Expansão de Deus Ex é um “heist” de dados

Deus Ex: Mankind Divided lançou sua primeira expansão, System Rift, neste final de semana, para PlayStation 4, Xbox One e PC. O protagonista dos jogos recentes, Adam Jensen, precisa pagar um favor a um antigo conhecido e invadir um banco de dados pessoalmente. O local é extremamente protegido, e vai obrigar Jensen a enfrentar guardas armados, drones, robôs e sistemas de segurança automáticos.


© Square Enix

Mankind Divided foi lançado há pouco mais de um mês, aproveitando os temas típicos da franquia: cyberpunk, implantes cibernéticos e conspirações. Nesta edição os desenvolvedores do jogo também enfatizaram a divisão entre seres humanos naturais e os aumentados por tecnologia, justificando o título.

________________________________ ◊ Opinião ◊ ________________________________

O diálogo é de doer, mas o cenário é ótimo – principalmente o visual, robôs, drones, implantes, em suma, tudo que é eletrônico. Os personagens realmente exageram no caricato: protagonista sombrio e relutante, velho amigo repugnante e suspeito, hacker descolada fã de moda… só falta o vilão bigodudo com ódio inexplicável de alguma coisa. Nada que não dê para contornar pulando os cinematics!

Outro post sobre um produto cyberpunk em pouquíssimo tempo. Estamos em uma excelente fase, eu diria! Espero que se mantenha assim, por alguns meses. Em breve teremos o trailer oficial de GitS e o final da campanha de IZ 2.0, o que já é alguma coisa a se aguardar com boas expectativas.

Fonte: Videogamer.com

Tagged

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s