Vai encarar?

Outra das novas classes do RPG de mesa Pathfinder é o Mesmerist, cujas habilidades incluem o uso de magias psíquicas e uma “encarada” capaz de enfraquecer inimigos. Além de causar penalidades às jogadas de proteção, esse poder também faz sua vítima sofrer mais dano de ataques, além de outras penalidades. O personagem foi destacado em artigo semanal no site da Paizo, editora do jogo. O manual Occult Adventures, onde o Mesmerist estará detalhado com outras cinco classes, será lançado no final deste mês.

Halfling maligno, é o fim do mundo
© Paizo

O personagem também tem truques que devem ser preparados com antecedência e que são ativados somente quanto certas condições se apresentam – são poderes com um “gatilho”.

Um perigoso companheiro de aventuras – mas qual deles?
© Paizo

Como o controle da mente de outras pessoas e criaturas é seu tema principal, o Mesmerist ganha algumas vantagens em relação a outros usuários de magia: combinadas com seu poder de encarar, ele consegue afetar mesmo criaturas imunes a poderes mentais; e terá algumas magias psíquicas que sempre produzem algum efeito, mesmo quando o alvo passar em uma jogada de proteção.

________________________________ ◊ Opinião ◊ ________________________________

Durante o playtest do ano passado esses Mesmerist era possivelmente a classe menos discutida e bastante odiada. Inacreditavelmente fraca comparada a seus colegas de magia psíquica, parece que ao menos recebeu melhorias em todos seus pontos fracos. Duas alternativas ao save-or-suck, uma referência a usuários de magia cujos poderes ou destroem o alvo ou não fazem nada; uma melhoria no dano ainda que indireta, e aparentemente mais opções quanto ao seu poder de encarar.

Mas ainda assim é uma das classes mais específicas que já criaram, com algumas fraquezas que aparentam ser facilmente exploráveis – criaturas cegas, por exemplo, são imunes ao seu poder principal? Combates no escuro, igualmente debilitantes?

É obviamente uma classe mais voltada para os bastidores (com exceção de pelo menos um archetype), mas tenho a impressão que é também a que pior se sairia em uma emboscada. Sem dar uma boa lida em todas suas opções isso não passa de uma suposição preconceituosa (contra hipnotizadores?) da minha parte, porém, que talvez seja nulificada pelos tais truques engatilháveis.

Descobrirei daqui a pouco mais de uma semana.

Fonte: Paizo Blog

Tagged

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s