Category Archives: Livros

Livro de início de carreira de Vonnegut

A editora Aleph lança no mês que vem As Sereias de Titã, de Kurt Vonnegut. É o segundo livro do escritor norte-americano, lançado originalmente em 1959. Na trama, Malachi Constant é o homem mais rico da América e protagonista, utilizando seu dinheiro e tempo livre para desvendar o misterioso destino de Winston Niles Rumfoord, vítima de um fenômeno cósmico enquanto viajava pelo espaço com seu cachorro.

30101549238_fd37f88c62_b
© Editora Aleph

São 304 páginas em formato 14 cm x 21 cm e preço sugerido de R$ 46,90 pela versão impressa ou R$ 32,83 pela digital.

________________________________ ◊ Opinião ◊ ________________________________

Eu ouvi a versão em áudio deste livro no ano passado ou talvez no anterior. Foi uma experiência… peculiar. Tentei escrever uma sinopse lembrando de cabeça, mas foi impossível, precisei consultar resumos da obra.

A trama muda de rumo constantemente, eu diria na verdade que ela se expande para patamares mais distantes, revelando que os eventos anteriores eram apenas degraus para chegar ao ponto atual.

Histórias em que o destino do protagonista está predestinado por forças maiores me irritam profundamente – a Ilíada, por exemplo, com os deuses escolhendo favoritos e mudando os rumos da guerra, não importando o esforço humano, me deixava com ódio. Sereias de Titã pertence a essa categoria, mas o humor, as revelações, personalidades, e termos absurdos inventados, são grandes amenizadores. Ainda assim é impossível acabar a leitura sem um sentimento de profunda pena pelo Constant.

Não é um livro tão marcante quanto Matadouro 5 ou Café da Manhã dos Campeões, mas é muito bom. Talvez não haja uma obra realmente ruim do Vonnegut… vou ter que continuar lendo e procurando.

Fonte: Pré-vendas das Livrarias Saraiva

Advertisements
Tagged

Um e-book grátis sobre um domo no deserto pós-apocalíptico

A editora Phoenix Pick está distribuindo gratuitamente este mês o livro Mother Grimm, de Catherine Wells. Trata-se de uma ficção científica pós-apocalíptica, com um planeta Terra arrasado como cenário. A protagonista habita um domo que contém os remanescentes da civilização, enquanto o lado externo é um deserto de selvageria e doença – e é justamente para lá que ela precisa ir.

30026753338_b0a231ee6f_c
© Phoenix Pick

Para baixar uma cópia gratuita em forma mobi ou epub basta acessar o link http://www.phoenixpick.com/botm/Wells.htm e “comprar” o livro reduzindo o preço para zero dólares. Na mesma página é possível adquirir outra trilogia de tema semelhante da mesma autora, pelo custo promocional de US$ 2,99.

________________________________ ◊ Opinião ◊ ________________________________

Este é um daqueles raros casos em que a Phoenix Pick não seleciona um autor já consagrado de seu catálogo. Wells parece ter começado a publicar apenas nos anos 90, com esse livro acima sendo um finalista do Philip K. Dick Award de 97, mas não ganhador. A sinopse também é batida e nada chamativa.

Por outro lado, a editora tem uma seleção minúscula de escritores, geralmente investindo somente em nomes, senão populares, ao menos reconhecidos. Se escolheram ela, é provavelmente porque reconheceram o talento e porque deve ter um estilo semelhante ao que costumam publicar: clássico.

Vou baixar a adicionar à minha biblioteca na Amazon, obviamente, e deixar na lista de média prioridade. Talvez seja realmente bom (a indicação ao prêmio é um bom sinal, apesar de nunca ter ouvido falar da maioria dos ganhadores), talvez estejam apenas surfando na onda de O Conto da Aia.

Por esse preço, não custa (!) dar uma conferida.

Fonte: Newsletter da Phoenix Pick

Tagged

Bestseller norueguês tem novo livro traduzido

A editora Record lança em agosto O Sol da Meia-noite, segundo livro da franquia Olav Johansen, sobre um assassino sensível e cheio de remorsos. A obra é do norueguês Jo Nesbo, autor de bestsellers policiais, com 17 títulos traduzidos no Brasil. É mais conhecido pelo personagem Harry Hole, já adaptado para o cinema no filme Boneco de Neve, no ano passado.

Se esse efeito for um filtro automático, deve se chamar Distorção de TV velha
© Editora Record

O Sol da Meia Noite é a continuação de Sangue na Neve, e possui 224 páginas em formato 23 cm x 16 cm, com preço sugerido de R$ 37,90.

________________________________ ◊ Opinião ◊ ________________________________

Não posso dizer que nunca ouvi falar do autor, pois já vi livros dele em destaque em livrarias, só nunca me chamaram a atenção antes. Até começar a pesquisar para escrever esse post, inclusive achava que Jo era uma mulher.

