Category Archives: TV

Paródia de Star Trek deve agradar fãs

O canal Fox lança este ano a série The Orville, uma comédia parodiando a franquia Jornada nas Estrelas. Seth MacFarlane (Uma Família da Pesada) é o protagonista, roteirista e criador, o capitão da nave espacial Orville. O outro nome mais conhecida no elenco é Adrianne Palicki (Agentes da S.H.I.E.L.D.), interpretando sua ex-esposa e também tripulante do veículo.


© Fox

O programa inclui alguns veteranos de Jornada nas Estrelas como diretores de episódios, incluindo Jonathan Frakes, Brannon Braga e Robert Duncan McNeill. Jon Favreau (Homem de Ferro) é um dos produtores e também dirige um dos 11 episódios.

________________________________ ◊ Opinião ◊ ________________________________

O humor do MacFarlane não muda praticamente nada de um produto seu para outro: toneladas de comentários cáusticos, piadas curtas e rápidas, humor físico e de baixo calão. É meio difícil não encontrar alguma coisa engraçada na enxurrada, mas o aspecto apelativo muitas vezes espanta o público mais tranquilo e conservador. Eu ri de alguns momentos, mas nem da metade – posso dizer o mesmo de “Um Milhão de Maneiras de Pegar na Pistola”, outra paródia protagonizada por ele.

Não fucei muito, mas achei também alguns veteranos das equipes técnica das séries de TV de Jornada nas Estrelas trabalhando em Orville. Boa homenagem.

E agora, será que coloco o trailer de Star Trek: Discovery aqui amanhã? Space opera demais para uma semana só?

Fonte: io9

Tagged

S.H.I.E.L.D. sobrevive à temporada de cortes

Agentes da S.H.I.E.L.D. vai ganhar uma quinta temporada, anuncia o canal de televisão americano ABC. Em meio a vários cancelamentos que vão abrir espaço para a nova programação deste ano, a série baseada na agência secreta da Marvel Comics exibe seu episódio final esta semana, e volta no segundo semestre. Todo o elenco atual deve permanecer, a menos que haja alguma reviravolta.

Parece que o misticismo não foi bem aceito
© ABC

Clark Gregg protagoniza como o agente Phil Coulson, introduzido no universo cinematográfico da Marvel no primeiro Homem de Ferro, e removido em Os Vingadores. As primeiras três temporadas estão disponíveis no serviço de streaming de vídeo Netflix.

________________________________ ◊ Opinião ◊ ________________________________

E seguindo o padrão, devemos ter acesso à quarta temporada logo após sua conclusão nos EUA. Pelo menos isso permite ao telespectador repetir a típica experiência do Netflix, assistir uma tonelada de programas de uma vez só.

Enquanto assisto aos filmes da Marvel pela necessidade fútil de acompanhar todo o material que distribuem, os serializados são uma experiência mais agradável. Agentes da S.H.I.E.L.D. tem melhorado de qualidade com o tempo, sobrevivendo mesmo ao teste da terceira temporada. Parece-me que a quarta teve uma queda de audiência, mas assim que passaram do Motoqueiro Fantasma para a inteligência artificial Aida, ao menos as críticas melhoraram suas avaliações.

Descobriremos em breve, acredito.

Fonte: Deadline

Tagged

Sexta parceria Marvel/Netflix ganha trailer

A Netflix divulgou o primeiro trailer oficial de Os Defensores, sua próxima série de super-heróis em parceria com a Marvel Entertainment. Os protagonistas serão o Demolidor, Jessica Jones, Luke Cage e o Punho de Ferro, todos já com seus próprios seriados disponíveis no serviço de streaming de vídeo.


© Netflix

Os heróis também são acompanhados por seus coprotagonistas, mas a vilã será inteiramente inédita: Alexandra, interpretada por Sigourney Weaver. A personagem aparentemente foi inventada para o programa, não tendo aparecido antes nos quadrinhos.

