Novo Demolidor promete mais violência e menos uniforme

A terceira temporada do Demolidor chega ao Netflix no dia 19 de outubro, informa o serviço de streaming de vídeo. Um trailer foi divulgado com o protagonista, interpretado por Charlie Cox, monologando sobre seu trabalho como vigilante e insinuando que o vilão será novamente o Rei do Crime, papel de Vincent D’Onofrio.


© Netflix

Demolidor é a primeira série da parceria Marvel e Netflix, expandida com Jessica Jones, Luke Cage, Punho de Ferro e Os Defensores, sendo esta última uma reunião de todos os personagens.

________________________________ ◊ Opinião ◊ ________________________________

Parece que se arrependeram do uniforme de super-herói. E realmente o visual original em seus primeiros episódios é a versão mais interessante que conseguiram produzir.

Terminei de assistir à segunda temporada de Punho de Ferro (segunda vez que digito Pinho de Ferro, meu subconsciente está querendo me dizer algo) neste final de semana. Deram um destaque gigantesco ao elenco feminino, ao mesmo tempo encolhendo a importância e competência dos personagens masculinos, o que deve ter garantido elogios à produção, anteriormente marcada por críticas devido ao seu protagonista masculino, caucasiano e apropriador cultural de artes marciais asiáticas. Pois é.

Apesar disso o roteiro enxuto ficou melhor que o da primeira temporada, com menos tangentes inúteis (mas ainda têm várias), motivações mais claras (exceto a do vilão), e razoavelmente mais divertido. Vou evitar entregar a reviravolta final, que não chega a anular a reviravolta anterior, mas me pareceu uma saída meio fácil para evitar controvérsias com os fãs dos quadrinhos originais, que, convenhamos, não devem ser tantos assim – não é um personagem muito popular.

A principal fraqueza desta temporada é a mesma da segunda temporada de Jessica Jones: não conseguiram produzir um bom vilão. Ao menos Luke Cage teve um inimigo razoável em sua segunda tentativa, após terem desperdiçado potencial na metade da primeira e encaixado um oponente ridículo na reta final – parecido com a segunda temporada de Demolidor, que inicia ótima com o Justiceiro, e fica tosca ao focar em Elektra (ela própria sendo o ponto fraco de Os Defensores).

Acabei fazendo uma análise da franquia toda, que pode ser resumida em: arranjem um bom vilão.

E diminuam a quantidade de episódios, Punho de Ferro teve apenas 10, mas podia ter caído para 8 sem problema algum.

Fonte: Canal do Netflix no Youtube

Tagged

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s