Mel Gibson imundo e criminoso (em filme)

Mel Gibson é o protagonista de Herança de Sangue, filme do francês Jean-François Richet (Assalto à 13ª Delegacia). Ele interpreta um ex-presidiário que tenta viver longe do crime, trabalhando como tatuador. Sua filha se envolve com traficantes e acaba sendo ameaçada por eles, forçando Gibson a voltar às suas raízes criminosas para protegê-la. Lançamento em agosto.


© Lionsgate Premiere

Também estão no elenco William H. Macy (Fargo), Diego Luna (Elysium) e Erin Moriarty (Jessica Jones). O roteiro é baseado no livro Blood Father: A Novel, de Peter Craig, inédito no Brasil. Ele trabalha na adaptação também, com a roteirista Andrea Berloff (The Legend of Conan).

________________________________ ◊ Opinião ◊ ________________________________

Eis aqui uma curiosidade, possivelmente uma reviravolta até: no trailer fica óbvio que o Gibson é o protagonista, já que ganha mais tempo em cena que todo mundo. Mas a sinopse do livro, na Amazon, coloca a filha dele, a Erin Moriarty, como protagonista. Talvez o trailer tenha sido editado para causar uma falsa impressão?

Por falar nessa jovem, apesar de toda a maquiagem e o visual meio destruído, tinha certeza de reconhecê-la de alguma coisa recente. Mas apenas verificando a ficha cinematográfica dela no IMBd para acreditar que é a mesma menina de Jessica Jones. Pelo jeito ela tem talento, ou um daqueles rostos neutros que se transformam nas mãos de um make-up artist competente.

Acho que apesar de todas as cenas de ação, cenários sujos, vilões e heróis barbudos, faltou algo que justificasse todo esse destaque dado ao Gibson. Só mostram ele fugindo – o que também é uma habilidade útil e admirável, mas talvez não muito digna em um protagonista desse tipo.

Meio trágico ver todo filme do sujeito sendo julgado à sombra do seu passado de violência e preconceito. Tentam enxergar de todo jeito pedidos de perdão, auto-reflexão, ou desafios à sociedade. Ás vezes o cara quer apenas fazer um longa de ação, sem entrelinhas, complicações ou mensagens subliminares.

Fonte: Slash Film

Tagged

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s