E-book grátis de roteirista de Star Wars

A editora Phoenix Pick está distribuindo este mês o livro The Long Tomorrow, de Leigh Brackett. Na história, os primos Len e Esau crescem em um futuro pós-apocalíptico, membros de uma sociedade que abomina tecnologia e aglomerações de pessoas, sobreviventes de um holocausto nuclear. Mas os dois não estão satisfeito com a vida no campo e partem em busca de uma mítica cidade, a última em existência.

Não entendi que era um fim do mundo até ler a sinopse
© Phoenix Pick

Para baixar uma cópia basta ir até a página http://www.phoenixpick.com/botm/Brackett.htm, clicar na opção Add to Cart abaixo da capa do livro, ajustar o preço para zero dólares, clicar em Checkout, preencher um formulário com nome e e-mail, clicar em Complete Free Checkout e baixar uma cópia em formatos epub e/ou mobi. No link acima também é possível comprar um pacote (bundle) com outros três livros, coletâneas de autores clássicos, pelo valor reduzido de US$ 6,99. A oferta é válida até o final do mês.

Brackett é uma elogiada escritora nos gêneros de ficção científica e policial, mas é mais conhecida por seu trabalho como roteirista. Trabalhou em filmes como À Beira do Abismo (com Humphrey Bogart), Rio Bravo, Hatari! (ambos com John Wayne), e em Star Wars: Episódio V – O Império Contra-Ataca.

________________________________ ◊ Opinião ◊ ________________________________

Há quanto não escrevia um título tão apelativo? Na verdade tenho testado minhas habilidades na criação de títulos recentemente, tentando criar somente frases honestamente brutais sobre o post em si – muitas vezes com um resultado razoavelmente humorístico.

Entrando no tópico em questão: tenho evitado livros de sci-fi ou fantasia protagonizados por adolescentes após uma sobrecarga de péssimos títulos “young adult” em sequência. Você sabe do que estou falando, um(a) garoto(a) descobre que é responsável por salvar o mundo ou parte significativamente dele, embarca em sua jornada mas empaca no meio do caminho devido a complicações românticas – sim, essa é a visão atual de protagonistas jovens no mercado editorial americano, pessoas que colocam sua vida amorosa em primeiro lugar quando o mundo está em perigo. Entendo histórias em que o romance é mais importante que os estudos, emprego, família, etc, mas quando se trata de salvar sua realidade, acho que as prioridades deveriam ser mais óbvias. Que se dane seu(sua) namorado(a), vá logo matar o chefe final!

Mas nesse caso, devido à idade da publicação (1955) e à estrutura aparentemente distante do ciclo do herói, acredito que esse aspecto da trama que tanto me irrita estará ausente. Ou seja, vou colocar na lista de leituras futuras/distantes e me arriscar.

Fonte: Newsletter da Phoenix Pick

Tagged

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s