Category Archives: MangAnime

Comédia psíquica e mafiosa ganha anime

O manga de comédia Hinamatsuri vai ganhar uma adaptação animada no ano que vem, informa a empresa de mídia Kadokawa. Os protagonistas são a dupla Nitta e Hina, o primeiro um promissor membro da máfia japonesa e a segunda uma alienígena ou viajante do tempo com poderes paranormais.

36415907333_ff59705369_o
© Kadokawa

Nitta é obrigado a hospedar Hina em seu apartamento, passando a sofrer todo tipo de bullying. Em troca, utiliza o fenômeno psíquico para progredir em sua carreira na Yakuza.

________________________________ ◊ Opinião ◊ ________________________________

Inicialmente fico feliz com a novidade – Hinamatsuri é um dos mangás mais hilários que li em anos recentes, repleto de humor absurdo e constrangedor, e com um elenco de apoio que rivaliza com os personagens principais (alguns diriam que a Hitomi supera-os!).

Mas pensando melhor nas possibilidades, é melhor ter cautela. Entre os últimos animes de comédia adaptados de mangá que assisti, apenas Gekkan Shoujo Nozaki-kun conseguiu manter um nível de humor semelhante ao original. Os demais exageram nos sotaques irritantes, inventam efeitos sonoros desnecessários, erram no timing das piadas.

Himouto! Umaru-chan, por exemplo, foi decepcionante, tendo suavizado um pouco a mão pesada nos últimos episódios apenas. Dagashi Kashi, entretanto, ficou tão irritante que não fui além dos primeiros. Mas os mangás são ótimos.

Fonte: Anime News Network

Advertisements
Tagged ,

Novo anime de Godzilla ainda este ano

A Netflix vai distribuir mais uma criação da Polygon Pictures em novembro deste ano. O tema desta vez é o popular lagarto bípede gigante Godzilla, mas o cenário, ao invés do Japão, é um planeta Terra dominado por kaiju. Confira o trailer:


© Toho Company

Godzilla: Monster Planet deve ser o primeiro de uma trilogia sobre a humanidade tentando retomar o planeta das patas do rei dos monstros.

O serviço de streaming já exibe da mesma produtora o filme animado de ficção científica Blame! e as séries Knights of Sidonia e Ajin.

________________________________ ◊ Opinião ◊ ________________________________

Peculiar escolha. Ainda não assisti Knights of Sidonia, mas consumi Blame! no mesmo final de semana em que foi lançado. O longa tem duas grandes falhas.

A primeira foi não estabelecer a presença da vilã mais cedo na história, e criar um suspense quanto aos seus planos – quando ela aparece nos instantes finais é mais confuso que impactante. Mas dá para entender, com a quantidade de informação que tentaram espremer nesse filme curtinho, que alguma coisa não encaixaria direito ou ficaria de fora. Pena que acaba com o clímax.

A segunda, e imperdoável, é a incapacidade de demonstrar as dimensões absurdamente gigantescas dos cenários de Blame!. O protagonista viaja por uma estrutura de metal tão enorme que ela simplesmente engole a Terra inteira e provavelmente alcança outros planetas – mas mesmo os locais individuais são ambientes fechados e enormes, capazes de abrigar metrópoles. Não passam em momento algum essa sensação de escala.

E logo esse povo vai fazer um filme sobre o Godzilla?

Fonte: Coming Soon

Tagged ,

Manga de Samurai 7 chega ao Brasil

A editora JBC colocou em seu catálogo o manga Samurai 7, uma adaptação do filme Os Sete Samurai, mas com elementos de ficção científica. Mizutaka Suhou é o mangaká responsável, porém o cineasta Akira Kurosawa, responsável pelo longa original, também é creditado como autor. O primeiro volume deve ser lançado em setembro e tem preço sugerido de R$ 16,90 por 208 páginas. A periodicidade é bimestral.

36739310736_554f674cd1_z
© JBC

Assim como no filme, um vilarejo está sendo oprimido por bandidos que ficam com quase toda a comida produzida no local. Desesperados, os moradores resolvem retaliar contratando sete mercenários para ajudá-los. No manga os inimigos utilizam máquinas gigantescas, e os heróis contra-atacam com “katana antitanques”.

