Robôs espanhóis dominam o futuro

Antonio Banderas é o protagonista de Autómata, filme espanhol de ficção científica sobre robôs inteligentes se rebelando contra a humanidade. Também estão no elenco sua esposa Melanie Griffith, Dylan McDermott, Robert Forster e a voz de Javier Bardem. O novato Gabe Ibáñez é o diretor e um dos roteiristas.


© Eagle Films

O filme será lançado na Espanha em setembro, e em distribuição limitada nos EUA em outubro.

________________________________ ◊ Opinião ◊  ________________________________

Será possível que esse filme seja tão bom quanto pareceu nesse trailer? Que absurdo! Noto influências estéticas de Blade Runner e Ghost in the Shell, e Asimov conceitualmente, é claro. Não sei se a interpretação dos robôs rebeldes será convincente o bastante, foi o único ponto duvidoso do vídeo inteiro. A voz deles talvez esteja boa o suficiente, mas e a interpretação? Parece que estão trabalhando muito com a linguagem corporal dos robôs, e espero que consigam um efeito decente.

Esse é sempre um grande perigo quando se cria um filme/série/mídia visual com uma criatura protagonista – você pode ter um excelente roteiro, criativo e inspirado, mas se a criatura parecer uma bobagem, os efeitos forem toscos ou o boneco for mal-feito, vai tudo ladeira abaixo.

Espero que esse filme seja bom! Faz tanto tempo que aguardo um cyberpunk decente nos cinemas, tinha tantas esperanças para Elysium, e foi tão ruim… putz!

Fonte: io9

Tagged

Serial killer religioso e elenco veterano

Susan Sarandon é a xerife de uma pequena cidade (possivelmente na Austrália), onde um serial killer começa a agir motivado por razões religiosas, no filme The Calling. Também estão no elenco Ellen Burstyn, Donald Sutherland e Topher Grace. Lançamento no final do mês, nos EUA.


© Vertical Entertainment

________________________________ ◊ Opinião ◊  ________________________________

Que produção mais peculiar. Temos um bom elenco de veteranos, (com a presença incompreensível do Topher Grace), mas somente novatos tanto na direção quanto roteiro. Talvez seja por isso que o trailer não parece muito convincente? Eu diria que estão se inspirando tanto em Fargo quanto em Seven, mas sem pegar influência o suficiente de qualquer um.

O resultado não causa entusiasmo, mas talvez seja influência do trailer exagerado, que parece entregar toda a trama, vilão e pelo menos uma das reviravoltas principais.

Parece que estamos em um péssimo período para trailers de filmes policiais.

Fonte: Deadline

Tagged

Máfia chinesa dos anos 80 em filme americano

Revenge of the Green Dragons é um filme policial produzido por Martin Scorsese sobre dois irmãos e sua vida na máfia chinesa de Nova Iorque na década de 80. Além de vários desconhecidos atores de origem asiática, está no filme também Ray Liotta, interpretando um policial.


© A24

Um dos diretores, Wau-keung Lau, co-dirigiu o filme Conflitos Internos em 2002, longa que deu origem ao remake Os Infiltrados, dirigido pelo próprio Scorsese em 2006.

________________________________ ◊ Opinião ◊  ________________________________

Com tanto talento, habilidade e experiência trabalhando juntos, o que poderia dar errado? Para começar, esse trailer inteiro. Narração horrível, interpretações horríveis, linhas mal faladas, ação pouco convincente, diálogo completamente imbecil. Se isso é o melhor que podiam mostrar, estão utilizando mal o nome do Scorsese. Eu particularmente tentaria vender isso como um filme independente asiático, produzido por cineastas inovadores e com uma estética de autor – o que fica difícil de acreditar com um nome famoso grudado no projeto, que imediatamente cria outras expectativas no público.

A coisa até começa bem, eu estava bem contente e animado para ver o trailer, esperando algo parecido com a ação policial sul-coreana (países vizinhos!) tão boa produzida nos últimos 10 anos.

Caí do cavalo.

Fonte: Slash Film

Tagged

Novo jogo utiliza elementos de RPG de mesa

A BioWare (Neverwinter Nights) revelou que seu novo jogo se chamará Shadow Realms, será distribuído no formato de episódios e terá uma dinâmica de 4 contra 1. Ou seja, quatro jogadores irão controlar heróis com superpoderes em um cenário contemporâneo, enquanto o quinto jogador será o Shadowlord, responsável pelo controle dos monstros, armadilhas e o próprio cenário onde o jogo se passa.


© BioWare

O lançamento está previsto para 2015, para PC, mas interessados já podem se inscrever para participar de um alfa fechado, agendado para setembro.

