Category Archives: Filmes

Aranhaverso da Sony ganha protagonista

Venom, inimigo do Homem-Aranha nos quadrinhos, vai retornar aos cinemas interpretado por Tom Hardy. O anúncio foi realizado pelos estúdios Sony, que está planejando criar um universo cinematográfico aproveitando personagens secundários das revistas do herói. A iniciativa deve chegar aos cinemas em outubro do ano que vem, com direção de Ruben Fleischer (Zumbilândia).

O Gollum da Marvel Comics
© Marvel

Outros projetos que estão sendo elaborados incluem o Sexteto Sinistro, um grupo organizado de inimigos do Homem-Aranha, e uma parceria entre a Gata Negra e Silver Sable, que já enfrentaram e se aliaram ao personagem em várias ocasiões, geralmente sozinhas.

________________________________ ◊ Opinião ◊ ________________________________

Que tal um projeto que não faz sentido algum? Assinam uma parceria com a Disney para enfiar o Homem-Aranha no universo cinematográfico da Marvel, efetivamente prendendo o personagem em um compromisso gigantesco, mas resolvem continuar fazendo filmes sem ele.

Ok, faz algum sentido – querem imitar o modelo da Marvel aproveitando os poucos direitos que possuem, que pelo jeito inclui todo mundo que já apareceu em uma HQ do cabeça de teia. No quesito popularidade o Venom é um ótimo lugar para começar, provavelmente sendo o mais reconhecível oponente desse herói.

Mas colocá-lo sozinho em um filme significa que vão mudar radicalmente o personagem, desde sua origem como gosma alienígena apaixonada pelo Homem-Aranha, ao seu papel de stalker da identidade secreta dele. Pelo jeito vão manter apenas o visual, que é basicamente o que importa aos fãs desse vilão.

Gostei mais da ideia da Silver Sable e a Gata Negra, mas o que diabos elas fariam em um filme solo também?

Fonte: Blastr

Tagged

Suspense revive assassino famoso

O mistério do Assassino do Zodíaco é o tema de mais um filme policial, Awakening the Zodiac. Desta vez um casal encontra fitas caseiras do serial killer e resolve utilizá-las como base para rastreá-lo e obter a recompensa pela captura. O lançamento está previsto para junho próximo.


© Sony Pictures

Shane West (A Liga Extraordinária) e Leslie Bibb (Homem de Ferro) são os nomes mais reconhecíveis em toda a produção.

________________________________ ◊ Opinião ◊ ________________________________

A premissa é incrivelmente besta, mas a obra não parece de toda má. Gostei de ver o elenco carregando armas de fogo, e ainda assim continuarem com medo do serial killer com pelo menos 80 anos de idade. Parece que vão se esforçar para deixar ele ameaçador.

Mas publiquei isso aqui em homenagem ao filme Zodíaco, de David Fincher, que assisti mais cedo este ano, uma década após seu lançamento. Apesar de ter quase três horas de duração, o longa consegue te manter interessado o tempo todo, com um monte de reviravoltas e a constante progressão dos personagens ao longo dos anos. E ainda arriscam um palpite quanto à identidade do criminoso.

Fonte: Blastr

Tagged

Idris Elba pode ser um astro de ação

Outro título que ganhou um trailer novo é A Torre Negra, adaptação cinematográfica da obra de Stephen King de mesmo título. Idris Elba é o protagonista Roland Deschain, o pistoleiro que atravessa dimensões em busca do local que dá nome à franquia. Seu inimigo é interpretado por Matthew McConaughey, o Homem de Preto.


© Columbia Pictures

Nikolaj Arcel é o diretor e roteirista do filme, dividindo o texto com Avika Goldsman, Jeff Pinkner e Anders Thomas Jensen. King participa apenas como produtor.

Os livros são publicados no Brasil pela editora Objetiva.

________________________________ ◊ Opinião ◊ ________________________________

Acho que já falei o bastante de meu desinteresse pelo King aqui (como se meus leitores não fossem 99% aleatórios), então vou resumir: li alguns capítulos de A Planta, há algumas décadas, e mais nada. Nenhuma outra grande explicação, só isso.