Uma série animada baseada no mesmo conceito foi lançada durante os anos 00.

________________________________ ◊ Opinião ◊ ________________________________

Esse anime Samurai 7 foi um dos raros que desisti de assistir até o fim à época. E olha que então os vídeos tinham qualidade baixa, problemas de compatibilidade de codecs e levavam horas para baixar – e eu persistia mesmo assim, na maioria dos casos.

Mas essa série tinha um protagonista tão fraco e inútil que sua mera presença simplesmente me desanimou de continuar. Pesquisando sobre a franquia agora descobri que ele melhora muito, e bem rápido, chegando a ser importante para a trama como oponente, e não como obstáculo para os demais heróis. Talvez valha o resgate.

O manga me interessou, e o preço está bom pela quantidade de páginas. Acredito que irei adquirir esse primeiro volume.

Título rejeitado: Manga adapta anime dos anos 00 que adapta filme dos anos 50.

Fonte: JBC

Tagged

Passeio turístico no fim do mundo

A empresa Kadokawa divulgou o primeiro clipe de Girls’ Last Tour, série animada sobre duas meninas explorando um mundo pos-apocalíptico. As sobreviventes do fim da civilização vagam de moto em busca de comida e peças mecânicas, resume a sinopse do mangá que inspira a adaptação. Lançamento em outubro, no Japão.


© Kadokawa

A história em quadrinhos tem roteiro e arte de Tsukumizu, e é a única obra creditada a esse pseudônimo. Ela começou a ser publicada em 2014, e agora está em seu quinto volume.

________________________________ ◊ Opinião ◊ ________________________________

Parece que temos uma certa tendência, talvez mais frequente em anos recentes, de jogar crianças adoráveis em cenários grotescos e fascinantes. Além do contraste em si ser chamativo, a arte dos personagens tende a ser muito simples, logo, mais rápida e fácil de produzir, com a complexidade dedicada às paisagens e monstros ao seu redor.

Quem se encaixa nisso atualmente é Made in Abyss, e antes disso Alice & Zouroku, e Flip Flappers. Youjo Senki – Saga of Tanya the Evil quase atinge os parâmetros, mas a cara da protagonista é bem detalhada, enquanto seus colegas de exército recebem menos traços.

Espero que uma terceira característica se mantenha constante: todas elas têm roteiros muito bons. São uma esquisitice só, mas o desenvolvimento de personagem e as tramas são puro entretenimento.

Essa Girls’ Last Tour já demonstrou o cenário bizarro e caprichado e o visual típico. Vamos ver o que fazem com isso.

Fonte: Anime News Network

Tagged

Novo filme da franquia Macross

O anime Macross Delta vai ganhar um longa metragem animado, segundo o grupo de cantoras Walküre, que dublam as protagonistas da série. A produção integra as comemorações pelos 35 anos da franquia de robôs gigantes que também se transformam em jatos e enfrentam alienígenas.


© Bandai

Delta teve 26 episódios, todos exibidos no ano passado. A série original Super Dimensional Fortress Macross durou 36 episódios, exibidos no Japão entre 1982 e 1983. No ocidente ficou popular por ter sido um dos animes reeditados para criar a amalgama conhecida como Robotech.

Uma nova série animada está prevista para o ano que vem, mas não há detalhes ainda sobre a trama.

________________________________ ◊ Opinião ◊ ________________________________

Imagino que vai ser um resumão da temporada, ao invés de conteúdo novo. Deixaram perguntas sem resposta, tramas mal explicadas e ganchos para todo lado, mas provavelmente não vão aproveitar nada disso no filme. Ou pior ainda, vai ser uma história inédita, porém fechada, acontecendo paralelamente ao anime – como One Piece faz em seus próprios longas.

Me diverti com a insanidade que foi Macross Delta, onde jatos ficavam se metralhando enquanto um grupo de idols de apresenta, às vezes interferindo com drones, às vezes apenas com música. Abraçaram a ideia e não foram tímidos nas coreografias e apresentações.

Mas o episódio final foi muito fraco, e sem resolução alguma – deu uma azedada na série toda. Sem falar que usaram muito pouco os robôs gigantes, acho que 90% do tempo ficaram nos jatos.

