Monthly Archives: March 2018

Atriz veterana em drama sobre fraude financeira

Michelle Pfeiffer é a protagonista em Where is Kyra, drama sobre uma mulher sem dinheiro que resolve tomar medidas extremas. Para evitar ser despejada de seu apartamento, assume a identidade de sua mãe falecida e tenta continuar recebendo a aposentadoria em seu nome. Lançamento em abril, nos EUA.


© Paladin

Ela contracena com Kiefer Sutherland, único outro nome memorável no elenco. A direção é de Andrew Dosunmu, que coescreveu o roteiro com Darci Picoult, ambos apenas com filmes independentes no currículo.

________________________________ ◊ Opinião ◊ ________________________________

Se esse filme fosse uma tendência no cinema americano, ela seria bem-vinda. Contrate atrizes e atores veteranos e deixe-os atuarem a vontade. Nada de dividir espaço com elenco de novatos, roteiros malucos e cenários extravagantes. Apenas relaxem e aproveitem a capacidade desse pessoal.

Claro, não vai atrair os bilhões de dólares que filmes de super-heróis são obrigados a render, mas, por outro lado, custam bem menos e são mais fáceis de produzir. Quanto deve ter custado esse exemplo acima? Uns 5 milhões? Se for mal nas bilheterias, nem sequer arranha o orçamento das empresas envolvidas. Mas se tiver boas resenhas, arrecadar alguns prêmios, recupera o investimento ao ser vendido para catálogos de streaming ou em discos.

E nada como uma produção independente de vez em quando, para limpar o paladar.

Fonte: IMDb

Advertisements
Tagged

Anime de fantasia sombria ganha dois filmes

O anime Made in Abyss vai ganhar dois filmes resumindo a sua primeira temporada, lançada em 2017. Os lançamentos estão previstos para o final deste ano e começo do próximo, nos cinemas japoneses. Os títulos são Made in Abyss: Journey’s Dawn e Made in Abyss: Wandering Twilight.

Deem meia volta! Desistam!
© Kinema Citrus

A animação adapta o mangá de mesmo nome, sobre uma dupla de crianças explorando um gigantesco abismo no meio da cidade em que residem. O produto combina fantasia e horror, com os protagonistas precisando enfrentar obstáculos naturais, monstros e adultos bizarros.

Uma segunda temporada já foi confirmada.

________________________________ ◊ Opinião ◊ ________________________________

Dois filmes para resumir 13 episódios? Pelo jeito os envolvidos não querem abrir mão de muita coisa nessas compilações – sem falar que o treco mal vai ter completado um ano fora do ar quando lançarem o primeiro filme.

Já sabia que havia sido um sucesso de crítica, com a quantidade de resenhas positivas e comentários gerais sobre audiências com o coração retorcido (especialmente após o episódio duplo final). Mas que foi sucesso financeiro a esse ponto, é espantoso. É um produto muito bom, mas não é exatamente uma coisa que dê vontade de assistir repetidas vezes. Experimentos com crianças, mutilação, eutanásia e outros temas simpáticos, com personagens desenhados de maneira infantil e caricata. A combinação é poderosa. E o excelente trabalho dos dubladores, a música e os efeitos sonoros ajudam muito a atingir esse patamar.

Mas realmente é um treco bem tenebroso.

Fonte: Anime News Network

Tagged ,

Deadpool 2 tem trama complexa e supergrupo

O novo trailer de Deadpool 2 foi lançado hoje (22), trazendo uma explicação um pouco mais clara da trama. Em vez de destacar apenas o viajante no tempo Cable, o vídeo apresenta um grupo de super-heróis comandados pelo protagonista, o X-Force. Lançamento em maio, na maior parte do mundo, mas sem uma data oficial no Brasil ainda.


© 20th Century Fox

Ryan Reynolds volta como o personagem principal, Deadpool, novamente acompanhado por Morena Baccarin, T.J. Miller, Leslie Uggams, Karan Soni, Brianna Hildebrand e a voz de Stefan Kapicic. Entram na franquia Josh Brolin, Zazie Beetz, Terry Crews e Eddie Marsan. A dupla Rhett Reese e Paul Wernick retornaram como roteiristas, mas o diretor agora é David Leitch (Atômica), substituindo Tim Miller.

________________________________ ◊ Opinião ◊ ________________________________

Assisti o Deadpool nos cinemas, uma experiência hilária, apesar da sala lotada e o filme ter começado antes da hora, e rebobinado para o começo assim que chegou na hora certa. Putz, usei “rebobinado”… acho que é a primeira vez esta década.

