Pathfinder vai ganhar mais divulgação

A editora americana Tor vai começar a publicar e distribuir os livros de ficção do RPG Pathfinder, a partir de junho deste ano. Atualmente publicadas pela própria Paizo, empresa que criou o jogo, as obras se passam no cenário de campanha Golarion, onde também são situadas as aventuras prontas e manuais específicos. O primeiro título será Lord of Runes, de Dave Gross, quinto volume protagonizado pela dupla Conde Varian Jeggare e seu guarda-costas Radovan.


© Paizo

Os livros continuarão a serem editados por James Sutter, da Paizo, mas pelo novo acordo, as versões impressas passam a custar US$ 14,99, ao invés dos atuais US$ 9,99. Mudanças no preço das versões digitais, atualmente disponíveis por US$ 6,99, não foram anunciadas.

________________________________ ◊ Opinião ◊ ________________________________

Já li uma meia dúzia desses livros (acho que são pouco menos de 30). Servem para saciar a vontade de jogar RPG (pouco) e o interesse por mais lore desse mundo (muito). E também foram a minha porta de entrada para Pathfinder. Sendo leitor do Tim Pratt há vários anos, resolvi comprar seu primeiro livro baseado nesse jogo, apesar de ter me mantido à distância desde a encrenca com o D&D 4.0

Pathfinder Tales: City of the Fallen Sky traz um alquimista, um ladrão e uma ranger cruzando Golarion em busca de artefatos mágicos escondidos em uma região mortífera. Depois da leitura, imediatamente comprei o manual principal (o .pdf é praticamente de graça, se considerar o seu tamanho) e fui adquirindo lentamente mais e mais livros de regras e ficção. Atualmente compro imediatamente os livros do Pratt, e de vez em quando de outros autores (não me arrependi de nenhum), mas dei uma bela diversificada quanto às regras, adquirindo principalmente classes de empresas terceirizadas, vendidas no site da Paizo mesmo. Pois é, além de venderem seu próprio RPG, encorajam o desenvolvimento de material independente usando suas regras – o modelo foi criado pela Wizards of the Coast, mas brilha mesmo na Paizo.

Uma tremenda inovação seria começarem a vender os e-books da Pathfinder Tales na Amazon. Hoje em dia preciso converter os .pdfs para .mobi, o que nem sempre fica ótimo.

Fonte: Publisher’s Weekly

Tagged

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s