo todo. Excelente personagens, roteiros, interpretações, participações especiais (o James Caan estava ótimo). Acho que parei um pouco antes do Phil Hartman ser assassinado pela esposa – bizarro terem continuado o programa sem ele.

Misfits UK estava, e talvez ainda esteja, disponível no Netflix. Resolvi assistir há alguns anos, motivado por boas resenhas, mas só aguentei o primeiro episódio. Esses ingleses sabem como escrever adolescentes delinquentes: irritantes, chatos, insuportáveis, e o pior de tudo, cheios de si. Não aguentei prosseguir sem um único personagem para torcer.

Tive um problema semelhante em Attack the Block, onde, novamente, todos os adolescentes são um monte de lixo – mas felizmente a invasão alienígena e suas reações a ela me distraíram o suficiente para continuar assistindo, e acabei apreciando o filme.

Por alguns instantes achei que o Foley seria um dos protagonistas, e iriam mudar o molde do original – mas o elenco está entupido de jovens atores desconhecidos para compor o grupo de misfits. E também não faria sentido colocar um protagonista cinquentão no Freeform, onde todo mundo precisa aparentar 15 anos.

Olha só o quanto escrevi sobre uma mera escalação de elenco secundário ainda não confirmada. Compensei sexta-feira?

Fonte: Bleeding Cool

Tagged

Dramatizações nos planos de Law & Order

Law & Order: True Crime é o novo desmembramento desta franquia de seriados policiais com 27 anos de atividade. Desta vez estão se inspirando diretamente em um crime real, o assassinato cometido pelos irmãos Menendez no final dos anos 80. Edie Falco (Os Sopranos) é uma das protagonistas, a advogada de defesa da dupla. Serão oito episódios, com lançamento este ano.

35430917672_0a7cfed58a_z
© NBC

Utilizando o formato de mostrar crimes do ponto de vista policial e jurídico igualmente, Law & Order atualmente ainda está em exibição com a série Unidade de Vítimas Especiais.

________________________________ ◊ Opinião ◊ ________________________________

Antigamente, quando TV a cabo era a única opção fácil para consumir conteúdo americano, assistia Law & Order religiosamente, tanto Special Victims Unit quanto Criminal Intent. O primeiro eu acabei parando de ver quando enjoei dos cacoetes repetidos à exaustão (os diálogos, meu Deus, os diálogos) e o segundo quando o Vincent D’Onofrio pediu as contas. Hoje em dia acho que o único seriado policial que assisto é a nova temporada de Twin Peaks.

Puxei esse tema porque anunciaram a contratação da Heather Graham (por pelo menos 1 episódio) mas esqueci de mencioná-la no texto inicial. Bom, fica o registro! Gosto dela, apesar de andar meio apagada. Acho que ela e a Mira Sorvino podiam ser mais bem aproveitadas pelo cinema e TV da atualidade.

Achei que esses Menendez eram familiares, e não é devido aos inacabáveis especiais sobre crimes que minha esposa assiste toda noite. Ele são a inspiração para a trama paralela em The Cable Guy (O Pentelho), a comédia menos lucrativa da carreira de Jim Carrey, interpretados por Ben Stiller e aparecendo somente nos televisores de personagens secundários. Acho que esse é o filme do Carrey que mais assisti em minha vida – não sei porquê, mas esse treco não saía do videocassete na casa dos meus pais. Eu diria que é uma obra-prima mal compreendida, mas posso estar sendo meramente ufanista.

Fonte: Deadline

Tagged