Segundo a capa acima, o sujeito é um dos autores policiais mais populares da atualidade, com seus 40 milhões de exemplares. Por outro lado, não achei uma lista de escritores populares por volume de vendas, então vai saber se, em contexto, é um número realmente expressivo (O Stephen King deve vender bilhões, e acho ele insuportável).

Mas tem um aspecto de Nesbo que achei excelente, pelo menos nessa franquia de dois livros: são ridiculamente curtos. Que raro isso, hoje em dia.

Fonte: Pré-vendas da Saraiva

Tagged

E-book grátis sobre se congelar por amor

A editora Phoenix Pick está distribuindo gratuitamente este mês o e-book Tomorrow and Tomorrow, de Charles Sheffield. Na trama, após sua esposa ser diagnosticada com uma doença incurável, o protagonista resolve congelá-la e a si mesmo criogenicamente, na esperança de eventualmente encontrar uma cura. Ele é acordado em vários pontos no futuro, sem sucesso, até que, milhões de anos depois, finalmente há uma chance.

Não sei o que está acontecendo, mas não é das piores
© Phoenix Pick

Para baixar uma cópia em mobi ou epub basta ir até a página http://www.phoenixpick.com/botm/Sheffield.htm, clicar na opção “add to cart”, zerar o preço e seguir as instruções apresentadas. A oferta é válida até o dia 31 de julho.

Na mesma página a editora colocou outros cinco livros de Sheffield pelo preço fixo de US$ 1,29 cada.

________________________________ ◊ Opinião ◊ ________________________________

Acho que o mesmo tema é explorado em Forever War, em que um grupo de soldados é descongelado, e ao se deparar com a realidade, volta para a geladeira várias e várias vezes (acho, porque nunca li esse clássico). Mas li algo semelhante também em 3001, de Arthur C. Clarke, uma daquelas continuações de 2001 – Uma Odisseia no Espaço. O protagonista é o astronauta morto pela inteligência artificial, reanimado por tecnologia avançada após um milênio vagando pelo espaço.

Mas nenhum destes exemplos acima tem a motivação tão clássica quanto o livro de Sheffield: amor. O sujeito gosta tanto da esposa que resolve viajar pela eternidade por ela. Bonito.

Nesse aspecto, Tomorrow and Tomorrow me lembra um pouco o livro The Night Land, de William Hope Hodgson, publicado em 1912. Ele tem um protagonista do século XVII que viaja milhões de anos no tempo, em sonho em ou reencarnações, em busca de sua esposa, falecida durante o parto do primeiro filho do casal. Ele encontra monstruosidades e bizarrices inacreditáveis, mas o foco nunca deixa de ser sua mulher. É um dos meus prediletos.

Fonte: Newsletter da editora

Tagged

Coletânea traz material inédito de Guerra dos Tronos

A editora Leya lança esta semana Crônicas de Espada e Feitiçaria, coletânea de contos de fantasia de Robin Hobb, Walter Jon Williams, Garth Nix, Elizabeth Bear e George R. R. Martins. Este último participa com um conto situado no passado do seu popular universo de A Guerra dos Tronos. O livro é editado por Gardner Dozois, já premiado por iniciativas semelhantes.

28294443827_a1753c2ce4_z
© Leya

São 512 páginas em formato 16 cm por 23 cm, pelo preço sugerido de R$ 64,90 na edição impressa e R$ 44,99 na versão digital.

________________________________ ◊ Opinião ◊ ________________________________

Enquanto a série de TV não acaba, poderiam vender até livros de receitas com participação do George R.R. Martin, produzindo um prato baseado no cenário de seu bestseller. Coxas de dragão fritas ou algo assim.

Imagino se os fanáticos por Game of Thrones leem o treco inteiro, já que estão pagando por tudo, ou somente o conto do Martin e já colocam o volume na prateleira, ao lado do box com os livros da série principal.

Mas no final das contas é um bom negócio para todos os envolvidos: os outros autores ganham um pouquinho de exposição extra; os fãs ganham mais um naco do seu vício literário/televisivo; e o Martin enrola mais um pouco para finalmente concluir sua violenta e sexualizada saga de fantasia.

Da limitada lista de escritores, sou fã e recomendo somente o Walter Jon Williams; nunca li a Hobb, ou a Bear e do Nix lembro apenas de um conto sobre vampiros, que acho que era bom.

Fonte: Pré-vendas da Saraiva

Tagged

Dinossauros nos cinemas, dinossauros nas livrarias

Aproveitando o lançamento do quinto filme da franquia, a editora Aleph lançou esta semana o Box – Jurassic Park 25 Anos – 2 Volumes. São os dois livros escritos por Michael Crichton e adaptados para os cinemas por Steven Spielberg: Jurassic Park e O Mundo Perdido.