________________________________ ◊ Opinião ◊  ________________________________

O conceito de um jogador controlando o jogo em que outros se aventuram já foi utilizado pelo BioWare antes. No próprio Neverwinter Nights mencionado acima, utilizando as ferramentas para construção de módulos, era possível jogar como o Dungeon Master, além de pré-programar tudo que ia acontecer.

A noção é bacana, foge um pouco do padrão – mas parece exigir que pelo menos uma pessoa sempre seja o Shadowlord (talvez não seja obrigatório, mas um jogo sem um SL seria bem mais monótono, não?). Ou seja, o multiplayer não é apenas encorajado, mas sim exigido para uma boa partida.

E como as partidas online provavelmente serão aleatórias, as ferramentas do SL precisarão ser (a) extremamente simples e práticas e (b) ridiculamente fáceis de se aprender. Algo que você consegue usar em poucos instantes, caso contrário a experiência do grupo seria prejudicada pelo amadorismo de um SL, que não saberia controlar o cenário ou exageraria na dose. Adoraria participar desse alfa!

Fonte: Videogamer

Site oficial: https://www.shadowrealms.com

Tagged

Caçador alienígena implacável em Alien: Isolation

Alien: Isolation, jogo baseado nos primeiros filmes da franquia Alien, ganhou um novo trailer durante a convenção Gamescon. Confira o vídeo:


© Sega

O título vai ser lançado em outubro, para PC, Playstation 3 e 4, Xbox 360 e One.

________________________________ ◊ Opinião ◊  ________________________________

Estão fazendo alguma coisa com o movimento da personagem que cria uma sensação muito interessante de realismo. Já ouvi falar sobre criações em CGI não serem adequadamente afetadas pela gravidade quando animadas, mas nesse caso talvez tenham acertado esse aspecto – não faço ideia, pouco entendo do assunto, infelizmente.

Estava lendo a Wikipédia em busca de uma data de lançamento e descobri algumas coisas inacreditáveis. Aparentemente a inteligência artificial do alien (que será uma criatura indestrutível nesse jogo, assim como no filme original) não será pré-programada para desempenhar certas ações, mas sim caçar a protagonista através de “visão, audição e olfato”, e irá aparentemente “aprender” com o comportamento do jogador, ficando cada vez mais complexa.

A ideia é incrível, mas será que vai dar certo, essa liberdade toda? Claro que isso tudo pode ser apenas papo de marketing, mas fiquei curioso para ler as primeiras resenhas.

Fonte: Bleeding Cool

Tagged

Ícone steampunk trabalhando em novo munchkin

O jogo de cartas Munchkin vai ganhar um novo baralho completo, Munchkin Steampunk. Trata-se de uma parceria entre Steve Jackson, criador do RPG GURPS e Phil Foglio, desenhista e roteirista dos quadrinhos/livros Girl Genius. De acordo com a divulgação oficial, o novo baralho poderá ser utilizado sozinho e também será compatível com os demais produtos da linha.


© Steve Jackson Games

Munchkin Steampunk deve ser lançado em 2015, utilizando todos os elementos típicos do gênero, como robôs movidos a vapor, engrenagens e vestuários com muitas peças de cobre.

________________________________ ◊ Opinião ◊  ________________________________

Já tinha noticiado algumas expansões curiosas de Munchkin por aqui, mas acho que essa é a primeira vez que escrevo sobre um “core set”, ou, como improvisei acima, um baralho completo. É uma jogada bem interessante da editora, não apenas atraindo os potenciais novos jogadores e fãs de Girl Genius, que desse modo não precisam comprar todo um sistema novo; como também oferecendo um conjunto a mais de cartas para quem já é adepto do jogo.

Sempre procuro Munchkin na sessão de jogos e trecos infantis de livrarias, mas nunca encontrei qualquer produto da linha. Pelo jeito a Galápagos só conseguiu distribuir para lojas especializadas e pela internet.

Fonte: Daily Illuminator

Tagged

Witcher versus zumbis do pântano e mais

The Witcher 3: Wild Hunt ganhou um novo clipe, exibido durante a convenção alemã Gamescom. São alguns minutos com o protagonista Geralt of Rivia andando por uma cidade e enfrentando criaturas sobrenaturais no pântano. O jogo será lançado no ano que vem, para Xbox One, PS4 e PC.

© CD Projekt RED

________________________________ ◊ Opinião ◊  ________________________________

A cidade realmente parece viva, a movimentação dos camponeses está bem realista e tal, mas adorei mesmo o combate. O tempo de reação dos monstros permite ao Geralt reagir de maneiras acrobáticas e heroicas, parecendo bem pouco artificial, e com bastante variedade. Quando terminar os primeiros dois witchers, com certeza irei jogar esse terceiro. Parece realmente bom.