Fonte: Anime News Network

Tagged

Sucesso nos cinemas japoneses chega em mangá

A editora JBC está lançando no Brasil o mangá Your Name – Kimi no na wa, de Makoto Shinkai e Ranmaru Kotone. A história em quadrinhos é uma adaptação do longa metragem animado de mesmo nome, sobre dois jovens completamente desconhecidos que trocam de corpo. A produção teve a maior bilheteria no Japão em 2016 e é uma das maiores na história do país (cerca de R$ 700 milhões).

Parece uma típica comédia romântica com um toque fantástico
© JBC

O primeiro de três volumes chega às livrarias este mês, e a periodicidade será bimestral. São 180 páginas cada um, pelo preço sugerido de R$ 15,90.

Shinkai escreveu e dirigiu o filme também, além de ter feito um livro com a trama. Algumas de suas produções mais antigas estão disponíveis no Netflix.

________________________________ ◊ Opinião ◊ ________________________________

A história não poderia ser mais batida, mas fez um sucesso absurdo, passando por cima de várias produções ocidentais nos cinemas nipônicos.

O céu pintado ao fundo dá a impressão que trabalharam bastante nos cenários, o que deve ser um tema importante considerando o contraste entre os protagonistas (ele na cidade e ela no campo). Provavelmente quando trocam de corpo devem mostrar eles se impressionando com as paisagens novas.

Mas só isso não seguraria tanto público. Imagino que capricharam nos diálogos e incluíram uma boa dose de comédia e talvez até comédia romântica.

Parece bem diferente do material dele no Netflix, mais dramático e deprimente. Encontrou um filão de ouro, parece.

Fonte: Editora JBC

Tagged

Japão se inspira no Vaticano para anime

Estreia na próxima temporada de animes Vatican Miracle Examiner, sobre especialistas da igreja católica que viajam pelo mundo investigando a veracidade de milagres. Os protagonistas são cientistas do próprio Vaticano, e a trama é baseada em uma série de 15 livros com o mesmo título, escritos por Rin Fujiki. Os volumes são vendidos na categoria horror.

Quem deveria ser essa figura central, algum dos milagres?
© Kadokawa

Como é o padrão na maioria dos animes para TV ou streaming atualmente, Vatican Miracle Examiner terá 12 episódios.

________________________________ ◊ Opinião ◊ ________________________________

O tema é incomum o bastante para ter me chamado a atenção, no meio de tantos animes sobre lutas ou haréns a caminho a partir de julho. A temporada atual tem algumas coisas divertidas/engraçadas, mas nada que valha a pena guardar para assistir novamente no futuro.

E está faltando mais animes de ficção científica de boa qualidade. Não era o Japão que adorava hard sci-fi? Nessa temporada a única coisa mais ou menos na área é Clockwork Planet, mais comédia nonsense que propriamente ficção científica.

Mas como afirmei acima, muita coisa divertida, pelo menos.

Fonte: Anime News Network

Tagged

Blame! 04 aumenta ainda mais o tamanho do mundo

A editora JBC anunciou o quarto volume de Blame!, de Tsutomu Nihei, sem uma data oficial de lançamento ainda. Nesta edição Killy e sua companheira Cibo estão investigando uma colônia de humanos, quando são atacados e ela acaba sendo enviada para um “mundo cibernético”.

Pensando bem, por que esse título? E a exclamação?
© JBC

Blame! é um mangá de ficção científica, ambientado em um futuro onde máquinas construtoras perderam o controle e continuam a aumentar o tamanho de uma superestrutura sem parar. As poucas pessoas que sobraram tentam viver no meio de monstruosidades artificiais, enquanto o protagonista Killy vaga a esmo, procurando por um ser humano com o gene capaz de interromper o processo.

Uma versão animada vai ser lançada no Netflix esta semana.

________________________________ ◊ Opinião ◊ ________________________________

E nada de um trailer novo, depois de tantos meses. Agora tanto faz, já está em cima da data mesmo.

Estou comprando os volumes de Blame! assim que recebem um leve descontozinho nas livrarias digitais. Leio-os devagar, com cuidado, que quase não possuem diálogo mas são ricos em ilustrações, com perspectivas e dimensões que você raramente encontra em qualquer tipo de obra visual. Usufruindo-os, na verdade.

