Monthly Archives: May 2015

MMO futurista desiste de cobrar seus jogadores

O MMORPG de ficção científica WildStar vai se tornar gratuito este ano, informa a Carbine, desenvolvedora do título. Não será mais necessário pagar mensalidade ou comprar de outros jogadores ou da própria empresa o item C.R.E.D.D., que permitia jogar por 30 dias. Os detalhes ainda serão discutidos com a comunidade, mas a expectativa é que ele se sustente com a venda de itens cosméticos (roupas e alterações no visual), montarias, animais de estimação e itens de conveniência (teleportes, bônus no ganho de experiência, etc).


© NCSoft

Jogadores atuais poderão continuar pagando mensalidade, ganhando as vantagens típicas desse tipo de mudança: pontos a mais para gastar nos itens à venda.

O conteúdo também deve ganhar modificações, tanto no início do jogo quanto nas dungeons, ambos ficando mais acessíveis para o público.

________________________________ ◊ Opinião ◊ ________________________________

WildStar. Lembro de ter divulgado alguns vídeos bacanas (que tentavam um pouco demais serem engraçados) e o sistema de compra de passes de jogo por dinheiro ou na mão de outros jogadores – iniciativa que a própria Blizzard está implementando no World of Wacraft.

Como não ia pagar por mais de um MMORPG ao mesmo tempo (na época jogava The Secret World todo final de semana, às vezes dando uma escapada até nos dias úteis), deixei-o de lado. Ouvi algumas resenhas negativas após o lançamento, pouca recepção, pouco impacto. Mas, graças ao cenário não-convencional, sempre fiquei atento às suas movimentações. Não quero mais jogar MMOs de fantasia, e de sci-fi só conheço o Anarchy Online, que não consigo reinstalar de modo algum, e o Star Trek Online, que achei uma bagunça sem propósito.

Em outras palavras, que venha o F2P – vou virar jogador dessa coisa. Só espero que a palhaçada não seja tão excessiva quanto tentavam criar a impressão. Já basta WoW.

Fonte: MMORPG.com

Site oficial: http://www.wildstar-online.com/en/freetoplay/

Advertisements
Tagged

Conan e o horror rastejante

Está à venda Conan The Avenger #14, revista mensal do bárbaro cimério criado por Robert E. Howard. Esta edição continua a adaptar o conto original Xuthal of the Dusk, sobre uma avançada cidade perdida no deserto, cujos habitantes são totalmente viciados na lótus negra e passam seus dias aguardando a morte na forma de um monstro subterrâneo.


© Dark Horse Comics

Roteiro de Fred Van Lente, arte de Guiu Vilanova e cores de Michael Atiyeh. 32 páginas por US$ 3,50, em formato digital e impresso.

________________________________ ◊ Opinião ◊ ________________________________

Estou genuinamente impressionado com a arte dessa prévia, desenhada pelo Guiu Vilanova (Guiu? Deve ser apelido de Guilherme/Guillaume). A postura dos personagens parece tão natural, tão bem pensada/pesquisada. Ou o sujeito tem uma formação em arte clássica ou possui um talento para anatomia – e emprega qualquer um dos dois em seus quadrinhos muito bem.

O texto parece bom, mas considerando a qualidade do conto do Howard, não me surpreende. Depois do sublime Red Nails, último escrito por ele, Xuthal of the Dusk é o meu predileto (apesar de tê-lo chamado de Xuthal of the Dark na última vez que postei a respeito). Ambos são bem parecidos, colocando Conan em confronto não só com uma civilização que deu extremamente errado, como também contra um horror antigo e abissal. Adoro a combinação de Lovecraft com Espada & Feitiçaria.

Fonte: Dark Horse Comics

Tagged

Pathfinder ganha nova classe e alienígenas

Vários novos produtos para o RPG de mesa Pathfinder foram anunciados neste final de semana durante a convenção PaizoCon, nos EUA. Um dos principais deve ser Ultimate Intrigue, com novas regras para personagens que se baseiam em suas habilidades, o inédito sistema de influência, e façanhas e magias para cenários em que a interação entre personagens é o elemento predominante. Além disso, o livro também vai incluir a classe nova Vigilante.


