Pathfinder integra regras e mundo de fantasia

A editora Paizo está introduzindo seu cenário de campanha Golarion na linha principal de produtos do RPG de mesa Pathfinder. A novidade vai começar no livro Adventurer’s Guide, que detalha o funcionamento de 18 organizações diferentes que empregam aventureiros. Também serão apresentadas novas magias, façanhas, itens mágicos, classes de prestígio, arquétipos e novos poderes para as classes já existentes, tudo atrelado aos tais grupos.

34141586401_85e07cfa2d_z
© Paizo

O livro será lançado em maio deste ano, por US$ 39,99, com a versão digital chegando no final do mesmo mês, pelo preço reduzido de US$ 9,99.

Apesar de serem parte do mundo de Golarion, as organizações podem ser reaproveitadas em outros cenários, com regras próprias para isso disponíveis no volume.

________________________________ ◊ Opinião ◊ ________________________________

Acho que essa é uma das melhores decisões da editora nos últimos anos, desde que lançaram o muito criticado Advanced Class Guide. Ao invés de entupir os jogadores com mais classes e sistemas opcionais que ninguém usa, vão expandir o mundo que inventaram e projetá-lo ainda mais, atingindo o público externo que costuma comprar apenas livros de regras.

Sistemas de RPG costumam ser reciclados em edições novas assim que atingem certa idade e excesso de opções, e Pathfinder já está com uma boa quantidade de anos e produtos acumulados. No sistema de mesas de jogos organizados que mantêm, já criaram uma versão utilizando apenas uma pequena parte dos livros, para facilitar a vida dos novatos – sinal claro de fadiga. E ainda precisam competir com a nova edição de Dungeons & Dragons, marca mais popular e extremamente simplificada em comparação.

Pessoalmente, continuo utilizando o sistema porque adquiri uma quantia absurda de PDFs nos últimos anos, e porque a Wizards of the Coast se recusa a vender os manuais em formato digital. O mais perto que chegam é o Fantasy Grounds, programa que aproveita conteúdo dos livros, mais voltado para criar e manter um personagem coerente. Enquanto isso, cópiass piratas de seus livros circulam livremente pela internet. Vá entender esse modelo de negócios.

Fonte: Paizo

Advertisements
Tagged

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s