Ghost in the Shell ocidental ganha trailer

Após vários teasers de segundos, está disponível o primeiro trailer de tamanho normal de Vigilante do Amanhã: Ghost in the Shell. Com direção de Rupert Sanders (Branca de Neve e o Caçador), o filme traz Scarlett Johansson como a Major, uma ciborgue de corpo inteiro liderando uma força internacional de caça a criminosos que empregam alta tecnologia em seus atos. Lançamento em março do ano que vem.


© Paramount Pictures

Também estão no elenco Takeshi Kitano, Michael Wincott, Juliette Binoche e Rila Fukushima. O roteiro é de Jonathan Herman (Straight Outta Compton: A História do N.W.A) e Jamie Moss (Os Reis da Rua).

O longa é uma adaptação do manga original de Masamune Shirow, com influência dos longas animados e das séries de anime para televisão.

________________________________ ◊ Opinião ◊ ________________________________

A nacionalidade dos personagens nunca me incomodou para começo de conversa (é uma adaptação ocidental, então podem mudar o que quiserem – o potencial de lucro numa produção dessas é muito mais importante que fidelidade ao material original). Estava realmente preocupado com o visual e a trama.

Quanto ao visual, não tenho mais temor algum – acho que mantiveram o espírito dos filmes e ainda adicionaram um toque próprio, talvez até melhorando um pouco. O roteiro, porém, ainda me incomoda. Pelo teaser parece que criaram um conflito novo para a protagonista, sobre suas memórias serem falsas (algo parcialmente trabalhado na terceira série animada) e a deixaram um pouco mais emburrada do que nas animações. Talvez funcione para essa versão, não sei… só espero que não retirem demais a sua praticidade para resolver problemas, com tiros ou pancadas.

E nem dá para reclamar muito dessa nova personalidade… a versão animada é completamente diferente do mangá, onde ela faz piadas e palhaçadas o tempo todo. É um choque ler os quadrinhos depois de ter acompanhado somente os animes, onde apagaram todo o humor e sexo.

E não reclame do título nacional. O original é apenas mais um exemplo de “engrish” japonês, para soar bacana, mas sem muito sentido. “All You Need is Kill”? “Skip Beat”?

Fonte: Deadline

Tagged

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s