© Paizo

Outro manual aguardado pelos jogadores é o Bestiary 5, com centenas de novos monstros, incluindo criaturas com a temática de magia psíquica (explorada detalhadamente no livro Occult Adventures, em breve) e até alienígenas.


© Paizo

O Bestiary 5 será lançado somente em novembro e o Ultimate Intrigue não tem uma data oficial ainda, mas será o produto “capa dura” seguinte a esse.

________________________________ ◊ Opinião ◊ ________________________________

Mas que, nem lançaram as seis novas classes e já estão prometendo uma sétima?!

Eu sou fã de sistemas com uma esbórnia de classes, mas Pathfinder provavelmente está atingindo algum tipo de limite. Além das classes novas em si, todo manual traz também “archetypes”, que são personagens que trocam seus poderes tradicionais por outros, copiados de outras classes, ou criados somente para a ocasião. Se somar todas essas variantes, devem estar beirando a centena de personagens – nos meus jogos mesmo só ofereço a opção de classe normal, simplesmente pela dificuldade de apresentar tudo que existe de disponível e distinguir uma da outra.

Sem falar que ainda existe a possibilidade de um Advanced Class Guide 2, talvez com mais 10 classes híbridas no futuro – teria certeza da existência desse produto se o original tivesse feito mais sucesso. Putz, agora podem fazer híbridos com as classes ocultas também, abrindo dezenas de novas possibilidades.

Acho que quando lançarem uma classe chamada Multiclass, é sinal que o treco voou pela janela.

E ainda assim adoro minhas classes 3rd party. Tenho quase 20 delas, e pretendo comprar mais algumas no mês que vem. São bem mais loucas que qualquer coisa que a Paizo lança. Por outro lado, têm bem mais liberdade para pirar, com seu público menor e cabeça aberta. É impossível aproveitar tudo integralmente, mas tento pegar pedaços delas e colocar em alguns oponentes, bem como mudar a classe do chefe final para alguma coisa 3rd party. Em nossa próxima aventura, por exemplo, estou migrando a vilã final de Magus (Paizo) para Psychic Warrior (Dreamscarred Press) – temas parecidos, mas fontes de poder bem diversas.

Fonte: Paizo Blog

Tagged

Franquia de livros da Amazon vira graphic novel

Uma nova saga da franquia Muirwood vai ser lançada em formato de livro e quadrinhos em agosto. Muirwood: The Lost Abbey é a graphic novel, chegando no dia 26, com roteiro adaptado por Dave Justus e Matt Sturges (Fables). A revista vai ser lançada através do serviço Kindle Serial, no site Amazon, com a opção de pagar o preço único de US$ 5,99 e receber todas as cinco edições, uma por mês, sem custo adicional.


© Jet City Comics

Já o livro The Banished of Muirwood chega no dia 18 de agosto, através do selo 47North, editora da própria Amazon. Duas continuações estão listadas no site da loja como disponíveis ainda este ano.

Ambas publicações são protagonizadas por Maia, uma princesa exilada que aprendeu magia em segredo – a prática é proibida para mulheres. Em uma tentativa de salvar seu povo, viaja para uma terra devastada, onde acredita que o medalhão mágico que possui pode restaurar o local.

A trilogia original, Legends of Muirwood, também foi publicada pela 47North, mas em 2013. Trata-se de uma história com outra protagonista e trama aparentemente independente desta, mas no mesmo universo.

________________________________ ◊ Opinião ◊ ________________________________

Uma coisa bacana da 47North e demais selos da Amazon é que, além de volta e meia terem algumas coisas bem bacanas de autores desconhecidos, constantemente passam pela rotação de promoções do site. Devo ter todos os livros originais de Muirwood e talvez outras obras do mesmo autor, e provavelmente não paguei mais que cinco dólares por tudo.