42930818551_da6abfe515_c
© Aleph h

São 1.016 páginas em formato 21 cm x 14 cm, com preço sugerido de R$ 119,00. Na trama, cientistas e pesquisadores clonam dinossauros para criar o zoológico mais exclusivo do mundo, mas sabotadores comprometem o investimento.

________________________________ ◊ Opinião ◊ ________________________________

Nunca li a continuação, mas emprestei o Jurassic Park da Biblioteca Pública do Paraná durante minha adolescência – meu contato inicial com o autor. Seus personagens se misturam de tão idênticos, mas a quantidade de informação apresentada de forma divertida, intercalada com cenas de ação mirabolantes, são a fórmula do Crichton para ser um bestseller por tantas décadas. É um livro agradável e rápido, com muito mais conteúdo que o filme, talvez uns 30% a 40% mais.

Vi o preço do box antes de ver os detalhes e me espantei inicialmente – parecia alto para apenas dois livros, comparado a outro box que anunciei por aqui. Mas pela quantidade de páginas é isso mesmo. Os dois volumes são enormes.

E o primeiro, provavelmente o segundo também, são perfeitos para o público jovem. Pensando nisso, fiquei meio inspirado para comprar alguns livros para o aniversário dos meus filhos… veremos.

Fonte: Pré-vendas da Saraiva

Tagged

Uma coleção do autor de Drácula

A editora Nova Fronteira lança no final deste mês a caixa Grandes Obras de Bram Stoker. O primeiro volume é dedicado a Drácula, obra mais conhecida do autor; o segundo traz duas histórias: Os Sete Dedos da Morte e A Toca do Verme Branco; e o terceiro volume uma coletânea de contos. É um total de 1.104 páginas, em formato 23 cm x 15 cm. Preço sugerido de R$ 149,90.

Que capa mais honesta
© Nova Fronteira

Stoker, falecido em 1912, era um escritor irlandês que criava suas obras de horror enquanto trabalhava como gerente de teatro em Londres. Drácula, responsável por popularizar vampiros em todo o ocidente, seria inspirado em um encontro dele com um escritor e viajante húngaro, que teria dado origem a uma extensa pesquisa sobre as criaturas.

________________________________ ◊ Opinião ◊ ________________________________

Informações sobre o autor via Wikipédia, a propósito. Sabia que ele pesquisava o folclore europeu, mas esse “muso” húngaro é novidade para mim.

O box parece suculento, só que o preço inicial é um pouco alto. Imagino que daqui a alguns anos vai acabar naqueles saldões de R$ 9,99, momento excelente para comprar uma meia dúzia e presentear conhecidos.

Do autor só li o óbvio, Drácula, mas duas vezes. É um formato estranho, o romance epistolar – contado em forma de cartas e, se me lembro bem, trechos de diários. Como serão os demais textos?

Se conseguir ler bem em inglês, boa parte do material está no Project Gutenberg.

Fonte: Pré-vendas das Livrarias Saraiva

Tagged

Revista de contos tem duas primeiras edições grátis

A editora Phoenix Pick está distribuindo este mês as duas primeiras edições de sua revista de contos Galaxy’s Edge, editada pelo premiado Mike Resnick. A publicação começou em 2013, combinando histórias clássicas de autores conhecidos, material de escritores atuais e também inéditos de completos novatos no ramo. O primeiro número conta com Robert J. Sawyer, Kij Johnson, Jack McDevitt e James Patrick Kelly, e o segundo traz material de Mercedes Lackey, Robert Silverberg, Kristine Kathryn Rusch e Charles Sheffield, entre outros.

28781516198_5001d0ef16_z
© Phoenix Pick

Para baixar uma cópia, basta ir até a página http://www.phoenixpick.com/botm/GE.htm e seguir as orientações disponíveis. Neste link também é possível comprar as seis primeiras edições com desconto, ou fazer uma assinatura anual. A promoção é válida até o último dia do mês.

Galaxy’s Edge é uma revista bimestral, em publicação até hoje. A edição atual fica disponível gratuitamente no site oficial, enquanto o arquivo pode ser comprado em serviços de venda de livros eletrônicos: http://www.galaxysedge.com/

________________________________ ◊ Opinião ◊ ________________________________

Se não me falha a memória (e ela não está tão ruim ainda), li o primeiro ano inteiro da Galaxy’s Edge enquanto ia sendo lançada. Os contos clássicos são magníficos, obviamente, mas até o material recente não era dos piores. O Resnick é um autor premiado, mas seu trabalho como editor de antologias não é de se desprezar – provavelmente deixaram ele exercer uma mão pesada na escolha das histórias.