Todos episódios ficam disponíveis para assinantes a partir do dia 18 de agosto.

________________________________ ◊ Opinião ◊ ________________________________

Estou completamente atualizado nessa parceria Marvel/Netflix, e obviamente vou assistir boa parte desses Defensores em sua estreia. O trailer é um monte de mais do mesmo, mas pelo menos a série é mais curta que as outras, e parece ter investido a maioria do orçamento em uma boa vilã.

Não tenho o hábito de fazer listas, mas segue uma com minhas preferências, em ordem:

Jessica Jones
Demolidor 2ª temporada
Demolidor 1ª temporada
Luke Cage & Punho de Ferro

Analisando superficialmente, parece que a qualidade do vilão é totalmente responsável pelas minhas preferências. JJ e DD tiveram os melhores, enquanto LC tinha os piores (exceção o Cottonmouth) e PF reciclou os mais fraquinhos do Demolidor (mas os Meachum foram ótimos).

O drama dos protagonistas e as cenas de ação, tão exigidos pelo público, são bem secundários para as minhas preferências, parece.

Fonte: Netflix

Tagged

Fraudes da mídia viram programa de comédia na TV a cabo

O diretor Barry Levinson (Rain Man, Bom Dia Vietnã) vai recriar sua sátira política Mera Coincidência como uma série para o canal HBO. O filme original trazia Robert De Niro e Dustin Hoffman forjando uma guerra entre os EUA e a Albânia para distrair o público quanto a um escândalo presidencial. Cometem a fraude utilizando técnicas cinematográficas e telejornalismo.


© New Line Cinema

O programa terá episódios de meia hora, e segundo o canal, deve abordar “o mundo dos negócios, entretenimento e organizações não-lucrativas”, indo além da política. Levinson será novamente o diretor, e acumula um crédito como produtor, ao lado do próprio De Niro.

________________________________ ◊ Opinião ◊ ________________________________

Apesar de estar imerso no mundo do jornalismo, esse filme, curiosamente, não costuma entrar na lista de recomendações dos cursos de graduação em comunicação social. Não consigo imaginar a razão.

A princípio achei que a motivação da série era a constante perseguição jornalística ao novo presidente que elegeram ano passado, mas a HBO parece que vai expandir um pouco. Ou sequer tocar no tópico, a sinopse é meio ambígua. Mas não deixa de ser um tema perigoso, expor a manipulação midiática cotidiana. Normalmente já o seria, com a paranoia quanto a “fake news” atual, mais ainda.

Já posso ver a CNN, ABC, FOX e demais canais de TV americanos se escandalizando.

Fonte: Deadline

Tagged

Adolescentes são novo alvo da Marvel

Cloak & Dagger é uma das próximas séries da Marvel a chegar na televisão, de pelo menos três planejadas. O programa está sendo desenvolvido no canal Freeform, voltado para o público adolescente e adulto jovem. Os protagonistas são o casal Manto e Adaga, criados na década de 80.


© Freeform

Os 10 episódios de uma hora serão lançados no ano que vem.

________________________________ ◊ Opinião ◊ ________________________________

O programa não parecia tão ruim assim, somente pesado no drama, até os efeitos especiais darem as caras e ficarem completamente deslocados. Me lembrou muito do episódio final da primeira temporada de Demolidor, quando o uniforme ridículo destruiu boa parte da credibilidade do show.

O cristal de luz na mão da atriz parece ter sido reaproveitado dos antigos filmes do Super-homem, e o rapaz esvoaçante em cima do telhado parece estar posando para uma sessão de fotos, na frente de um ventilador.

E ainda nem mostraram os vilões.

Fonte: Blastr

Tagged

Ladra educativa em desenho para crianças

O popular serviço de streaming de vídeos Netflix divulgou a primeira arte conceitual de Carmen Sandiego, sua nova animação para o público infantil. O programa adapta uma franquia de jogos e livros educativos, sobre uma ladra que ensina geografia e outras disciplinas enquanto é perseguida por detetives. Lançamento previsto para 2019.