Não li nada ainda, é verdade, já que a descrição aparenta ser de fantasia bem genérica, e as protagonistas parecem ser adolescentes – eu tenho trauma de livro com adolescentes no papel principal, fujo o quanto possível. Melodrama demais, soluções prática de menos. Mas, apesar dos meus receios, o primeiro livro ao menos tem centenas de críticas favoráveis (provavelmente de fãs de young adult).

As cinco edições da graphic novel por 6 dólares parecem um ótimo negócio, entretanto. Provavelmente vou participar da iniciativa, se me lembrar daqui a três meses. Espero que mandem um e-mail avisando da disponibilidade, quando esta existir, que agora sequer está em pré-venda.

Fonte: Bleeding Cool

Tagged

Nova temporada de Hannibal traz vilão conhecido

O programa de televisão Hannibal está chegando em sua terceira temporada, adaptando os livros de Thomas Harris sobre o canibal popularizado por Anthony Hopkins nos cinemas. Os próximos 13 episódios trazem o vilão Francis Dolarhyde, do livro Dragão Vermelho, desta vez interpretado por Richard Armitage (O Hobbit).


© NBC

Mads Mikkelsen (Cassino Royale) é Hannibal, e Gillian Anderson (Arquivos X) sua esposa. Do lado da polícia federal americana estão Hugh Dancy (Rei Arthur) e Laurence Fishburne (Matrix).

________________________________ ◊ Opinião ◊ ________________________________

Não consegui confirmar acima de qualquer suspeita, mas creio que o programa seja exibido no Brasil pela TV a cabo. Quase certeza que já vi alguma pedaço dele enquanto mudava de canais.

Apesar do bom elenco e talento envolvido na produção/roteiro/direção, não conheço ninguém que esteja assistindo. Ou sequer comentando, criticando, etc. Deve ser um dos programas mais graficamente violentos no ar (após Walking Dead e Game of Thrones), mas não tem uma fração da popularidade de outros com teor semelhante.

Bom, Silêncio dos Inocentes em 39 episódios de uma hora parece ser mesmo um pouco demais para a cabeça de qualquer um.

Será que o Hopkins vai aparecer para uma participação especial no último episódio?

Fonte: Slash Film

Tagged

Pixels explica seus protagonistas

O novo trailer de Pixels, comédia de ação de Adam Sandler, foi divulgado com cenas inéditas e também justificando a escolha de seus protagonistas. Após a Terra ser invadida por alienígenas no formato de antigos jogos de fliperama, os melhores jogadores desses clássicos são recrutados para criar estratégias e enfrentar a ameaça. Lançamento em 30 de julho.


© Columbia Pictures

________________________________ ◊ Opinião ◊ ________________________________

Parece bem menos terrível que o primeiro trailer, mas achei péssimo sinal repetirem tantas piadas (e tão longas!), especialmente a última sobre o Pac-man. Pelo menos o vídeo faz um pouco mais de sentido, parabenizo-os por terem lembrado de explicar o que Sandler, tão contido que nem parece ele mesmo, está fazendo comandando um grupo de esquisitos no combate aos invasores. Parece idiota, mas faz sentido dentro do cenário apresentado.

Não consigo me imaginar assistindo isso em qualquer veículo que não seja o Netflix, no ano que vem ou mais tarde.

Fonte: Coming Soon

Tagged

Especial de Mushishi encerra série

A série animada Mushishi: Zoku-Sho ganhou um filme com o subtítulo Suzu no Shizuku, adaptando os últimos dois capítulos do manga original. O longa foi lançado esta semana no Japão, com a última aventura do caçador de insetos espirituais, Ginko. Confira o teaser:


© Artland

Mushishi já teve duas séries animadas e um filme, criados a partir do manga de Yuki Urushibara. A primeira temporada já foi exibida no Brasil nos anos 00.

________________________________ ◊ Opinião ◊ ________________________________

Ainda estou na metade da primeira temporada, mas está em meus planos assistir tudo. Mushishi simplesmente não é um anime para ser assistido em baciada, como os demais que estou vendo atualmente – acredito que ele deve ser degustado, e que os episódios merecem um intervalo de reflexão entre si.

