Star Wars 3.5 economiza nas participações especiais

A Walt Disney Pictures lançou esta semana o primeiro trailer de Rogue One: Uma História Star Wars. Gareth Edwards (Godzilla) dirige esta trama alternativa no universo de Star Wars, sobre os rebeldes que roubam os planos da Estrela da Morte antes do Episódio IV. Felicity Jones protagoniza, com Diego Luna, Donnie Yen, Alan Tudyk, Ben Mendelsohn, Mads Mikkelsen e Forest Whitaker. Lançamento em dezembro deste ano.


© Walt Disney Pictures

________________________________ ◊ Opinião ◊ ________________________________

O visual ficou muito interessante. É o mesmo universo, mas sem a presença mística dos Jedi ele ficou muito mais real, sujo e perigoso (apesar de todo mundo continuar surrando os Storm Troopers). Os diálogos estão meio sofridos e o trailer poderia ter passado com menos declamações.

Outra coisa que pode reforçar o conceito sombrio é a aparente ausência de um droide como alívio cômico; vi um robô seguindo eles em alguns momentos, mas parece um droide de combate! Adoraria ver isso (e aposto que é a voz do Tudyk).

Não tinha notado a coincidência (!) de outra protagonista feminina na nova fase de Star Wars até ler os comentários no Youtube. É claro que a presença de duas mulheres comandando os novos filmes pode incomodar algumas pessoas, preocupadas com a possibilidade do discurso de justiça social/politicamente correto contaminar seu conto de fadas espacial, mas eu não vejo problemas. Se exagerarem na dose, vão começar a afastar consumidores, o que forçaria uma correção de percurso imediata. O que realmente me espanta é a quase total ausência de mulheres nos créditos desse filme, exceto pela mocinha revoltada e a Mon Mothma.

Ao terminar de assistir o vídeo fiquei com a impressão que faltou alguma coisa. Os cenários, vilões e veículos estão lá, mas tudo parece solto demais da franquia principal. Acho que exageraram na quantidade de personagens inéditos, com os quais não temos conexão alguma, e falharam ao não incluir um único nome icônico. Em uma franquia como Star Wars, em que os personagens são tão absurdamente importantes (veja o Episódio VII, onde conectaram quase todos os novatos a algum veterano), não dá para simplesmente começar do zero – é necessário um pouco de crossover que seja.

Digo, o Ewan McGregor estava ocupado demais para filmar uma participação como Obi-Wan Kenobi? O ator anda praticamente se jogando em cima da Disney, querendo voltar ao papel para mais um longa. Dizem que o próprio Darth Vader deve aparecer no filme; por que não insinuar sua presença então? Mas imagino que vão fazer coisas melhores nos próximos oito meses até a estreia.

Fonte: io9

Tagged ,

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s