Ainda não conseguiram me desagradar com a arte desses remakes
© Netflix

O primeiro jogo, Where in the World is Carmen Sandiego?, foi lançado em 1985 e o mais recente em 2015. Uma animação já foi produzida antes, na segunda metade dos anos 90, exibida no Brasil com o simples título de Carmen Sandiego.

________________________________ ◊ Opinião ◊ ________________________________

Conheço a franquia somente por esse desenho, que assistia na Rede Globo na mais tenra idade. Gostava do treco, apesar de achar que a Carmen Sandiego aparecia muito pouco (aparentemente, essa é a ideia da coisa toda). Os irmãos protagonistas eram chatinhos, mas a ladra elegante era um conceito ótimo.

Sei que é uma propriedade relevante, já que volta e meia via notícias sobre novos jogos sendo desenvolvidos. Mas não imaginava que fosse tão gigante, até fazer um pouco de pesquisa sobre o tema.

E é surpreendente não encontrar controvérsia quanto ao projeto. Uma latino-americana retratada como criminosa protagonizando um desenho educativo para crianças? Cadê a polícia do politicamente correto para protestar?

Fonte: Coming Soon

Tagged

Clássico robô de videogame ganha desenho

A Cartoon Network vai lançar uma nova série animada de Mega Man no ano que vem. O desenho é uma co-produção da Capcom, criadora do personagem para videogame, e a Man of Action Entertainment, responsável pela franquia Ben 10.

Provavelmente vai parecer um pouco melhor
© Capcom

De acordo com a sinopse, o desenho trará as aventuras de Mega Man tanto como um robô que enfrenta inimigos malignos, quanto como um menino robótico chamado Aki Light que frequenta a escola normalmente. O cachorro robô Rush também está confirmado.

________________________________ ◊ Opinião ◊ ________________________________

E por falar em nostalgia, que tal um novo desenho de Mega Man? Lembro de ter assistido à primeira série nos anos 90, um episódio por semana, com a bizarra irmã-faxineira do protagonista tendo que enfrentar vilões usando um aspirador de pó no braço. Curiosamente, é a única coisa que consigo recordar com clareza.

Estranho anunciarem esse desenho de modo tão avulso, sem um joguinho sequer atrelado. De acordo com a Wikipédia, não lançam um título de verdade do Mega Man desde 2010, com alguma coisa experimental para celulares tendo meio que fracassado há uns dois anos. Espero que não resolvam fazer algo correndo caso o desenho seja um sucesso, e acabem criando uma porcaria qualquer.

Fonte: Bleeding Cool

Tagged

Novo Fargo é sobre rivalidade entre irmãos

O canal americano FX lança no mês que vem a terceira temporada de Fargo, seriado dramático, cômico e policial inspirado pelo filme de mesmo nome. Desta vez os protagonistas são irmãos gêmeos interpretados por Ewan McGregor, que escalam sua rivalidade de pequenos crimes para assassinatos e envolvimento com mafiosos. Após duas temporadas ambientadas no século passado, a atual avança para o ano de 2010.


© MGM

Joel e Ethan Coen, criadores do filme, participam como produtores. O roteiro e direção ficaram novamente nas mãos de Noah Hawley, atualmente também ocupado com o seriado Legion, derivado da franquia X-Men.

________________________________ ◊ Opinião ◊ ________________________________

Pois é, assim como as duas temporadas anteriores, parece ótimo. Infelizmente não faço ideia, já que nunca assisti um episódio sequer – a distribuição é tão restrita que parece ter sido feito pela HBO, que também não libera nada para outros serviços de vídeo.

Não compro um DVD desde meu aniversário (edição especial de Blade Runner, com todas as versões comerciais lançadas mais um documentário enorme), mas se encontrar essa série em promoção, acho que não resistiria ao investimento.

É claro que ela seria lançada no Netflix na semana seguinte, mas talvez eu esteja sendo apenas pessimista. De novo.