Essa série é recomendada por muita gente, apesar de alguns criticarem um livro específico lá pela metade, dizem até para pular o pobre. Ainda assim não me imagino lendo isso em qualquer ponto de meu futuro próximo, com tantos outros na fila. Talvez se ganhar uma versão em áudio gratuita, em alguma promoção do Audible.

Não consegui me entusiasmar pelo trailer, mas sou fã do Elba e acho o McConaughey capaz de trabalhos ótimos. Espero que consigam salvar essa produção, que pelo marketing até agora parece genérica demais. Não devia ter alguns elementos de horror?

Fonte: Columbia Pictures

Tagged

Mulheres Gigantes de Neon em Blade Runner

Blade Runner 2049 divulgou seu novo trailer, apresentando vários personagens inéditos. A história se passa 30 anos após o original, com uma conspiração sobre androides que pode causar problemas em escala mundial. Denis Villeneuve é o diretor, com Ridley Scott apenas produzindo. Hampton Fancher é novamente o roteirista da franquia, desta vez com apoio de Michael Green. Lançamento em outubro deste ano.


© Warner Bros Pictures

Além do atual protagonista K (Ryan Gosling) e o antigo, Deckard (Harrison Ford), já vistos antes, descobrimos que Robin Wright é uma chefe de polícia, Jared Leto é o criador de replicantes, e que estes estão presentes em uma maioria feminina.

________________________________ ◊ Opinião ◊ ________________________________

Uma coisa já está garantida, mesmo que apenas por estes vislumbres: o visual está magnífico. Os efeitos do spinner estão fraquinhos, mas as ruas e os hologramas estão um desbunde em neon. Parece que conseguiram avançar e ao mesmo tempo envelhecer o futuro apresentado em Blade Runner, mantendo boa parte do espírito da produção.

Fora os policiais da trama, todo mundo aparenta estar interpretando um esquisitão/esquisitona, o que pode ser cansativo. As inúmeras cenas do Gosling, não revelam muito sobre a personalidade do K, mas indicam alguns temas típicos de filme de detetive clássico: mocinha trágica, herói torturado, vilão com olhos esbugalhados.

Já temos um Tyrell; quem será o Roy Batty?

Fonte: Warner Bros

Tagged

Shyamalan anuncia sua primeira continuação/crossover

O elenco de Corpo Fechado e Fragmentado se reunirão em um filme em 2019, anunciou o diretor de ambos, M. Night Shyamalan. Bruce Willis e Samuel L. Jackson reprisarão os papéis de David Dunn e Elijah Price após 19 anos, contracenando com as múltiplas personalidades interpretadas por James McAvoy e a jovem Anya Taylor-Joy. O título do novo longa será Glass.


© Buena Vista


© Universal Pictures

Corpo Fechado é uma homenagem a quadrinhos de super-herói, imaginados de forma realista. Willis é o relutante protagonista invulnerável, enquanto Jackson ocupa a função do vilão Sr. Vidro (Mr. Glass no original), que ajuda-o a assumir seu papel no mundo.

________________________________ ◊ Opinião ◊ ________________________________

Acho que o desempenho recente de Manoj Shyamalan confirma aquela velha teoria, que sucesso e dinheiro demais só fazem mal ao talento. Depois que começou a colecionar centenas de milhões de dólares em toda bilheteria, deram a ele um upgrade para filmes com um orçamento que já começava absurdo, e o resultado foi praticamente uma década de fiascos – se analisar bem, há quase uma curva “quantidade de dinheiro x qualidade do longa”.

Daí ele resolve voltar aos filmes de suspense com um orçamento baixo para moderado, e todo mundo passa a adorá-lo novamente. Ou é culpa do sucesso exagerado anterior, ou ele simplesmente é bom somente em um gênero de filme. O que não é nada terrível, contanto que renda boas obras.

Corpo Fechado é o meu predileto de sua filmografia, e ainda não vi Fragmentado (exceto pelos trechos finais no Youtube, após esse anúncio). Minhas expectativas são enormes.

Fonte: Slash Film

Tagged ,

Veterano de Hollywood está irreconhecível

Robert De Niro interpreta o criminoso Bernard Madoff no filme The Wizard of Lies, da HBO, com estreia prevista para maio deste ano. Também estão no elenco Michelle Pfeiffer e Hank Azaria.


