Monthly Archives: May 2012

Zumbis e roupas apertadas

Resident Evil 5 – Retribuição ganhou uma série de novos pôsteres em um site russo de notícias, provavelmente legítimos. Neles a personagem Alice, interpretada por Milla Jojovich, é novamente o centro das atenções, além de estar acompanhada por uma estranha variação de zumbi, capaz de utilizar veículos e armas. Lançamento brasileiro em 14 de setembro.


© Constantin Film International

Adaptado de uma franquia de jogos para videogame e computador, esse novo Resident Evil volta sob direção de Paul W. S. Anderson, que traz também alguns atores dos filmes anteriores, como Oded Fehr, Sienna Guillory e até Michelle Rodriguez, cujo personagem havia morrido em Resident Evil – O Hospede Maldito, primeiro dos longas.

Não sei quem fez esses cartazes, mas ficaram ótimos. Exceto a apelação de mostrar a Jojovich em seu uniforme colante sem propósito algum (fora o óbvio), as imagens e frases ficaram bacanas e demonstram certa criatividade, além de bom humor. Obviamente o filme vai ser uma bomba completa, mas tudo bem. Parei de assistir no segundo.

Fonte: Blastr

Tagged

Bravura

Confira abaixo mais um clipe de Valente, animação da Pixar sobre uma princesa escocesa, ursos e uma maldição. Neste vídeo a Disney destaca a tumultuada relação entre mãe e filha, a rainha Elinor e sua primogênita Merida. Lançamento em 20 de julho por aqui.


© Disney Pixar

Com a primeira protagonista feminina da Pixar, Valente traz as vozes de Emma Thompson, Billy Connolly, Kelly Macdonald, Julie Walters e Craig Ferguson. A direção inicialmente estava nas mãos de Brenda Chapman, mas, após esta ter saído do projeto, o iniciante Mark Andrews assumiu.

Estava pensando na responsabilidade de Valente. Após John Carter – Entre Dois Mundos mal ter pagado seu custo nas bilheterias (o lucro talvez venha dos DVDs e Blu-rays), essa nova produção vai ter um impacto e tanto no orçamento do estúdio. E com essa produção tumultuada – diretora defenestrada, diretor novato – as chances do filme ser bom diminuem substancialmente. Mas espero que dê tudo certo, a Pixar é uma das poucas que merece continuar na ativa por muito tempo.

Fonte: io9

Tagged

Elenco feminino movimentado

Em um dia lento em novidades, várias informações sobre contratações de elenco ganharam um pouco de destaque. A mais interessante é que a atriz chinesa Gong Li (Memórias de Uma Gueixa) estaria se juntando ao filme de Tarsem Singh sobre Marco Polo, o explorador que trouxe macarrão do oriente.


© Columbia Pictures, Fox Television, Warner Bros

Em seguida Gillian Anderson (Arquivos X) vai atuar ao lado do menino que via gente morta, Haley Joel Osment, na ficção científica I’ll Follow You Down, sobre a família de um cientista que desapareceu e como eles talvez encontrem um meio de trazê-lo de volta. Por último, Michelle Pfeiffer (Sombras da Noite) irá contracenar com Robert De Niro na comédia policial Malativa, sobre uma família de mafiosos que esconde na França, com direção de Luc Besson.

Não sou fã de notícias sobre elenco, já que elas geralmente estão meses ou anos distantes de se tornarem alguma coisa concreta. Um dos poucos filmes que estava cobrindo neste aspecto foi The Counselor, que após várias novidades rápidas, dando a entender que iria começar a ser produzido em breve, empacou assim como qualquer outro projeto hollywoodiano. Cansativo! || Um filme de Marco Polo parece uma ótima ideia, deviam adaptar o livro do Ítalo Calvino, ainda mais insano que o Il Milione. Mas, justamente o Tarsem dirigindo? Que pena.