Fonte: Coming Soon

Tagged

Parceria Obsidian-Paizo traz versão eletrônica de Pathfinder

A Obsidian está divulgando que licenciou o RPG de mesa Pathfinder e pretende desenvolver jogos baseados na franquia. O primeiro produto será uma versão para tablet do jogo de cartas Pathfinder Adventure Card Game. A empresa de games eletrônicos é conhecida por Neverwinter Nights 2 e Fallout: New Vegas.


© Paizo

Pathfinder atualmente também está sendo transformado em um MMORPG pela Goblinworks, após uma campanha de financiamento no Kickstarter.

________________________________ ◊ Opinião ◊ ________________________________

Quando li o título imaginei imediatamente um clone de Neverwinter Nights baseado no mundo de Golarion, mas a vida nunca é tão perfeita assim. Não conheço o jogo de cartas da Paizo, mas se a versão em tablet for free-to-play, provavelmente vou baixar. Esse RPG sabe como despertar a lealdade em seus fãs, é surpreendente.

Enquanto isso, acordei hoje às 5h, como sempre faço, e já comprei o Advanced Class Guide para o Pathfinder, recém lançado com suas 10 classes novas, e variações (archetypes) para todas as classes existentes. Infelizmente só consegui dedicar 10 minutos até agora para a leitura, o que deu tempo de ler a introdução, duas páginas sobre o Arcanist e meia página sobre o Hunter. Preciso devorar o treco assim que tiver mais alguns minutos livres, e ver com minha filha se ela quer mesmo transmutar sua Ranger em uma Hunter. Eu estou apostando que sim… ele é praticamente a versão divine power do Summoner, ou seja, repleta de bichinhos de estimação. Ela vai pirar.

Fonte: MMORPG.com

Tagged

Schwarzenegger é um pai preocupado com uma filha doente

Arnold Schwarzenegger vai protagonizar um drama sobre zumbis em Maggie. Ele será um pai de família cuja vítima é filha destes mortos-vivos, e o longa vai acompanhar o processo de transformação e como isto afeta os envolvidos emocionalmente. Abigail Breslin (Sinais) será a menina zumbi, e ambos podem ser vistos nas primeiras imagens oficiais abaixo.


© Lótus Entertainment
________________________________ ◊ Opinião ◊  ________________________________

Finalmente o Schwarzenegger vai fazer o seu Copland – filme policial dramático onde Stallone interpreta um policial de rua fora de forma e com aparentes problemas sociais ou cognitivos. Pouco sucesso, mas com elogios críticos razoáveis pela performance e ousadia.

Eu não ligo mais a mínima para zumbis nos cinemas ou TV. Ainda gosto de enfrentá-los em jogos, mas fora isso, chega. A menos que seja um longa muito extremamente excelente de bom (fico curioso para ver a Breslin em seu segundo filme de zumbis, maaaas…), estou fora.

Fonte: Screen Crush

Tagged

Estação espacial Babylon 5 pode retornar

A série de TV Babylon 5 pode ser relançada nos cinemas, segundo seu criador J. Michael Straczynski. A produção teria início em 2016, com um orçamento entre 80 a 100 milhões de dólares. Straczynski ainda afirma que gostaria de reutilizar o elenco do programa, exibido nos anos 90, o máximo que possível.


© Warner Bros

Babylon 5 se passava em uma estação espacial que servia de entreposto comercial e diplomático para diversas raças alienígenas, com tramas que variavam de conflitos políticos a assassinatos.

________________________________ ◊ Opinião ◊  ________________________________

Acho que perdi alguma coisa importante. Sei que o Straczynski anda em alta como roteirista de quadrinhos, devido ao sucesso de algumas minisséries que escreveu… mas daí a sonhar em um orçamento de 100 milhões para um programa de TV de 20 anos atrás? E, que me lembre, nem fazia tanto sucesso assim.

Já vi alguns episódios no canal Warner 2 décadas atrás, fora de cronologia. A mudança de personagem principal me confundiu para caramba, de início achava que eram a mesma pessoa, mas que o ator tinha sido trocado – daí eles se encontram, acho que através de uma trama de viagem no tempo. Ou seja, não entendi nada mesmo.

Gostava dos alienígenas que pareciam robôs, até que eles tiram a armadura e viram anjos de luz. Meh.

Fonte: io9

Tagged
Follow

Get every new post delivered to your Inbox.

Join 104 other followers