© HBO

Madoff ficou famoso ao ser preso em 2008, após confessar aos filhos que sua firma de investimentos era uma fraude. De acordo com a Wikipédia, teria causado um prejuízo real de 18 bilhões de dólares aos seus investidores, e um prejuízo potencial de 65 bilhões, que seria o retorno financeiro prometido aos clientes.

________________________________ ◊ Opinião ◊ ________________________________

Olhem só, De Niro sumindo em um personagem. Geralmente ele interpreta variações de um mesmo personagem, com alguns cacoetes, um sotaque diferente, talvez um penteado exótico – mas acho que nunca vi ele tão transformado assim, e não estou falando apenas do cabelo.

Encaixei esse filme na categoria policial, já que se trata de um crime de colarinho branco. Geralmente nesse gênero você imagina assaltos a banco, assassinatos, vinganças, e as típicas investigações que resolvem tudo no último minuto. Mas são pilantras como esse Bernie que realmente fazem estragos.

Outro nessa linha, muito divertido e com participação do excelente Ryan Gosling, é A Grande Aposta, sobre a crise financeira de 2008. Ajuda se você entender um pouco sobre a situação dos pacotes de hipotecas negociados sem dinheiro real algum para bancá-los.

Fonte: Slash Film

Tagged

Novo Star Wars chega com uma bomba

Em meio a promessas de continuar produzindo filmes sobre Star Wars pelas próximas décadas, a Disney lançou o primeiro trailer de Star Wars: Episódio VIII – Os Últimos Jedi. A segunda parte da nova trilogia chega aos cinemas em 15 de dezembro deste ano, desta vez com direção de Rian Johnson (Looper).


© Walt Disney Pictures

________________________________ ◊ Opinião ◊ ________________________________

E talvez menos engessado pelas expectativas de fãs rancorosos, podendo finalmente dar sua própria contribuição à franquia. Já que o episódio anterior foi apenas um festival de nostalgia, um ritual de passagem da coroa com duas horas de duração.

Desta vez o treinamento da Rey vai ser o foco central, assim como foi o do Luke anteriormente, o que não é um bom sinal. Mas pelo menos deram uma chacoalhada na trama com a bombástica declaração final do veterano Jedi – aposto que fazem ele mudar de ideia até o final do episódio 9.

Meio estranho não terem nenhum inimigo novo para mostrar, ou mesmo alguma ameaça anterior recauchutada. Um relance do Snoke sem a projeção holográfica, ou a capitã Phasma finalmente fazendo algo útil, ou mesmo outro stormtrooper metido a subchefe.

Mas temos ainda longos oito meses de marketing pela frente, logo eles aparecem.

Fonte: io9

Tagged ,

Piadas dominam Thor 3

Thor: Ragnarok ganhou seu primeiro trailer, dando ênfase no elenco novo e ao retorno do Hulk aos filmes do universo Marvel. A direção desta vez é de Taika Waititi, das comédias O que Fazemos nas Sombras e Flight of the Conchords. Cate Blanchett entra para a franquia como a vilã Hela, acompanhada por Karl Urban, Sam Neill, Jeff Goldblum e Tessa Thompson. Lançamento em novembro deste ano.


© Marvel Films

Reprisam seus papéis Chris Hemsworth, Tom Hiddleston, Benedict Cumberbatch, Idris Elba, Jaimie Alexander, Anthony Hopkins e Mark Ruffalo, além dos outros colegas asgardianos de Thor.

________________________________ ◊ Opinião ◊ ________________________________

Parece que a Disney/Marvel resolveu escancarar e transformar seus filmes em comédias de ação. Não dá para negar que rendem bons trailers, e nas duas tentativas mais óbvias anteriores, ótimos filmes: Guardiões da Galáxia e Homem-Formiga.

O próprio Hemsworth tem se destacado nos papéis mais cômicos que tem feito em anos recentes, como o novo Caça-Fantasmas. Ainda não vi, mas na época as resenhas geralmente elogiavam as idiotices que fazia em cena.

Eu achei que ia reclamar de novo do excesso de filmes de super-herói, mas acabei me divertindo com o trailer, então encerro aqui com otimismo. Que raro.

Fonte: Deadline

Tagged

Duna está sendo criado com cautela

A mais recente adaptação de Duna, romance de Frank Herbert, está caminhando lentamente para os cinemas. Além do diretor Denis Villeneuve (Blade Runner 2049), anunciando enquanto ainda trabalha na pós-produção de sua última ficção científica, o outro único nome divulgado é do roteirista Eric Roth.