Fontes: Bleeding Cool, Deadline e Joblo.com

Tagged , ,

Nas Livrarias (V)


O SUBSTITUTO
Brenna Yovanoff
336 Páginas | R$ 39,00
Mackie não é um adolescente qualquer. Ele vive na pacata Gentry, mas vem de um mundo de túneis e águas escuras e lamacentas, um mundo cheio de garotas-cadáver governado por uma pequena princesa tatuada. Na pequena cidade, a cada sete anos, um bebê some. É o sacrifício que a cidade pede para continuar prosperando. Ele é um Substituto, foi simplesmente deixado no berço de um bebê humano há dezesseis anos, trocado pelo verdadeiro bebê Doyle. (Editora Bertrand Brasil)

 

O HORROR EM RED HOOK
H.P. Lovecraft
64 páginas | R$ 5,00
A loucura e o horror em três histórias arrepiantes. Por trás do mundo visível há labirintos tenebrosos que escondem horrores desconhecidos. Feitiçarias antigas e rituais dos mais sinistros se misturam num caldeirão que exala o odor pútrido do mal. Esse é o universo de H. P. Lovecraft. (L&PM Pocket)

 

OS DEUSES DE MARTE
Edgar Rice Burroughs
336 páginas | R$ 44,00
Os Deuses de Marte dá sequência à história do herói interplanetário John Carter. Escrito com a mesma maestria que Edgar Rice Burroughs empregou em Uma Princesa de Marte, o livro garante uma continuação repleta de ação, aventura, mistério e romance. (Editora Aleph)

 

CONQUISTADOR
Buddy Levy
400 páginas | R$ 49,90
Em 1519, Hernán Cortés desembarcou na costa do México com um pequeno exército de mercenários e a intenção de expandir o império espanhol, converter a população nativa ao catolicismo e acumular uma fortuna em ouro. Montezuma, o orgulhoso rei asteca, respeitado como um deus e profundamente temido, espera com curiosidade e receio a chegada de um misterioso estrangeiro que acaba de desembarcar na costa do continente. Conquistador é a história dos últimos dias do império asteca e dos dois homens que protagonizaram um encontro memorável entre duas civilizações. (Editora Objetiva)

 

NOITE ETERNA
Guillermo del Toro e Chuck Hogan
416 páginas | R$ 44,50
Em Noite eterna, a dupla encerra uma saga épica aterradora e vertiginosa, que atualiza as tradicionais histórias de vampiros ao adicionar a elas um suspense eletrizante, com estrutura de investigação policial comparável à de séries de sucesso como CSI, em que os protagonistas têm um olhar científico sobre os fatos. (Editora Rocco)

 

O CHEFÃO DOS CHEFÕES
Vito Bruschini
536 páginas | R$ 59,50
Abrangendo um período que vai de 1919 a 1943, este livro se inscreve na melhor tradição dos romances de máfia. Não só: ao ficcionalizar os vários elementos que contribuíram para a formação da Cosa Nostra, Vito Bruschini traça um painel da história e das tensões sociais que prepararam o surgimento dessa organização.  (Companhia das Letras)

 
Todas as capas e sinopses são © das respectivas editoras.

Tagged , , ,

Elemental

O novo seriado Elementary, produção da CBS que atualiza o personagem Sherlock Holmes e o coloca em Nova Iorque, ao lado de uma versão feminina de John Watson, ganhou um novo trailer. Desta vez sem os depoimentos nos bastidores, o vídeo se concentra em mostrar mais cacoetes do herói e aprofundar um pouco a dinâmica entre os dois protagonistas.


© CBS

Jonny Lee Miller (Sombras da Noite) é o detetive famoso e Lucy Liu (Kill Bil Volume I) interpreta sua “parceira de sobriedade”, uma guardiã encarregada de auxiliá-lo em sua nova vida livre das drogas. Estreia prevista para este ano ainda, nos EUA.

Alguém levou uma bronca. Depois do desapontamento do primeiro clipe, esse foi bem melhor editado, não apenas com as típicas trucagens de seriados policiais, mas também com alguns bons momentos do Miller. Será curioso ver como irão lidar com as deduções do Holmes… nos livros mesmo elas geralmente se resumem a uma na introdução e outra na conclusão, para evitar que se tornem irritantes, e no seriado britânico são feitas através de ótimos auxílios visuais. O que será que vão fazer em Elementary, enxugá-las ou inventar algum truque semelhante? || Meh. Parece idêntico a Monk.

Fonte: Bleeding Cool

Tagged

Próximo D&D

A Wizard of the Coast (WotC) deu início à fase aberta de testes do projeto D&D Next, que dará origem à nova versão do RPG Dungeons & Dragons, atualmente em sua quarta. Interessados devem fazer cadastro no site wizards.com (ou utilizar cadastro já existente) e daí se inscreverem em DNDNext.com. Os participantes irão receber por e-mail material para jogar, e devem responder a questionários periodicamente sobre suas experiências.