Os trailers do Deadpool 2 estão muito divertidos, mas nada hilários até agora. Não lembro se o primeiro tinha trailers hilários, porém. Outra mudança é a complexidade da trama. Antes o anti-herói estava apenas em busca de vingança contra um desafeto como tema central. Agora temos viagem no tempo, uma prisão de super-heróis, alguma organização maligna, um super-grupo… achei que a ideia por trás da demissão do Miller era manter a franquia simples e barata. Mas parece que economizaram apenas no elenco, com um único nome novo e caro.

Fonte: IMDb

Tagged

Psiônicos futuristas precisam de dinheiro

A editora independente Dreamscarred Press lançou uma campanha no site de financiamento Kickstater para bancar os custos de produção do livro Psionics Guide. O manual será compatível com o sistema de RPG de mesa Starfinder, trazendo classes, raças, arquétipos e equipamentos ligados a poderes mentais.

A capa é fajuta, mas funciona bem demais. A arte parece até planejada por um algoritmo...
© Dreamcarred Press

O custo inicial é de 5 mil dólares, já atingidos em apenas dois dias. Agora a empresa vai adicionar mais conteúdo conforme a quantia de financiamento, sendo o primeiro objetivo um pacote temático chamado “Children of the Void”, com novas opções para personagens e ferramentas para Game Masters.

O valor mínimo para participar e adquirir uma cópia do livro é de 10 dólares. O prazo final é 19 de abril.

________________________________ ◊ Opinião ◊ ________________________________

Já comprei a minha cópia. Após o lançamento imagino a coisa custando 15 ou 20 dólares, dependendo da quantidade de material extra liberado. Espero que a data de entrega de dezembro de 2018 seja apenas uma margem gigante para evitar “se atrasarem”, e que terminem antes.

Serão apenas quatro classes, com o Psion e o Aegis adaptados do Ultimate Psionics, para Pathfinder, e o Specialist e Integrator amontoando outras classes antigas. Mas as funções básicas estão cobertas: usuário de magia (ou poderes psiônicos, neste caso), combatente marcial, o habilidoso e o responsável pela cura. Classes icônicas como o Wilder e o Soulknife foram transformados em arquétipos, uma opção que troca alguns poderes de cada classe por outros novos. Espero que mantenham as façanhas tão enxutas quanto no Starfinder.

Participei um pouco do playtest que estão fazendo, inclusive divulgando o treco por aqui. Me parece que estão se segurando demais, apenas adaptando a maioria do conteúdo clássico em vez de fazer maluquices inéditas, no mesmo espírito que o novo sistema. Mas sou fã do tema psiônico (desde Advanced Dungeons & Dragons), sendo a versão da Dreamscarred Press para Pathfinder um dos primeiros livros compatíveis que adquiri para o sistema – e provavelmente tenho mais material deles do que da própria Paizo.

Parece que miraram baixo com essa meta de 5 mil dólares. Apesar do aparente sucesso financeiro de Starfinder, o mercado de compatíveis anda muito arisco com suas próprias produções.

Fonte: Kickstarter do Psionics Guide

Tagged ,

Secret World Legends revela novo país

O MMORPG de horror moderno Secret World Legends vai ganhar uma atualização no começo de abril, intitulada Dawn of the Morninglight. Serão apresentados novos monstros e mapas, desta vez situados na África do Sul. Esta é a primeira vez que o jogo ganha conteúdo inédito, desde que foi convertido para a modalidade free-to-play.


© Funcom

Secret World Legends combina folclore local, atualizado ou modificado com toques macabros, e teorias de conspiração modernas. Os jogadores controlam personagens com poderes sobrenaturais, lutando contra monstros e facções inimigas tentando modificar os rumos da história mundial.

________________________________ ◊ Opinião ◊ ________________________________

O conteúdo parece ótimo, como sempre. Fiquei tão decepcionado com o material em Tóquio, uma tonelada de combate sem uma história decente ou locais interessantes para visitar, que acabei desanimando. E com a população ridiculamente reduzida nas áreas comuns, resolvi desinstalar o monstrengo.

Fiquei com vontade de visitar o novo conteúdo, mas provavelmente teria dificuldades no mapa devido à falta de equipamento de alto nível. Precisaria terminar os aborrecidos mapas de Tóquio para ganhar mais poder e visitar a África do Sul.