“Capturaram... sardaukar?!” Ou algo assim, é um momento e tanto
© Aleph

Ele é um dos roteiristas principais em algumas produções com bons resultados críticos, como O Informante, Forrest Gump e Munique, além de ter colaborado em vários outros títulos. Participam como produtores executivos parentes do falecido escritor, bem como Kevin J. Anderson, um dos co-autores de continuações da saga.

Duna foi lançado em 1965 e traz conflitos entre famílias disputando controle político e econômico sobre o planeta Arrakis, única fonte da substância “melange”, capaz de amplificar a mente de seus usuários.  Ele está disponível no Brasil atualmente pela editora Aleph.

________________________________ ◊ Opinião ◊ ________________________________

Olha só, mais uma tentativa de adaptar Duna. Acho que intriga política com pouca ação e nenhum sexo não se traduz tão fácil assim para televisão ou cinema – Guerra dos Tronos seria o exemplo contrário.

Ler Duna é uma experiência transformativa para a maioria dos jovens que entra em contato com a obra. “Livros podem ser tão bons assim? Ficção científica pode ser tão profunda e complexa desse jeito?”. Recomendo pegar o treco pela primeira vez na adolescência e revisitá-lo quando adulto, algo que estou precisando fazer. A dificuldade para escrever aquele resumo de uma linha foi vergonhosa.

Achei uma versão razoavelmente barata na Amazon, em formato eletrônico – é provável que seja adquirida muito em breve. Não sei se prossigo nas continuações, ou sequer nas maluquices inventadas pelo filho dele com o Anderson. Vai depender de como reagirei a esse clássico 30 anos após o primeiro contato.

A versão eletrônica da Aleph não está muito mais cara que a americana… se meu filho não fosse tão malthusiano quanto a e-book readers, compraria pra ele. Mas já que prefere viver no século passado, que se vire! Deixará a experiência mais significativa, de qualquer modo.

Fonte: Coming Soon

Tagged

Valerian tem mais aliens de computador

O novo trailer de Valerian e a Cidade dos Mil Planetas apresenta mais detalhes sobre a estrutura que dá nome ao filme. A raça alienígena que parece comandar o local também explica a trama ao espectador, que obviamente inclui um inimigo misterioso e uma ameaça de destruição total. Lançamento em agosto.


© STX Entertainment

Luc Besson (O Quinto Elemento) dirige e escreve essa adaptação de uma história em quadrinhos francesa, com Dane DeHaan (O Espetacular Homem-Aranha 2) e Cara Delevingne (Esquadrão Suicida) protagonizando. Também estão no elenco Ethan Hawke, John Goodman, Clive Owen, Mathieu Kassovitz, Rutger Hauer e a cantora Rihanna.

________________________________ ◊ Opinião ◊ ________________________________

Esse diretor costuma fazer espetáculos visuais intercalados com filmes mais simples, tendo feito um belo estrago nas bilheterias nos anos 90. O Profissional e O Quinto Elemento são obras que você simplesmente assiste até o fim ao esbarrar com elas em um canal qualquer – o material é de ótima qualidade.

Infelizmente dos anos 00 em diante parece ter se apaixonado por efeitos especiais em computador. Agora os espetáculos que produz são totalmente compostos de CGI, e ele nem se preocupa em disfarçar, parece deixar a coisa irreal de propósito, quase cartunesca. Aposto que faria uma excelente continuação ou remake de Uma Cilada para Roger Rabbit.

Valerian é um festival de atores perambulando no meio de telas verdes e interagindo com técnicos carregando hastes cheias de pontos de referência. Os cenários estão bonitos, dá até para notar alguma influência cyberpunk em certos pontos dessa cidade espacial, mas os alienígenas são deprimentes. Enquanto Quinto Elemento ainda parece ótimo, vinte e dois anos após seu lançamento, o resto de seus filmes de efeitos de computador estão envelhecendo rapidamente.

Mas acho que o ponto que realmente me decepcionou nesse trailer foi a música repetida. Funcionou muito bem no primeiro, mas não precisam exagerar.

Fonte: Blastr

Tagged