Cyberpunk para Pathfinder em desenvolvimento

Interface Zero 2.0 é um cenário de campanha cyberpunk, ambientado no ano de 2090, compatível com as regras do RPG de mesa Pathfinder. O livro está em campanha de arrecadação de fundos no Kickstarter, tendo ultrapassado a meta básica de 10 mil dólares hoje, após cinco dias do lançamento. Os próximos objetivos incluem mais artistas profissionais e expansões de conteúdo, incluindo cidades e o próprio sistema solar.

Preciso começar a anotar esse monte de ideias na minha cabeça
© Gun Metal Games

São mais de 400 páginas incluindo sete raças (entre elas androides, ciborgues, humanos 2.0, híbridos e até criaturas escravizadas criadas em laboratórios), 16 classes (hackers, pilotos de drones, psíquicos, ídolos, membros de gangue, agentes, ronin, e contrabandistas, para citar metade), um sistema alternativo de combate, regras para utilizar e hackear a hiper-realidade (uma mistura de internet + realidade aumentada usada por quase todo o mundo), novos equipamentos futuristas, robôs e outros horrores tecnológicos.

Neste cenário, as potências econômicas atuais foram quase todas destronadas, abrindo espaço para a dominação mundial da China, uma aliança de nações africanas, e do Brasil. Colônias em outros planetas também são comuns, mas o controle de corporações sobre os habitantes delas é ainda pior do que o exercido na Terra.

O livro também será compatível com Starfinder, a versão futurista de Pathfinder que a própria editora Paizo está elaborando, após seu lançamento.

________________________________ ◊ Opinião ◊ ________________________________

Não planejava voltar ao Kickstarter tão cedo, depois da mordida de 25 dólares no mês passado ou retrasado. Mas tive que entrar nessa campanha também, com meus módicos 20 dólares (pelo livro principal + 1 aventura). Não só o material é muito convincente, como também planejam entregar os produtos já em janeiro – provavelmente está tudo pronto e só precisam comprar mais arte, talvez atualizar a diagramação.

Mas vejamos as fontes de inspiração dos autores: livros do William Gibson, e também Altered Carbon, Androides Sonham com Ovelhas Elétricas? e Nevasca; animes como Akira, Cowboy Bebop, e Ghost in the Shell. Se tivessem incluído alguns filmes eu ficaria ainda mais feliz (especialmente Blade Runner), mas já é uma base muito razoável. E na introdução ainda argumentam sobre atualizar o cyberpunk utilizando referências atuais, ou seja, também planejam dar uma revitalizada no gênero. Simplesmente falaram todas as coisas certas. Fiquei meio doido para mestrar algumas partidas com esse livro, mas ainda tenho pelo menos 4 meses de espera pela frente.

Vou acabar comprando aquela última expansão de Shadowrun Returns que lançaram no ano passado, para aliviar o vício em cyberpunk. Bem que podiam baixar o preço…

Fonte: Kickstarter

Tagged

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s