Acho que vou persistir mais um pouco em Diablo 3 e testar algumas coisas no meu catálogo de single player… caso nada me prenda a atenção, daí reinstalo Secret World Legends.

Fonte: MMORPG.com

Site oficial: https://www.secretworldlegends.com/

Tagged

Renovado anime sobre adolescente psíquico

Mob Psycho 100 vai ganhar uma segunda temporada, de acordo com a produtora Bones. O anime foi lançado em 2016 e é uma adaptação do mangá de mesmo nome, criado pelo mangaká ONE (também responsável por One-Punch Man). Não foi divulgada uma data para a nova série.


© Tokyo MX

O protagonista Mob é um adolescente com inacreditáveis poderes psíquicos, mantidos sob controle graças à sua falta de emoção, medida em porcentagens. Quando atinge os 100%, porém, se transforma em um monstro.

________________________________ ◊ Opinião ◊ ________________________________

Li vários capítulos do mangá, já que o ONE é consistentemente hilário, além de criativo na composição de personagens secundários, sejam vilões ou aliados. Não faço ideia porque parei – provavelmente se perdeu no meio da vasta oferta de quadrinhos japoneses na atualidade. E acabei não assistindo o anime também, mas nesse caso tenho um motivo menos vago: estava um pouco queimado de comédias, depois de vários fracassos ao longo de 2016, e evitei me arriscar.

Com a novidade, acho que vou colocá-lo na lista de catálogo a ser reexaminado. Não tenho conseguido fazer grandes avanços na lista de velharias, mas quem sabe a próxima safra será tão ruim que precisarei revisitar antiguidades e outros animes de qualidade que passaram despercebidos.

Fonte: Anime News Network

Tagged

Jogador N.º 1 tem primeira propaganda empolgante

A menos de um mês de seu lançamento, o filme Jogador n.º 1 ganhou um novo trailer, repleto de material inédito. Steven Spielberg dirige esta homenagem à cultura popular dos anos 80, baseada no livro de mesmo nome de Ernest Cline, protagonizado por Tye Sheridan e Olivia Cooke.


© Warner Bros

Na trama, o jovem Wade Watts é um dos usuários do MMOG de realidade virtual Oasis, serviço que consome a maior parte do tempo e da economia da humanidade. Ele é um dos caçadores das três chaves deixadas pelo criador do sistema, que transferem a propriedade da coisa toda para quem resolver os enigmas que levam a elas.

________________________________ ◊ Opinião ◊ ________________________________

Entre as resenhas bizarramente positivas e esse trailer (o primeiro não constrangedor de todos lançados até agora), finalmente me convenci a ir assistir esse treco em abril. Apesar de não conseguirem manter as referências predominantemente nos anos 80 (virou muito mais um festival de referências à carreira do próprio Spielberg), o que é o grande e quase único apelo da obra, parece que criaram um espetáculo divertido o bastante para justificar uma ida aos cinemas.

Sério, a diferença entre esse trailer e os anteriores é incrível. Parece que pegaram o resto do orçamento de marketing e contrataram alguém que sabia o que estava fazendo, misturando momentos humanizados e intimistas entre os personagens, com cenas de balbúrdia apenas salpicadas ao longo do vídeo. O treco ficou bonito! E as músicas não atrapalham mais, apenas complementam a experiência.

Gostei mais desse do que o do novo Vingadores, recém-publicado, que também deu uma melhorada considerável em relação ao primeiro.

Fonte: IMDb

Tagged

Harry Potter -2 ganha trailer

Está disponível o primeiro trailer de Animais Fantásticos: Os Crimes de Grindelwald, franquia derivada de Harry Potter. Eddie Redmayne é o protagonista Newt Scamander, vivendo aventuras relacionadas a monstros mágicos ao redor do mundo, várias décadas antes da história principal. J. K. Rowling, responsável pela saga literária, assina os roteiros destes filmes também. Lançamento em novembro deste ano.


© Warner Bros

Johnny Depp interpreta o vilão que dá o título ao longa, acompanhado por Zöe Kravitz, Ezra Miller, Katherine Waterston e Jude Law. David Yates, responsável por quatro filmes do Harry Potter, retorna à função para mais este, e deve continuar no emprego por outros três longas ainda.