Fonte: Deadline

Tagged

Seriado de ficção científica ganha mais 13 episódios

O seriado The Expanse vai ganhar uma terceira temporada no canal americano Syfy. O programa é uma adaptação da série de livros de ficção científica de mesmo nome, já em seu sexto volume, e aparentemente inéditos no Brasil. A história se passa alguns séculos no futuro, e trata de uma conspiração ameaçando a Terra, a colônia em Marte e os habitantes de um cinturão de asteroides.


© Syfy

O protagonista é interpretado por Steven Strait, líder de um pequeno grupo de sobreviventes de um cargueiro espacial destruído em um ataque misterioso. São utilizados como propaganda pelos conspiradores que desejam iniciar uma guerra entre as três forças humanas, enquanto tentam desvendar a origem de uma perigosa arma biológica. Thomas Jane, nome mais conhecido do elenco, é responsável por outra linha narrativa da trama, que eventualmente cruza com a principal.

________________________________ ◊ Opinião ◊ ________________________________

Gostei muito da primeira temporada, disponível no Netflix. Assisti a coisa toda (10 episódios) em apenas dois finais de semana, algo que geralmente reservo às parcerias Marvel/Netflix. Enquanto The Expanse não tem o mesmo ritmo ágil e com poucas repetições que nem essas outras, conta com uma boa trama e alguns atores se divertindo muito em seus papéis, principalmente o detetive perdedor do Thomas Jane e o mecânico sociopata do Wes Chatham.

O protagonista não é tão forte quanto esses dois personagens, e, francamente, no material de divulgação parece que está quase dormindo ao falar sobre a série, mas não chega a atrapalhar. Os demais personagens não causam muita impressão, apesar do grande tempo que recebem em tela – a personagem da Shohreh Aghdashloo tem somente uma excelente sequência, quando manipula um casal de personagens, mas fora isso está deslocada demais do resto da trama – talvez cresçam mais na segunda temporada, atualmente sendo exibida.

Apesar de falar tão mal, ainda vou recomendar o programa. Não é como se tivéssemos muitas opções de ficção científica na TV, de qualquer jeito.

Fonte: Blastr

Tagged

Possível vilão se junta ao novo Star Trek na TV

Star Trek: Discovery, a nova série da franquia Jornada nas Estrelas, adicionou Jason Isaacs ao elenco, como um capitão de nave espacial. O ator, conhecido por interpretar vilões, se junta a Michelle Yeoh (O Tigre e o Dragão) e Doug Jones (Hellboy), bem como um grupo variado e pouco conhecido de atores.

32947115880_0949373922_z
© Sony Pictures

O programa deve sair ainda este ano, após vários adiamentos e substituições nos bastidores. De acordo com sinopses ainda não-oficiais, a trama se passa uma década antes da época do Capitão Kirk.

________________________________ ◊ Opinião ◊ ________________________________

Lembro quando anunciaram esse programa, com o Bryan Fuller encabeçando tudo e totalmente entusiasmado. Desde então adiaram o lançamento do início do ano para “este ano” e o Fuller se desligou completamente ou quase, e ainda não soltaram um único vídeo do elenco fazendo qualquer coisa ou sequer usando o uniforme – como é um prelúdio da série original, nem precisam fazer muita maluquice, apenas algo parecido, talvez um pouco mais incômodo.

Temos alguns vídeos conceituais pelo menos, mantendo o velho padrão Star Trek, de um futuro limpinho e organizado, com suas naves de formato peculiar. Mas enquanto não lançarem o primeiro trailer genuíno não temos ideia de como vai ser o tom do programa, gastos com produção, cuidados com figurino e cenário, quantidade de alienígenas feitos de maquiagem vs de computação gráfica. Tudo em aberto ainda.

Títulos descartados: Socialismo continua funcionando bem no espaço; Socialismo espacial recruta mais um camarada.

Fonte: Bleeding Cool

Tagged