Dois seriados Marvel por ano

Durante evento de uma associação de críticos da TV americana, o diretor do Netflix, Ted Sarandos, afirmou que planejam lançar Jessica Jones ainda este ano. Será o segundo seriado de cinco programados da parceria entre a Marvel Films e o serviço de streaming. Ele também comentou que idealmente um novo seriado será lançado a cada seis meses, mas não confirmou se conseguirão seguir esse cronograma.

Vou assistir, mas não tenho tanto entusiasmo
© AMC

Atualmente está disponível para os assinantes a série do Demolidor, que também irá ganhar uma segunda temporada. Após Jessica Jones, será a vez de Luke Cage e do Punho de Ferro. Todos eles se encontrarão na quinta série, intitulada Os Defensores, além de aparecer eventualmente nos filmes.

________________________________ ◊ Opinião ◊ ________________________________

Se for assistir ao Demolidor, tenho as seguintes recomendações: resista firme até a metade da temporada; se concentre nas cenas do Wilson Fisk e do Ben Urich para compensar as bobeiras que não afetam a trama; não se desanime demais quando o uniforme vermelho der as cara no final da temporada – ele provavelmente vai ser modificado por algo menos tosco.

Mas, não me arrependi de ter assistido, apesar de ter penado nos primeiros episódios. Estou me mantendo razoavelmente atualizado com o universo Marvel serializado, faltando apenas a segunda temporada de Agents of Shield. Acho que os filmes e os programas de “TV” são mais suportáveis quando não estão tão preocupados em serem gigantescos blockbusters recheados de cansativas cenas de ação. Em suma, Homem Formiga foi mais divertido que os Vingadores 2.

Jessica Jones e demais heróis vão colocar a Netflix à prova – apesar de termos uma quantidade razoável de efeitos especiais em Demolidor, foram todos utilizados para enfeitar cenas de luta mais ou menos realistas. Mas os demais integrantes dos defensores são realmente super-heróis, com poderes que vão exigir uso de CG, ou talvez efeitos práticos muito criativos. Acho que a Jessica Jones voa… será que vão conseguir fazer isso direito?

Fonte: Bleeding Cool

Tagged

Volte a Shadowrun em agosto

Shadowrun: Hong Kong estará à venda a partir de 20 de agosto, informa a Harebrained Schemes. Esta é a segunda expansão do jogo Shadowrun Returns, adaptação da franquia de RPGs de mesa e livros que combina fantasia e cyberpunk. O título foi inicialmente bancado por meio do Kickstarter, serviço de financiamento coletivo de projetos.

Poucas vezes em que essa mistura funcionou!
© Harebrained Schemes

O jogo é single player, com visão isométrica e combate em turnos. O jogador controla um grupo de shadowrunners, mercenários que lutam contra as megacorporações que controlam o mundo economicamente e através de manipulações políticas.

No jogo principal o protagonista está caçando um serial killer e ainda se vê às voltas com um culto religioso. Na primeira expansão, Dragonfall, a ação se desloca para Berlim, onde a presença de dragões é o elemento principal. Além de combate normal, com armas de fogo e armas brancas, alguns personagens podem invadir redes internas de computador representadas por uma simulação visual.

________________________________ ◊ Opinião ◊ ________________________________

Zerei o primeiro jogo e estou no começo de Dragonfall – acho que estou com um Adept em ambos, apesar de sempre ter sido um fã absurdo do conceito do Urban Samurai. Assim que fechar DF vou comprar Hong Kong e jogar com um samurai – só preciso definir se vou continuar no combate corpo a corpo ou se me entrego aos projéteis. Será uma build híbrida possível? Geralmente são horríveis.

Acho que chegaram em um ponto de Shadowrun Returns que nem precisam inventar grandes inovações técnicas – soltando mais conteúdo já está excelente. Mas gostaria de ver algum tipo de multiplayer… provavelmente apenas no Shadowrun Returns 2.