Acabei abandonando, bem como a maioria das revistas eletrônicas e sites de contos devido a uma peculiaridade minha. Adoro ler, mas preciso manter um registro exato dos livros consumidos. Antigamente fazia isso em uma planilha, hoje em dia pelo Goodreads (espero que deixem exportar o conteúdo quando fecharem). E apesar de tentar incluir a revista nessas listas como um livro, dado o seu tamanho considerável, meu cérebro não aceitava esse tipo de trapaça. Acabei abrindo mão para priorizar livros mesmo, e consequentemente meu consumo de ficção curta agora é quase inexistente.

Até tentei fazer uma lista de contos lidos, mas não tinha o mesmo apelo.

Mas fora essa trava psicológica particular, recomendo a leitura da Galaxy’s Edge.

Fonte: Newsletter da Phoenix Pick

Tagged ,

Coletânea de Lovecraft traz livro e contos

A editora L&PM Editores publica este mês H.P. Lovecraft: Obras Escolhidas. A coletânea inclui vários contos do autor, incluindo o popular A sombra sobre Innsmouth, e até mesmo o seu único romance, O Caso de Charles Dexter Ward. São 432 páginas em formato 14 cm x 21 cm e preço sugerido de R$ 57,90.

41449854265_b6de851c2e_z
© L&PM Editores

Howard Phillips Lovecraft, falecido em 1937 aos 47 anos, popularizou o gênero de horror com elementos de ficção científica, apresentando criaturas que atravessaram o frio do espaço para se esconder nas profundezas da Terra, milhões de anos antes do homem surgir. Suas criações mais populares incluem o monstro gigantesco Cthulhu e o livro mágico Necronomicon.

O primeiro conto do volume, O forasteiro, está disponível como amostra grátis no site da editora.

________________________________ ◊ Opinião ◊ ________________________________

Quem organizou essa coletânea entende muito bem do assunto. Esse conto acima, em minha opinião, é a melhor introdução possível ao material do autor. Curto, recheado das suas características principais, e ainda termina com uma reviravolta clássica.

A sombra sobre Innsmouth é o meu predileto, com seus extensos monólogos de caipira bêbado desdentado sobre os perigos que cercam a cidade de Innsmouth – depois que você pega o ritmo, você percebe a sabedoria por trás de suas palavras.

O Caso de Charles Dexter Ward li apenas uma vez e achei meio chatinho. Não seria uma das minhas prioridades para esta coletânea. Isso o Lovecraft tem em comum com o Robert E. Howard, seus melhores trabalhos são definitivamente contos.

A capa é meio “peculiar” para um volume de quase R$ 60 reais… vou deixar para julgar melhor quando encontrá-lo em uma livraria

Fonte: Newsletter da L&PM Editores

Tagged

Novo livro de Philip K. Dick questiona a realidade

A Suma de Letras vai lançar no início de junho O Tempo Desconjuntado, livro de Philip K. Dick inédito no Brasil. O protagonista Ragle Gumm vive em uma realidade alternativa nos Estados Unidos da América no ano de 1959, em que rádios não existem e Marilyn Monroe é uma desconhecida. A medida que objetos ao seu redor começam a ser substituídos por pedaços de papel com uma descrição do que eles eram, Ragle passa a questionar sua sanidade.

42155637342_e9bceac002_z
© Suma de Letras

São 272 páginas em formato 14,40 x 21,60 cm, com capa dura e preço sugerido de R$ 49,90.

________________________________ ◊ Opinião ◊ ________________________________

Bem que achei a capa e o preço estranhos – é o único livro do K. Dick da Suma de Letras, que talvez seja um selo da Companhia de Letras em vez de uma editora propriamente dita. Acho que a Aleph é atualmente a principal distribuidora do autor no Brasil, e quase todos os volumes possuem capas semelhantes, com hachuras (exceção sendo a belíssima edição de 50 anos de Androides Sonham com Ovelhas Elétricas?).

Estou lendo Ubik, do mesmo autor, e notei alguns elementos em comum: a substituição de pedaços de realidade e o questionamento da própria sanidade. Mas em Ubik os objetos vão regredindo no tempo, trocados por equivalentes de décadas anteriores; e a loucura é encarada com muito mais naturalidade pelos personagens, acostumados a lidar com ataques psíquicos e coisas semelhantes.

Outra história do autor com estrutura parecida, porém bem mais curta, é We Can Remember It for You Wholesale, adaptada para os cinemas no longa de ação O Vingador do Futuro. Neste caso, são as memórias do protagonista que vão sendo desmontadas, encontrando camadas e mais camadas abaixo delas, piorando a situação o tempo todo. É melhor que o filme.

Fonte: Pré-vendas da Saraiva

Tagged
Advertisements