________________________________ ◊ Opinião ◊ ________________________________

Talvez seja porque não assisti o primeiro, ou qualquer outro filme de Harry Potter por inteiro, mas não entendi absolutamente coisa alguma do que está acontecendo nesse trailer. Esse protagonista não é o autor de uma enciclopédia de monstros (meu filho tem uma cópia)? Então ele não deveria estar bancando o biólogo mágico e pesquisando monstros em locais obscuros da natureza, ao invés de ficar correndo de lá para cá dentro de capitais europeias?

E por que o Jude Law não está usando um robe de mago para interpretar a versão mais jovem do professor mágico do Harry Potter? Achei que o personagem só usava túnicas. Típica bizarrice de fazer prelúdios de coisas populares, as inconsistências se acumulam rápido, e são percebidas com muita facilidade.

Será que meu filho vai querer assistir esse Harry Potter 10 também? Foi nos cinemas ver o anterior, mas não manifestou interesse em comprar o treco em DVD, como fez com a franquia original. Talvez tenha finalmente enjoado/crescido.

Fonte: IMDb

Tagged

O submundo do telemarketing em nova comédia

Confira o primeiro trailer de Sorry to Bother You, comédia surrealista sobre telemarketing e racismo. O longa é protagonizado por Lakeith Stanfield (Atlanta), com Tessa Thompson, Arnie Hammer, Steven Yeun, Terry Crews e Danny Glover. Dublam alguns dos personagens os comediantes Patton Oswalt e David Cross. A direção e roteiro são do estreante Boots Riley.


© Annapurna Pictures

________________________________ ◊ Opinião ◊ ________________________________

Mas que elenco! Veteranos premiados, comediantes conhecidos, alguns atores de médio porte mas ainda no auge de sua fama, e o jovem Lakeith Stanfield (que parece trocar de nome artístico com a mesmo frequência que um rapper americano) protagonizando. Assisti ao trailer devido à presença dele no cartaz – sua participação em Atlanta é um dos pontos altos do programa.

O visual do filme está sensacional, com suas piadas físicas lembrando comédias sobre usuários de drogas dos anos 90. Mas o longa é mais um representante do humor racial cada vez mais em destaque nos EUA – o especial do Chris Rock no Netflix é outro exemplo recente. Imagino quanto tempo mais vão conseguir continuar nessa vertente até um dos lados se encher.

Espero que o produto todo seja tão engraçado quanto essa amostra.

Fonte: IMDb

Tagged

Coletânea de Dick para quem gostou da série

A editora Aleph lança ainda este mês Sonhos Elétricos (Eletric Dreams), coletânea do autor Philip K. Dick, com as histórias que inspiraram a série da Amazon de mesmo nome. São 256 páginas pelo preço sugerido de R$ 44,90. Uma versão digital da obra deve ficar disponível em breve também.

40778248891_6d53035638_z
© Aleph

Os títulos dos contos não foram divulgados, mas a editora informa que são 10. De acordo com a sinopse, trata-se de “uma antologia de histórias futurísticas que, ao mesmo tempo, ilustram a visão profética de Dick e celebram o eterno apelo midiático de sua obra”.

________________________________ ◊ Opinião ◊ ________________________________

Acho que daria para pegar um guia de capítulos de Eletric Dreams e utilizá-lo como base para deduzir quais os 10 contos da antologia, mas se a editora prefere fazer mistério, para que ser estraga prazeres? Tenho algumas coletâneas do autor, adquiridas em sebos e até em um alfarrábio em Alagoas – o texto geralmente é questionável, mas as ideias centrais das histórias sempre são boas, algumas chegando a dar aquele raro nó no raciocínio.

Até hoje consumi somente o material “fácil” do autor, os livros mais populares e comerciais. Ainda preciso me aventurar nas coisas místico-surreais-religiosas como Valis e Ubik. Acho que até comecei um deles, mas acabei desistindo devido à chatice. Ainda tenho muito material do Philip K. Dick para ler antes de chegar ao ponto de tentar de novo. E acho que nunca terei a convicção necessária para encarar o mitológico tratado existencialista dele – que me lembre tinha mil páginas ou algo assim? Ou será que era apenas um boato da internet nos anos 90? Foi a fase que mais me dediquei ao autor, quando informações malucas não eram facilmente verificáveis.

Fonte: Pré-vendas da Saraiva

Tinha escrito um post sobre o lançamento de Deus Imperador de Duna, repleto de comentários sobre minha experiência com a franquia, ainda na época da editora Nova Fronteira – daí fui verificar alguns detalhes e descobri que havia sido lançado ano passado, e o que está em pré-venda é apenas a segunda edição. Que praga.

Tagged
Advertisements