Fonte: MMORPG.com

Site oficial: http://harebrained-schemes.com/shadowrun/hongkong/

Tagged ,

Drama sobrenatural adolescente vende 1 milhão

Esta disponível hoje (28) o quarto episódio de Life is Strange, jogo sobre uma adolescente capaz de “rebobinar” o tempo por curtos períodos. O título foi produzido pela Dontnod Entertainment e distribuído pela Square Enix para Windows, PlayStation 3 e 4, Xbox 360 e One. O primeiro capítulo foi lançado em janeiro, e o quinto e último ainda não tem uma data oficial. Recentemente, os produtores comemoraram a marca de 1 milhão de cópias vendidas.


© Square Enix

________________________________ ◊ Opinião ◊ ________________________________

Estão sendo muito elogiados pela narrativa (talvez com razão) e pela mecânica de voltar no tempo – mas se pensar bem a respeito, é apenas um load onde o personagem está ciente que o jogador está voltando para pontos anteriores da trama. Imagine um Final Fantasy onde o grupo lembrasse de todas as vezes que foram derrotados em combate.

A semelhança visual e temática entre LiS e The Secret World é tanta que quase recomendo que jogadores de um experimentem o outro – mas a importância que este último dá ao combate provavelmente afastaria os interessados no primeiro.

Enfiando o dedão do pé no poço sem fundo que é a discussão “o que é um jogo”, eu diria que Life is Strange e o recente Her Story são mais filmes interativos do que jogos propriamente ditos – mas ambos podem ser seguramente agrupados sob a denominação Entretenimento, quando você estiver justificando seus gastos de tempo livre e/ou dinheiro.

Sempre que escrevo sobre esse jogo me lembro desta música.

Fonte: GamesIndustry.biz

Site oficial: http://lifeisstrange.com/

Tagged ,

Última classe antes de Occult Adventures chegar

O suplemento Occult Adventures vai ser lançado nesta quarta-feira (29) para o RPG de mesa Pathfinder, e o último artigo sobre suas classes novas já está disponível. Desta vez foi contemplada a Kineticist, representante típica do personagem que controla e manipula os elementos. Ao invés de magias, ela pode disparar rajadas de energia indefinidamente, sofrendo desgaste apenas caso queira aumentar sua eficácia; fora isso, está restrita apenas à quantidade de modificações que pode fazer em suas rajadas, melhorando conforme avança em níveis.

Primeira iconic criança – e meio psicopata.
© Paizo

Disponível em versão digital por US$ 9,99, o Occult Adventures traz o novo sistema de magia psíquica, resposta “oficial” da Paizo para o antigo sistema de poderes psiônicos. As novas classes são o médium, mesmerist, psychic, occultist, spiritualist e kineticist. Todas elas vem acompanhadas de arquétipos, variações do formato original do personagem, que também vão incluir novidades para as classes antigas. A descrição do livro inclui novos feats, magias, regras e itens mágicos.

________________________________ ◊ Opinião ◊ ________________________________

Mas que maravilha, sai um livro novo exatamente quando o real resolve bater recordes de desvalorização. Obrigado bolsa chinesa!

Felizmente são “apenas” 10 dólares – se fosse algum joguinho eletrônico, seria no mínimo 20. Vou comprar (talvez não imediatamente), porque estou curioso para ver no que a mistura de psionics e vancian casting resulta. Fora as classes, que adoro classes, quero muito ver os novos itens psíquicos.

E o Occult Bestiary parece mais interessante que o Adventures!

Fonte: Paizo Blog

Tagged

O mais poderoso e entediado super-herói

O anime One-Punch Man vai ser lançado em outubro deste ano, no Japão, confirma a editora Shueisha. A animação vai adaptar o manga desenhado por Murata a partir do roteiro de ONE, e não a versão original da história em quadrinhos.

Caped Baldy!
© Bandai

O protagonista é Saitama, o mais poderoso super-herói da Terra, capaz de derrotar seus oponentes com um simples soco. Sua incrível eficácia acaba lhe rendendo o anonimato, já que as testemunhas nunca chegam a ver ou entender exatamente o que aconteceu em suas batalhas.