© WotC

A participação é gratuita e pode ser discutida livremente em qualquer fórum ou meio semelhante na internet – as restrições impostas pela WotC se resumem a não distribuir o material recebido, inscrever todos os jogadores do grupo participando e não jogar online, apenas pessoalmente.

Aaaah, que saco! Estava me inscrevendo para participar, animado em arranjar um grupo virtual e jogar um pouquinho, mas daí resolvi ler o FAQ, e achei os “nãos”. Eu sei que posso baixar o treco e jogar assim mesmo, mas qual a graça se não contribuir oficialmente para a composição do D&D 5.0? Vou acompanhar o treco, quem sabe eles finalmente lançam umas ferramentas próprias e boas para jogar online, ou liberam partidas via Skype e similares. Desanimei.

Fonte: WotC

Tagged

Beguilement, de Lois McMaster Bujold

Sinopse: Fawn esta fugindo de sua casa, uma modesta fazenda em um reino fantástico e sem nome. Seu destino é a cidade vizinha de Glassforge – conhecida justamente por seus vidros artesanais – onde ela pretende conseguir um emprego e passar o resto da sua vida de maneira pacata e anônima. Esse plano é destruído no mesmo dia em que encontra Dag e sua patrulha, indo em direção semelhante, mas em busca de bandidos e de uma criatura capaz de consumir a vida de tudo ao seu redor. Algumas coincidências depois, os dois personagens estão juntos, enfrentando desafios terríveis e absurdos, em situações que jamais teriam imaginado possíveis.

Capa:

© HarperCollins Publishers

Trecho:

“A block farther on, the mud gave way to cobblestones, and beyond that, brick. A town so rich they paved the street with brick!”

Características:
Beguilement (The Sharing Knife, Book 1)
Lois McMaster Bujold
HarperCollins Publishers
389 páginas
US$ 5,99 (Amazon)

O resto desta resenha contém spoilers!

Ponto alto: Beguilement (trapacear ou enganar, traduzindo livremente) tem um formato bem estranho – a primeira metade do livro é cheia de cenas de ação, com a luta contra os bandidos, o duplo sequestro de Fawn e a morte do monstro que estavam caçando, sem falar nos dias à beira da morte para a jovem protagonista. Depois disso temos o interlúdio romântico e a metade final da história trata exclusivamente de Dag convencendo os pais de Fawn a consentir em um casamento, e se adaptando o máximo que pode às tradições e crenças destes fazendeiros, para finalmente irem embora, felizes e contentes.

No meio da leitura, fiquei bem perdido, esperando alguma coisa dramática acontecer no ato final, mas o auge é realmente o casório. Qual seria a grande ideia então? Será que o romance é o objetivo derradeiro dessa série? Mas daí me dei conta: no início temos Fawn entrando no mundo de Dag, o patrulheiro assassino de uma mão só; no final é Dag quem entra no mundo de Fawn, um lugar cheio de preconceitos e superstições. Ambos precisam derrotar um obstáculo tremendo para conquistar um ao outro – ela, um monstro, ele, um tabu. Que estrutura fascinante.

Ponto baixo: Então o livro tem duas partes, que a autora busca equilibrar, dando importância tanto ao desafio físico quanto ao social. Eu diria que ao invés da divisão ficar 50/50, está mais para 60/40, pendendo para a primeira metade de Beguilement. Felizmente, Bujold possui a habilidade de criar personagens tão absurdamente cativantes, que mesmo na segunda metade você consegue acompanhar a história do casal com muita satisfação – só acho que ela deveria ter sido um pouco mais dramática, para se equiparar a uma luta até a morte contra um monstro terrível. Um casamento em jogo não possui o mesmo impacto que uma vida em risco.

Pontuação: 859. Ótimo, se você aceitar a proposta.

Tagged

Velhos insetos, novas roupas

Starship Troopers: Invasion, animação japonesa feita em computador, ganhou um trailer com vários segundos de suas cenas de ação. De acordo com a sinopse anterior, uma nave espacial desaparece em uma nebulosa após uma missão secreta, e sobra aos protagonistas do filme irem atrás desta e de sua tripulação. O que encontram são conhecidos e inéditos insetos extraterrestres.