Terminada a babada, aproveito para novamente apontar um dos melhores aspectos técnicos do anime – sua qualidade sonora. Trilha, efeitos, e vozes, tudo de primeira. Tem uma complexidade que complementa o traça simples da animação. Muito lindo.

Fonte: Anime News Network

Tagged

Marte Ataca RPG

A Steve Jackson Games está anunciando o manual GURPS Mars Attacks, licenciado da franquia de histórias em quadrinhos e filme. Jogadores terão a opção de escolher entre interpretar os terráqueos e combater os invasores, ou jogar como os próprios marcianos e tentar conquistar o planeta.


© SJG

São 96 páginas por 25 dólares, ainda em produção.

________________________________ ◊ Opinião ◊ ________________________________

Um detalhe interessante que aproveito para incluir aqui são os diferentes níveis de envolvimento no conflito terráqueo x marciano: da frente de combate ao gerenciamento da guerra.

Fazia tempo que não licenciavam alguma coisa para GURPS – talvez vendam mais que os temas genéricos, mas definitivamente são mais caros. Lembro de GURPS Vorkosigan (ou algo assim) baseado nos livros de ficção científica de Lois McMaster Bujold, publicado quando a licença estava quase vencendo, devido ao longo período de produção.

Quanta complicação – mas são úteis para chamar um pouco mais de atenção ao sistema, de vez em quando. Aposto que um GURPS Duna funcionaria muito bem em vários sentidos. Talvez já exista?

Fonte: Daily Illuminator

Tagged

Twin Peaks 3 recupera diretor original

Após brigas, ameaças, desistências e renegociações, David Lynch vai mesmo dirigir a nova série de Twin Peaks, afirmam os produtores do canal Showtime. O protagonista das primeiras duas temporadas Kyle MacLachlan, agente especial Dale Cooper, vai retornar para a nova trama, que se passa décadas após o programa original ser exibido. Lançamento previsto para 2016.


© ABC

________________________________ ◊ Opinião ◊ ________________________________

Entendo a alegria de recapturarem o Lynch – afinal de contas, além do marketing positivo, dificilmente conseguiriam reproduzir o grau de insanidade dele e ao mesmo tempo criar algo atual.

Por outro lado, Twin Peaks foi cancelada por baixa audiência. Hoje em dia tem muitos fãs, é considerada cult e tudo mais… será o suficiente para garantir sucesso de público?

Pior que tiraram o programa do Netflix, e nunca lembrei de terminar de assistir. É a vida.

Fonte: Deadline

Tagged

Livros gratuitos da Baen

A editora americana Baen anuncia que está atualizando sua livraria gratuita com três novos títulos: Monster Hunter International, de Larry Correia; Fire with Fire, de Charles E. Gannon; e Cobra, de Timothy Zahn. Todos são livros iniciais de suas próprias franquias, também publicadas pela editora.


© Baen

Em MHI, um contador recebe uma nova proposta de emprego após jogar seu chefe, recém transformado em um lobisomem, pela janela do 14º andar. Fire with Fire é um suspense de espionagem interplanetária que se passa 100 anos no futuro. E Cobra é um relato da vida de um super-soldado modificado com implantes eletrônicos e a sua adaptação à vida normal após o fim do conflito, escrito pelo autor da Trilogia Thrawn, os primeiros livros oficiais de Star Wars.

Disponíveis em vários formatos e podem ser baixados sem necessidade de cadastro ou qualquer outro requerimento.

________________________________ ◊ Opinião ◊ ________________________________

Excelentes novidades! MHI é um best-seller extremamente divertido e violento, e Cobra tem um ritmo bem diferente do que você possa imaginar. Fire with Fire ainda não li, mas vou colocar essa cópia gratuita na lista. É o primeiro livro do autor, mas tem sido bem elogiado.

A Baen é pioneira nessa estratégia de divulgação, colocando vários dos livros iniciais de séries gratuitamente em seu portal, os quais baixei a maioria e li parte razoável. Recomendo!

Fonte: Baen Newsletter

Tagged ,