Velha ficção científica é tema de longa metragem

George Clooney é um dos protagonistas de Tomorrowland: Um Lugar Onde Nada é Impossível, ficção científica dirigida e escrita por Brad Bird (Os Incríveis). Ele interpreta um gênio que parte em busca de Tomorrowland ao lado da jovem Britt Robertson, um local “em algum lugar no tempo e espaço que existe em suas memórias coletivas”. Também integra o elenco Hugh Laurie. Lançamento em maio.


© Walt Disney Pictures

________________________________ ◊ Opinião ◊ ________________________________

É a estética predileta do Brad Bird para todo lado. Até a pistola de raios da era de ouro da ficção científica faz uma breve aparição, nesse filme que mais parece uma versão live-action de Os Incríveis, com menos superpoderes.

O Clooney está bancando uma criança com estranhos maneirismo, o Laurie provavelmente é o vilão nas sombras e a menina principal pelo menos tem uma boa voz, bem clara e compreensível. Gostei mesmo foi da garotinha inexpressiva – é ela pilotando um dos robôs?

Acho que vai ser um filme divertido, mas não estão conseguindo vender essa produção direito. Obviamente gastaram uma grana fabulosa, mas precisam urgentemente melhorar o marketing – por que essa Tomorrowland é importante, por que eu deveria me importar? Por que os personagens se importam? Não faz sentido algum.

A presença do horrendo Damon Lindelof no roteiro não ajuda em nada.

Fonte: Deadline

Tagged

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s