© Sony

Este longa-metragem é baseado em um filme dirigido por Paul Verhoeven em 1997, baseado em um livro de Robert E. Heinlein sobre soldados humanos em armaduras de combate lutando contra insetos espaciais. Enquanto o longa original – que deu origem a várias sequências direto para vídeo, bem como uma série animada – descartou as tais armaduras, este novo anime parece integrá-las à história novamente. Lançamento previsto ainda para este ano.

Péssima qualidade no vídeo, o que é uma pena quando se está analisando justamente as imagens. Que seja, as armaduras parecem ótimas, os insetos estão mais do mesmo, e o momento “Macross”, quando a nave espacial dispara seus lasers/mísseis/phasers foi uma homenagem belíssima a esse clássico. O diálogo parece tão terrível quanto no filme do Verhoeven, o que deve ser um bom sinal para os fãs: nada de história, mas muita ação.

Fonte: Anime News Network

Tagged

Essências da cidade

O servidor do MMORPG Perfect World International recebeu mais uma atualização, o pacote Imperial Fury. Novamente voltado para os personagens de nível mais alto, esse update traz quatro novos chefes que precisam ser derrotados em troca das Perfect World City Essences, em um mapa acessível apenas seis vezes por semana. E, ainda por cima, essa dungeon, chamada Advanced Endless Universe, possui três versões diferentes, selecionadas aleatoriamente quando o grupo entra no mapa.


© LUG

De acordo com o site oficial do jogo, outras alterações incluem um aumento na dificuldade e recompensa das dungeons já existentes Lunar Glade e Warsong City, além de novidades em outros mapas e sistemas do jogo. PWI é gratuito, e funciona na base da venda de itens ingame por dólares offgame, ou seja, você pode usar dinheiro real para comprar vantagens nesse mundo virtual. Uma versão brasileira de PW é mantida pela Level-Up Games.

Na minha opinião de leigo (e digo isso porque nunca leio pesquisas nessa área, já que a maioria é uma bobagem), Perfect World deveria estar sendo analisado e destrinchado por tudo quanto é pesquisador acadêmico e mercadológico envolvido com jogos eletrônicos. Acredito que seja um dos MMORPGs F2P asiáticos mais bem-sucedidos e de longa durabilidade ainda em funcionamento. Não sei exatamente o que estão fazendo lá que dá certo – desisti de tentar entender após duas tentativas – mas aparentemente investir em conteúdo quase exclusivamente para veteranos é um dos caminhos para se manter lucrativo e na ativa. Alguém investigue isso!

Fonte: Perfect World Entertainment

Tagged

Senhor Presidente

O horror histórico Abraham Lincoln: Caçador de Vampiros ganhou um novo trailer, enfatizando a agilidade sobre-humana do protagonista ao lutar contra mortos-vivos. Um pouco da trama também é revelada, quando um dos monstros menciona que “já é hora dos vampiros terem seu próprio país”. O projeto tem produção de Tim Burton, direção de Timur Bekmanbetov e estrela Benjamin Walker, Mary Elizabeth Winstead, Dominic Cooper e Alan Tudyk. Lançamento em três de agosto no Brasil.


© 20th Century Fox

AL: CdV foi um dos títulos mais populares do pacote que teve seu auge ano passado, quando vários livros clássicos foram reescritos com a introdução de monstros igualmente famosos. Outro exemplo seria Orgulho e Preconceito e Zumbis. A tendência parece ter diminuído bastante ou acabado, sendo este filme provavelmente um dos únicos senão o único a ganhar os cinemas.

Cara, me dá uma dó assistir trailers de Abraham Lincoln: Caçador de Vampiros. Mas conseguem fazer uma coisa pior que a outra, apesar da já comprovada qualidade dos envolvidos. Caramba, o Timur dirigiu Guardiões da Noite! É uma espécie de exemplo quase único de visual grotesco que funciona sem chegar a atingir o ridículo, com uma história igualmente sem sentido. Mas nesse filme acima, não há equilíbrio algum, a bobagem simplesmente está ganhando, sem chance alguma para algo legal. || Adoro filmes ou similares sobre caçadores humanos, mas essa necessidade de torná-los igualmente sobrenaturais me enche o saco. A menos que tenha uma explicação muito boa (Blade, O Caçador de Vampiros), é pura forçação de barra.

Fonte: Bleeding Cool

Tagged