Pela sinopse do volume 04, este já ultrapassa o ponto em que parei de ler há mais de uma década, quando a única versão disponível eram cópias “scanlated” de baixa definição na internet. Mas Blame! merece ser lido em papel, para melhor apreciar o material. É como um filme de ação repleto de efeitos especiais – funciona melhor nos cinemas do que na tela do celular.

Fonte: JBC

Tagged

Nova edição de Akira é quase uma realidade

A editora JBC colocou Akira em seu catálogo, em preparação ao re-lançamento do mangá no Brasil. A capa nacional do primeiro volume foi aprovada pela editora japonesa Kodansha, e uma data de publicação deve ser anunciada em breve. Akira terá seis volumes, como no original, em um total de mais de 2.000 páginas

33645886893_b7f04dbfc7_z
© JBC

A obra de Katsuhiro Otomo traz uma gangue de motoqueiros juvenis em um futuro próximo, sobrevivendo após a III Guerra mundial. O conflito teve início com o surgimento de poderes psíquicos entre a população, que também se manifestam em um dos integrantes do grupo de protagonistas.

Uma adaptação da versão americana colorizada pela Marvel Comics foi publicada no Brasil durante os anos 90, pela Editora Globo.

________________________________ ◊ Opinião ◊ ________________________________

Estava pensando justamente em Akira outro dia, após comprar o volume único de Ghost in the Shell – como a editora poderia dar tratamento semelhante à obra do Otomo, e de preferência em poucos volumes também. A versão da Globo teve 38 edições, e haja paciência para manter isso tudo organizado.

Com GitS e Blame!, estou começando uma bela coleção de quadrinhos cyberpunk. Gostaria de alguma coisa ocidental também, mas teria que ser lançada agora. Não vou sair caçando edições velhas de Transmetropolitan em sebos. Passei da idade.

Fonte: JBC

Tagged

Ghost in the Shell animado ganha sobrevida

Aproveitando a publicidade mundial de A Vigilante do Amanhã, os estúdios Production I. G. anunciaram uma nova série de anime da franquia Ghost in the Shell. Kenji Kamiyama, diretor das duas temporadas de GitS: Stand Alone Complex vai dirigir, acompanhado por Shinji Aramaki, de Appleseed, anime com temas semelhantes. Ainda não foram divulgados detalhes sobre roteiro, mas a expectativa é por uma terceira temporada da série original.

33824862662_3bb6981141_z
© Production I. G.

Ghost in the Shell foi criado pelo mangaká Masamune Shirow, trazendo uma equipe de ciborgues lutando contra criminosos e terroristas. A obra foi publicada no Brasil pela editora JBC há poucos meses, e uma coletânea de arte sobre a franquia deve sair em breve.

Das animações, apenas o primeiro filme foi lançado comercialmente em DVD e blu-ray pela FlashFocus, mas aparenta estar fora de catálogo.

________________________________ ◊ Opinião ◊ ________________________________

Apesar das expectativas de ir assistir a um espetáculo visual com roteiro boboca nos cinemas, a verdade é que acabei nem indo. As sessões mais cedo eram dubladas ou em 3D, coisas que me recuso a suportar quando não estou carregando os filhos junto. E ir no cinema à noite exige uma boa vontade para com o resto do público que provavelmente não possuo mais. Aguardo ansiosamente pelo lançamento em blu-ray, entretanto. Ou pelo DVD, se for muito mais barato.

Dado o envolvimento dos nomes mencionados no primeiro parágrafo, provavelmente teremos uma continuação de GitS: SAC e não mais os prelúdios esquisitinhos de GitS Arise. Não tenho certeza se fizeram sucesso, mas do ponto de vista de qualidade foram uma regressão tanto em visual quanto em roteiro. Cara, prelúdios me enchem a paciência.

Bem que a JBC podia lançar os mangás adaptados dos animes. Acho que vou mandar um e-mail para o atendimento ao cliente perguntando se isso está nos planos – caso o volume único do Shirow tenha se saído bem, é uma possibilidade.

Fonte: Anime News Network

Tagged