________________________________ ◊ Opinião ◊ ________________________________

Mas espero que façam alguns extras ou OVAs copiando o traço caricato do ONE, que são uma piada a mais em relação ao excelente humor que já preenche a série. Após algumas dezenas de capítulos com o Saitama entediado você imagina que a piada ficaria cansativa, mas o elenco de apoio e o bizarro mundo criados pelo autor ajudam a carregar o produto muito bem – apesar da piada final ser sempre a mesma.

Entre esse e Himouto, parece que vamos ter uma boa safra de comédias. Podiam fazer mais uma temporada de Nozaki-kun para completar…

Fonte: Anime News Network

Tagged

Diablo III ganha novo mapa e monstros

Em uma atitude inédita para a franquia, a Blizzard vai atualizar o jogo Diablo III: Reaper of Souls com conteúdo inédito, gratuitamente. Ruins of Sescheron, o patch 2.3, levará os jogadores para as ruínas da cidade que guardava a passagem para o norte, devastada por Baal em Diablo II. Updates passados traziam melhorias técnicas, alterações nos personagens e até modificações de conteúdo, mas nunca haviam incluído mapas e monstros novos.


© Blizzard

Sescheron estará acessível no Ato III e, além de remeter a um cenário amplamente utilizado no jogo anterior, também trará uma nova versão do Horadric Cube, que servia para desmontar e montar itens mágicos.

________________________________ ◊ Opinião ◊ ________________________________

Em um rompante de saudosismo fui até o site da Blizzard, decidido a finalmente atualizar para o RoS e testar esse mapa novo. Para meu desapontamento, o treco continua caro pra burro. 70 ou 80 reais (o choque deve ter afetado minha memória) por uma expansão… eu devia ter aproveitado alguma delas promoções de final de ano, acho que já chegou a R$ 40.

Não é muito difícil justificar o investimento se pensar na quantidade de horas que vai passar jogando – provavelmente ultrapassa a centena. Mas ainda assim, no meu atual estado de consciência, 80 pilas em entretenimento que somente eu poderei aproveitar? Não posso. Não consigo.

Fiquei com a impressão que você pode comprar o jogo+expansão por este mesmo preço, como se tivessem parado de vender a versão básica de D3, mas não confirmo. Seria uma excelente jogada para novatos, meio cachorra com os veteranos.

Fonte: Diablo III Blog

Tagged

Segunda temporada de Fargo em outubro

O seriado de televisão Fargo retorna em outubro deste ano no canal FX, e seu primeiro trailer foi divulgado esta semana. Patrick Wilson é novamente um oficial de polícia de uma pequena cidade americana no final dos anos 70, lidando com crimes de vários tipos, personagens bizarros, segredos e humor. A segunda temporada terá outros 10 episódios, de 1 hora cada.


© FX

Também estão no elenco Kirsten Dunst, Ted Danson, Brad Garrett e Bokeem Woodbine. O roteiro de ambas temporadas é de Noah Hawley, que tem no currículo alguns episódios do seriado policial Bones. Os irmãos Ethan e Joel Coen, criadores do filme de 1996 que inspirou o programa de televisão, participam como produtores executivos.

________________________________ ◊ Opinião ◊ ________________________________

Fargo! Se tem um seriado que gostaria de assistir acima de qualquer outro, é este. Nunca vi algo ser tão elogiado unanimemente, por críticos e público tão diversos. Apesar de participação periférica dos Coen, parece que o programa está em patamar semelhante aos seus melhores trabalhos, e provavelmente supera-os em alguns momentos. E o elenco! Magnífico trabalho.

Bem que podia aparecer em um certo serviço de streaming que praticamente monopoliza o cenário brasileiro…

Fonte: Slash Film

Tagged

Pixar ataca com dinossauros fofinhos

Com um filme ainda em cartaz, a Pixar já está divulgando o primeiro trailer de O Bom Dinossauro, sua próxima animação, prevista para este dezembro. A premissa do longa é mostrar um mundo onde dinossauros não teriam sido extintos e eventualmente começam a viver com humanos pré-históricos.


© Disney

Direção do novato Peter Sohn, roteiro do também novato Enrico Casarosa e de Bob Peterson, de Procurando Nemo, Ratatouille e Up: Altas Aventuras. Estão no elenco Jeffrey Wright, Steve Zahn, Anna Paquin, Sam Elliott e Frances McDormand, além de um elenco mirim desconhecido.

________________________________ ◊ Opinião ◊ ________________________________

Achei que se tratava de outro Wall-E, filme praticamente sem diálogos, mas existe um elenco sim, recheando o treco de vozes. E acho que o menino das cavernas chega a gritar um “hello” em algum ponto – a menos que fosse o dinossauro falando.

Apontaram isso em alguns comentários, mas o contraste entre o dinossauro cartunesco e o cenário hiper-realista é muito marcante mesmo. Não me incomodou/atrapalhou tanto assim, mas chamou mais a atenção do que esperava. Em Ponyo, por exemplo, só reparei que o mar era infantilizado ao assistir pela segunda vez – não chegava a ser sutil, mas sim totalmente integrado ao desenho.

Quanto a esse Bom Dinossauro, qual será a trama? Podiam ter explicado alguma coisa, pelo menos. Parece Como Treinar Seu Dragão, mas o dragão é um humano e o humano um dinossauro.

Que?

Fonte: io9

Tagged

Colonização marciana em novo mangá

A editora JBC está lançando no Brasil o violento mangá de ficção científica Terra Formars, de Ken-ichi Tachibana e Yu Sasuga. No século XXVI um grupo de seres humanos é enviado a Marte, para começar a explorar o planeta em sua fase final de terraformação.

Insetos marombeiros
© JBC

A distribuição será mensal, mas a editora não tem informações sobre preço ou número de páginas. O mangá ainda está sendo publicado no Japão.

________________________________ ◊ Opinião ◊ ________________________________

Terra Formars é tão grotesco e absurdo que até agora não entendo como li tantos capítulos. Sei lá em qual número abri mão, mas cheguei até o ponto em que a nave retorna para Terra. Achei que fosse o fim, mas a história continua, não imagino de que maneira.

Os monstros são desenhados de um modo quase cartunesco em comparação ao resto dos personagens, o que cria uma sensação desconfortável de irrealidade. Qualquer um pode morrer, aparentemente, mesmo os que tem perfil de protagonista, mesmo no meio de uma revelação, ou sem qualquer propósito para a história – irritantemente aleatório.

E se não ficou óbvio pela capa, o tema principal da história são insetos – exatamente do tipo mais conhecido.

Fonte: Mangás JBC

Tagged

Pablo Escobar brasileiro no Netflix

Outra série do Netflix a caminho é Narcos, sobre a ascensão do traficante colombiano Pablo Escobar nos anos 80. Wagner Moura interpreta o criminoso e é o nome mais conhecido do elenco. São 10 episódios com lançamento previsto para o final de agosto, exclusiva para assinantes do serviço.


© Netflix

________________________________ ◊ Opinião ◊ ________________________________

Fazia um tempinho que não escrevia nada sobre crime fiction, acho eu… apesar de ser o gênero de filme que mais assisto.

Pelo começo do vídeo fica a impressão que vão endeusar o Escobar, mas parece que ele não é o protagonista no final de contas, mas sim o agente da narcóticos liderando sua caçada. Acho ótimo – podem mostrar o ponto de vista do bandido, mas detesto quando o transformam em um anti-herói, explorando uma infância sofrida, motivação ideológica, etc. Ele fez isso tudo pelo dinheiro, parem de inventar abobrinhas.

Gostei do monólogo do Moura na abertura e do visual dos personagens. Parece que a qualidade técnica está garantida, pelo menos.

Fonte: Deadline

Tagged
Follow

Get every new post delivered to your Inbox.

Join 139 other followers